Connect with us

séries

Globoplay lança primeiro documentário do stream sobre Marielle Franco

Avatar

Published

on

MARIELLE: O Documentário” é a primeira série documental do Globoplay e foi apresentada nesta sexta-feita, dia 06, para um grupo seleto de jornalistas nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro. A série irá retratar a vida, a morte e as repercussões do assassinato da vereadora eleita Marielle Franco.

Com 6 episódios de duração entre 45 e 65 minutos, o documentário se divide em duas narrativas. A primeira sobre a vida de Marielle, a mulher nascida no Complexo da Maré, filha, mãe e esposa até o fatídico 14 de março; e a segunda, sobre os desdobramentos do assassinato que tirou a vida dela e do motorista Anderson Gomes, tendo como única sobrevivente dos disparos contra o carro, a assessora Fernanda Chaves. Os dois núcleos se encontram e se completam, pois conforme é desvendado os detalhes da investigação, é mostrada a adolescência de Marielle, como sua festa de debutante, o concurso de Rainha da Primavera e os bailes-funk que frequentava. Tudo com comentários e depoimentos da família, amigos e figuras da política do Brasil relacionados com a vereadora e ao caso.

A série garante não ter papel investigativo no caso que segue sem solução e sim levanta questionamentos sobre o motivo do assassinato cruel, além se se perguntar porque o crime segue sem encontrar um culpado. Afinal, quem mandou matar Marielle?

O projeto que inicia as produções de séries documentais do Jornalismo da Globo para o Globoplay é dirigido e roteirizado por Caio Cavechini, tem edição e roteiro de Eliane Scardovelli e produção executiva de Ali Kamel, Erick Brêtas e Ricardo Villela. A primeira exibição será feita na TV Globo, após o Big Brother Brasil 20, na quinta-feira, dia 12, a partir das 23:15h, e o episódio piloto permanecerá com o sinal aberto no aplicativo.

A estreia oficial ocorre no dia 13 de março, com todos os episódios sendo disponibilizados para os assinantes do Globoplay.

Estudante de Jornalismo, apaixonada por escrever, maratonar séries e ouvir música. Caçadora de monstros com Sam e Dean nas horas vagas.

Advertisement
Comments

cinema

Chris Rock fala sobre a transição de comediante para ator de drama

De Todo Mundo o Chris a Fargo, a metamorfose de Chris Rock.

Davi Alencar

Published

on

Escalado para estrelar a 4ª temporada da série Fargo, Chris Rock vem tentando fazer a transição da comédia para o drama. Em uma entrevista recente para o The New York Times, o ator falou um pouco sobre sua escalação para o papel.

“Minha escalação não é tão estranha quanto parece se você realmente assiste Fargo. Keegan-Michael Key e Jordan Peele estão na primeira temporada e Brad Garret está incrível na segunda. Hey, agora é a minha vez ok?”

Como comediante, Rock acompanhou diversos amigos seus fazerem essa migração. Agora, ele parece buscar sua chance de fazer o mesmo, com papéis diferentes em produções mais dramáticas de relevância.

“Eu quero trabalhar em coisas boas. Tudo que eu fiz pode não ter sido ótimo, mas eu sempre almejei perfeição. Eu amei História de Um Casamento (Marriage Story, 2019). Eu mataria por um papel desses. [ri].”

Ele ainda aproveitou para destacar a trajetória de um de seus amigos comediantes.

“É só ver o que o [Adam] Sandler fez em Joias Brutas (Uncut Gems, 2019). Você tem que estar preparado quando a sua oportunidade aparecer.”

Em 2014, Chris escreveu, dirigiu e atuou em No Auge da Fama e afirmou que está trabalhando em projetos nos mesmos moldes.

“Esse é um caminho que gostaria de seguir. […] Eu sou um escritor, diretor e ator agora. Estou trabalhando em alguns roteiros na mesma pegada de ‘No Auge da Fama’ e eu gostaria muito de assumir o manto de diretor em algum momento do ano que vem.” 

A quarta temporada de Fargo, antologia americana de drama policial criada por Noah Hawley, estava originalmente programada para 19 de abril, mas foi adiada por conta da pandemia.

Os onze episódios da série tem estreia marcada para 27 de setembro no canal FX.

Continue Reading

séries

Jornadas Pokémon: A Série | Cartoon Network muda data de estreia

Canal não informou sobre o motivo da mudança da estreia de Jornadas Pokémon: A Série.

Avatar

Published

on

By

Parece que para a tristeza dos fãs, a Cartoon Network mudou a data de estreia de Jornadas Pokémon: A Série.

A série animada que estava prevista para estrear hoje, dia 21 de setembro no canal acabo da Turner, Cartoon Network, teve uma mudança, a série vai estrear agora no dia 5 de outubro segundo a assessoria de imprensa do canal. Não foi informado sobre o motivo da mudança da data de estreia.

