buxexa jogador de free fire 1619188211492 v2 1920x1080

Free Fire | Após fala transfóbica streamers perdem contrato com Garena, Booyah! e Fluxo

Garena e Fluxo rapidamente se pronunciaram.

Free Fire é um dos jogos para smartphones mais populares do mundo, e a Garena é uma das empresas que mais investem em políticas de inclusão de minorias em suas plataformas, e estes elementos culminaram para que dois streamers do jogo fossem banidos de suas plataformas.

Tudo começou quando dois streamers da organização Fluxo, Buxexa e Welington “Racha” (que tem como dono um dos maiores jogadores do jogo no Brasil, Nobru) fizeram um deboche referente a um comentário que Nobru fez no Instagram de uma influenciadora digital Marcella Pantaleão, que é uma mulher trans.

– O Nobru comentou numa foto de uma ruiva…botando coraçãozinho no olho. Era uma ruiva de três pernas. Ave Maria – falou Buxexa em meio de risadas.

– A minha mulher me mostrou que o Nobru comentou nessa foto aqui e disse “isso aqui é um homem” – complementou Welington “El Racha”.

Após enorme repercussão dos comentários transfóbicos, Marcella se pronunciou nos seus perfis pessoais denunciando a transfobia sofrida. Após as falas, a Fluxo se pronunciou nas redes sociais, comunicando o desligamento do streamer Buxexa que fazia parte do quadro de funcionários da empresa.

A Garena por sua vez também se pronunciou e comunicou o desligamento dos dois streamers do quadro do seu serviço de stream Booyah! e do programa de influenciadores da Garena.

Em suas redes sociais Buxexa pediu desculpas a Marcella e reconheceu que suas falas foram realmente condenáveis.

Total
1
Shares
Related Posts
Total
1
Share