Connect with us

HQs

GI Joe: Snake Eyes | Revelado o que realmente está sob seu traje

Durante o combate contra uma nova inimiga, o traje do personagem é destruído, revelando algo bem familiar para os leitores.

Jacqueline Cristina

Published

on

No começo de seu último título, Snake Eyes está em uma missão para confrontar um antigo ninja conhecido como Kirigun. Entretanto, no decorrer de sua busca, ao lado de sua companheira de equipe Scarlett, o guerreiro é atacado por um homem, Golias, que está a serviço de seu inimigo. Além da diferença de tamanho entre eles, há a distância do poderio de luta de cada um, principalmente se falando do G.I. Joe.

Depois de derrotar o adversário com manobras rápidas e algumas balas bem aplicadas, Snake Eyes cai na armadilha de outra pessoa, Olympia, filha de Kirigun, que perseguia o ninja o tempo inteiro que andava pela ilha, especialmente na última batalha, o qual reconheceu que o guerreiro não estava utilizando todo o seu poder. Todavia, ela o atacou com shuriken envenenado para proporcionar-lhe a vantagem que precisava para derrotar o ninja.

Vale lembrar que o tempo todo ela o avisou sobre os estrondosos poderes de seu pai, que deixavam os dela num patamar de insignificância, além do fato notório de ela não querer matar o ninja, ao contrário, seu desejo era de instruí-lo para ser um oponente digno contra Kirigun.

Ainda assim, em meio à derrota de Snake Eyes, é revelado ao leitor, um segundo uniforme utilizado pelo personagem, que tem uma tonalidade familiar para os fãs dos quadrinhos da franquia, uma vez que ele já foi apresentado anteriormente em G.I. Joe Sierra Muerte #3 de Michel Fiffe. Efetivamente falando, não seria correto denominar como traje, dado que é uma camada de revestimento sintético, feita de parte látex e parte tecnológica, com a finalidade de embaralhar os sinais de determinado local, para assim garantir invisibilidade em meio a qualquer sistema de segurança.

Logo, ver o ninja utilizar tal revestimento em G.I. Joe Snake Eyes: Deadgame #2 mostra o seu pensamento ágil em imaginar que se infiltrar numa ilha envolvendo magia, requereria dele cada truque na manga que pudesse ter. Contudo, fica no ar uma pergunta a ser respondida: será a mesma “proteção” sintética apresentada anteriormente, ou será um projeto novo e cem por cento, artificial? Caso a resposta recaia sobre a segunda opção, teremos a certeza de que Snake Eyes recebeu um excelente upgrade que o tornaria uma unidade de infiltração admirável.  

Snake Eyes: Deadgame #2, já se encontra disponível para compra nas lojas físicas e digitais dos EUA.

Advertisement
Comments

HQs

Prévia do quadrinho Batman #101 é revelada

Prévia liberada pela DC Comics mostra as consequências do Joker War.

Avatar

Published

on

DC Comics divulgou a prévia do quadrinho Batman #101, do escritor James Tynion IV (Batman: The Joker War) e dos ilustradores Guillem March (Catwoman) e Tomeu Morey (Detective Comics).

Em Batman #100, o Coringa lançou um ataque em grande escala em Gotham City, que caiu rapidamente graças a Punchline e sua nova iteração de Gás Risonho, que ela tentou usar para remover o Cavaleiro das Trevas da equação. Por fim, o herói, a Bat Família e a Harley Quinn conseguiram salvar a cidade. Agora, basta saber quais serão as consequências.

Confira a prévia abaixo:

Batman #101 está previsto para lançar no dia 20 de outubro.

Continue Reading

HQs

Os Campeões | Heróis são abalados por uma traição

Enquanto a equipe está divida pelas consequências da nova Lei contra jovens heróis, eles são traídos por alguém inesperado.

Jacqueline Cristina

Published

on

O título lançado este ano, Outlawed, trouxe uma grande tragédia e enorme divisão para a comunidade de super-heróis adolescentes no Universo Marvel. Após o episódio ocorrido com Ms. Marvel, que defendeu um inocente na Escola Acadêmica Cole durante um ataque, sofrendo ferimentos graves como resultado, e Viv Visão, a filha adolescente do Vingador Visão, que desapareceu; os jovens sofrem com os efeitos do incidente, se encontrando em fuga.

Atenção: Os parágrafos a seguir podem conter spoilers.

Depois do evento, apelidado pela mídia e pelo governo como o Desastre de Coles, o senador Geoffrey Patrick liderou o Congresso dos EUA para aprovarem uma nova legislação intitulada como Lei de Kamala, sem perceberem que a adolescente ferida, que eles nomearam a lei, é a própria Ms. Marvel. Destaca-se que o plano da determinação imposta, era de que indivíduos com menos de 21 anos, não poderiam “trabalhar” como super-heróis sem um orientador patrocinado pelo governo. Para aqueles que não executarem tal exigência, foi criado à agência federal “Child-Hero Reconnaissance and Disruption Law Enforcement (C.R.A.D.L.E.)”, com o objetivo de apreender e deter quaisquer super-heróis menores de idade não autorizados.

Ao passo que a comunidade de heróis está dividida a respeito da eficácia moral da Lei de Kamala, além de abalados pelo anúncio público da heroína de retomarem suas atividades heroicas depois de se recuperação do coma sofrido durante o desastre, eles descobrem que a “regra” os atingiu onde menos esperavam. Moon Girl já havia sido “detida” por não cumprir o exigido e Miles Morales evitou ser pego por pouco em uma operação coordenada pelo Departamento de Polícia de Nova York e a C.R.A.D.L.E. Enquanto Miles se une a outros companheiros em uma reunião secreta de super-heróis menores de idade em um bunker utilizado pelos Campeões, todos são expostos ao inimigo, sendo delatados por ninguém mais, ninguém menos que Viv Visão.

Personagem criada por Tom King e Gabriel Hernandez Walta na obra Visão #1 (vol. 3) de 2016 como parte de uma família sintética criada pelo herói, Viv encontrou refúgio nos Campeões, depois da destruição de sua mãe e irmão. Seguidamente do desastre ocorrido e de seu sumiço, a heroína é vista flutuando sobre a C.R.A.D.L.E. durante a invasão do bunker da equipe.

Dada a sua natureza “física”, não está nítido se Viv foi recuperada e reprogramada pela C.R.A.D.L.E. para entregar seus amigos ou se ela está cooperando conscientemente contra eles. Todavia, sabe-se que com a Lei de Kamala segmentando a comunidade heroica adolescente em sua própria Guerra Civil, a Ms. Marvel liderará aqueles que se opõem à legislação enquanto Viv Visão estará auxiliando o governo secretamente, para rastrear todos os opositores. E assim se desenrolará um amargo confronto entre velhos camaradas pela liberdade de todos, independente de sua idade.  

Os Campeões (2020) #1 já está disponível nas lojas físicas e digitais dos EUA.

Continue Reading

HQs

Liga da Justiça | Divulgado a origem de um grande inimigo

Preparem-se para uma grande revelação na narrativa que se conecta com os eventos de Dark Nights: Death Metal.

Jacqueline Cristina

Published

on

Eis que nos eventos de Dark Nights: Death Metal, uma nova Liga da Justiça é formada, da mesma forma que o Batman Que Ri reuniu um novo grupo de Cavaleiros das Trevas para auxilia-lo em seu plano para modificar e comandar o recém-conquistado Universo DC. Na lista dos aliados do vilão, está um dos, se não o mais desonesto e perigoso invasor, o Caçador de Mentes Das Trevas, um dos tenentes mais leais, que é uma união distorcida de Batman e o Caçador de Marte.

Todavia, em Liga da Justiça #54, última edição lançada dos quadrinhos que conta com participação de Joshua Williamson, Xermanico, Romulo Fajardo Jr, e Tom Napolitano, os leitores veem o aliado do Batman que Ri detendo J’onn J’onzz em uma prisão, enquanto revela ao herói suas origens.

Após conquistar sua liberdade da prisão em Apokolips, Asa Noturna lidera um grupo de heróis para assim criar uma Liga da Justiça, no seu retorno a Terra. Com os membros escolhidos, a missão é definida, os quais terão que soltar os membros da Legião da Perdição que “abastecem” o trono de Perpétua, ajudando assim a incitar sua fúria através do Multiverso. Tal incumbência prova ser mais perturbadora do que imaginaram, uma vez que o trono estava sendo guardado pelo Cavaleiro Ômega, sem contar que o Caçador de Marte havia sido capturado pelo Caçador de Mentes Das Trevas enquanto o herói tentava seu próprio ataque solo e enfurecido à fonte de energia de Perpétua.

Enquanto a “recém-formada” Liga da Justiça se esforça para resgatar o companheiro e concluir sua importante tarefa, J’onn defronta seu “similar” do Dark Multiverse de frente, o qual o relata sobre seus primórdios, em que foi uma versão de Bruce Wayne de um domínio do Multiverso Escuro, que desejava as incríveis habilidades do Caçador de Marte.

Desesperado, ele injetou DNA marciano em seu sangue, para assim desencadear uma transformação diabólica de Batman e Caçador de Marte, possibilitando a ter poderosas habilidades telepáticas, força sobre-humana, velocidade, resistência, visão térmica, sem contar ser intangível e poder modificar sua forma física quando quisesse. Entretanto, em meio à conversa, o vilão exibe um interesse particular na telepatia, que continua a empregar em seu prisioneiro, para descobrir os reais planos da Mulher Maravilha e dos outros heróis contra o Cavaleiro Mais Sombrio.

O processo que este Bruce Wayne “alternativo” se tornou, lembra a trajetória de Lex Luthor que se tornou Apex Lex no início do “Ano do Vilão” da DC Comics, visto a promessa que Perpétua fez a ele, após ser libertada da Muralha da Fonte, que abrangia uma “atualização cósmica”, de seu físico e habilidades daquele momento. Infelizmente, como muitos devem recordar, Lex foi traído antes de conseguir o que queria, sendo trocado pelo Batman que Ri.  

Logo, dono do intelecto tático e aguçado do Batman, somados com os inúmeros poderes do Caçador de Marte, o vilão Caçador de Mentes Das Trevas é de longe, um dos maiores empecilhos para a Liga da Justiça em seu caminho para a vitória em Death Metal.

Liga da Justiça #54 já está disponível nas lojas físicas e digitais dos EUA.

Continue Reading

Parceiros Editorias