Em Jornadas Pokémon: A Série, Ash Ketchum tem um novo plano: viajar pelo mundo! Mas primeiro ele e seu parceiro Pikachu irão para a inauguração do Laboratório Cerezo, um centro de pesquisa dedicado a desvendar mistérios dos Pokémon em todas as regiões.

Ash encontrará Goh, outro garoto com uma curiosidade ilimitada, e os dois se tornarão colegas de investigação a convite do Professor Cerezo. Com Ash sempre determinado a se tornar um mestre Pokémon e Goh na missão de capturar um de cada espécie (incluindo o mítico Mew), nossos heróis viverão muitas aventuras e emoções enquanto exploram esse vasto mundo de criaturas.

Não perca Jornadas Pokémon: A Série, todas as segundas, a partir do dia 5 de outubro, às 7h25. Só no Cartoon Network!

Continue Reading

séries

Emmy 2020 – Zendaya, Schitt’s Creek, Watchmen e Succession marcam evento virtual

Zendaya foi a grande surpresa da noite, enquanto Watchmen e Schitt’s Creek foram as mais premiadas.

Avatar

Published

on

A edição de 2020 do Emmy, a maior premiação da TV americana, ocorreu pela primeira vez de forma remota devido à pandemia do COVID-19, com os indicados recebendo os prêmios a distância. Zendaya fez história no evento ao se tornar a mulher mais nova a receber a estatueta de Melhor Atriz de Drama. Schitt’s Creek, Watchman e Succession foram as séries mais premiadas da noite.

Por seu papel como Rue em “Euphoria” da HBO, Zendaya marcou o evento por ser a mulher mais jovem ao receber a estatueta, aos 24 anos. Além disso, a atriz se tornou a segunda mulher negra a vencer a categoria, ficando atrás apenas de Viola Davis, que venceu em 2015 com “How To Get Away With Murder“.

Emmy | Zendaya se torna a vencedora mais jovem de um Emmy de melhor atriz  de série de drama
Zendaya com a família e a estatueta de Melhor Atriz em Série Dramática

A série de comédia Schitt’s Creek recebeu 7 estatuetas logo nas primeiras sete categorias do evento. A canadense recebeu troféu de Melhor Série de Comédia e desbancou séries favoritas como “The Good Place” e “The Marvelous Mrs. Maisel“. Com seis temporadas, segue uma família rica que vai à falência e precisa se mudar para o único bem que lhe resta: uma cidadezinha comprada pelo patriarca Johnny Rose (Eugene Levy, também criador da série), cujo nome é Schitt’s Creek.

As séries Watchmen e Succession saíram da noite com 4 estatuetas cada. A minissérie baseada em quadrinhos levou melhor minissérie, melhor atriz com Regina King, melhor ator coadjuvante com Yahya Abdul-Mateen II e melhor roteiro. A produção foi a recordista da noite com 26 indicações e venceu outras seis categorias anunciadas antes do evento.

Enquanto isso, a série dramática Succession ganhou como melhor série de drama, melhor ator com Jeremy Strong, e melhores roteiro e direção. Com 18 indicações, concorrendo com nomes grandes como “Ozark“, levou outras 3 categorias fora do evento.

Confira a lista completa de vencedores:

Melhor série de drama
  • “Better Call Saul”
  • “The Crown”
  • “O conto da aia”
  • “Killing Eve”
  • “The Mandalorian”
  • “Ozark”
  • “Stranger Things”
  • “Succession”
Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama
  • Laura Dern – “Big Little Lies”
  • Meryl Streep – “Big Little Lies”
  • Helena Bonham Carter – “The Crown”
  • Samira Wiley – “O conto da aia”
  • Fiona Shaw – “Killing Eve”
  • Julia Garner – “Ozark”
  • Sarah Snook – “Succession”
  • Thandie Newton – “Westworld”
Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama
  • Giancarlo Esposito – “Better Call Saul”
  • Bradley Whitford – “O conto da aia”
  • Billy Crudup – “The Morning show”
  • Mark Duplass – “The Morning show”
  • Nicholas Braun – “Succession”
  • Kieran Culkin – “Succession”
  • Matthew Macfadyen – “Succession”
  • Jeffrey Wright – “Westworld”
Melhor direção em série de drama
  • Lesli Linka Glatter – “Homeland”
  • Alik Sakharov – “Ozark”
  • Ben Semanoff – “Ozark”
  • Andrij Parekh – “Succession”
  • Mark Mylod – “Succession”
  • Benjamin Caron – “The Crown”
  • Jessica Hobbs – “The Crown”
  • Mimi Leder – “The Morning Show”
Melhor roteiro em série de drama
  • Better Call Saul – “Bad Choice Road”
  • Better Call Saul – “Bagman”
  • Ozark – “Boss Fight”
  • Ozark – “Fire Pink”
  • Ozark – “All In”
  • Succession – “This Is Not For Tears”
  • The Crown – “Aberfan”
Melhor atriz em série dramática
  • Olivia Colman – “The Crown”
  • Laura Linney – “Ozark”
  • Jennifer Aniston – “The Morning Show”
  • Jodie Comer – “Killing Eve”
  • Sandra Oh – “Killing Eve”
  • Zendaya – “Euphoria”
Melhor ator em série dramática
  • Jason Bateman – “Ozark”
  • Sterling K. Brown – “This is us”
  • Steve Carell – “The Morning show”
  • Brian Cox – “Succession”
  • Billy Porter – “Pose”
  • Jeremy Strong – “Succession”
Melhor reality show de competição
  • “The Masked Singer”
  • “Nailed It!”
  • “RuPaul’s Drag Race”
  • “Top Chef”
  • “The Voice”
Melhor minissérie
  • “Little Fires Everywhere”
  • “Mrs. America”
  • “Unbelievable”
  • “Unorthodox”
  • “Watchmen”
Melhor atriz coadjuvante em minissérie ou filme para TV
  • Uzo Aduba – “Mrs. America”
  • Toni Collette – “Unbelievable”
  • Margo Martindale – “Mrs. America”
  • Jean Smart – “Watchmen”
  • Holland Taylor – “Hollywood”
  • Tracey Ullman – “Mrs. America”
Melhor ator coadjuvante em minissérie ou filme para TV
  • Yahya Abdul-Mateen II – “Watchmen”
  • Jovan Adepo – “Watchmen”
  • Tituss Burgess – “Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy vs. The Reverend”
  • Louis Gossett Jr – “Watchmen”
  • Dylan McDermott – “Hollywood”
  • Jim Parsons – “Hollywood”
Melhor direção em minissérie ou filme para TV
  • Lynn Shelton – “Little Fires Everywhere”
  • Lenny Abrahamson – “Normal People”
  • Maria Schrader – “Unorthodox”
  • Nicole Kassell – “Watchmen”
  • Steph Green – “Watchmen”
  • Stephen Williams – “Watchmen”
Melhor roteiro em minissérie ou filme para TV
  • “Mrs. America” – “Shirley”
  • “Normal People” – “Episode 3”
  • “Unbelievable”- “Episode 1”
  • “Unorthodox” – “Part 1”
  • “Watchmen” – “This Extraordinary Being”
Melhor ator em série limitada ou filme para TV
  • Jeremy Irons – “‘Watchmen”
  • Hugh Jackman – “Bad Education”
  • Paul Mescal – “Normal people”
  • Jeremy Pope – “Hollywood”
  • Mark Ruffallo – “I know this much is true”
Melhor atriz em série limitada ou filme para TV
  • Cate Blanchett – “Mrs. America”
  • Shira Haas – “Unorthodox”
  • Regina King – “’Watchmen”
  • Octavia Spencer – “Self made”
  • Kerry Washington – “Little fires everywhere”
Melhor programa de variedades
  • “The daily show with Trevor Noah”
  • “Full frontal with Samantha Bee”
  • “Jimmy Kimmel live!”
  • “Last week tonight with John Oliver”
  • “The late show with Stephen Colbert”
Melhor série de comédia
  • “Curb your enthusiasm”
  • “Dead to me”
  • “The good place”
  • “Insecure”
  • “The Kominsky Method”
  • “The Marvelous Mrs. Maisel”
  • “Schitt’s Creek”
  • “What we do in the shadows”
Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia
  • Betty Gilpin – “Glow”
  • D’Arcy Carden – “The good place”
  • Yvonne Orji – “Insecure”
  • Alex Borstein – “The Marvelous Mrs. Maisel”
  • Marin Hinkle – “The Marvelous Mrs. Maisel”
  • Kate McKinnon – “Saturday Night Live”
  • Cecily Strong – “Saturday Night Live”
  • Annie Murphy – “Schitt’s Creek”
Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia
  • Andre Braugher – “Brooklyn 99”
  • William Jackson Harper – “The good place”
  • Alan Arkin – “The Kominsky Method”
  • Sterling K. Brown – “Marvelous Mrs. Maisel”
  • Tony Shalhoub – “Marvelous Mrs. Maisel”
  • Mahershala Ali – “Ramy”
  • Kenan Thompson – “Saturday Night Live”
  • Dan Levy – Schitt’s Creek”
Melhor direção em série de comédia
  • Gail Mancuso – “Modern Family”
  • Ramy Youssef – “Ramy”
  • Andrew Cividino e Daniel Levy – “Schitt’s Creek”
  • Matt Shakman – “The Great”
  • Amy Sherman-Palladino – “The Marvelous Mrs. Maisel”
  • Daniel Palladino – “The Marvelous Mrs. Maisel”
  • James Burrows – “Will & Grace”
Melhor roteiro em série de comédia
  • Schitt’s Creek – “Happy Ending”
  • Schitt’s Creek – “The Presidential Suite”
  • The Good Place – “Whenever You’re Ready”
  • The Great – “The Great”
  • What We Do in the Shadows – “Collaboration”
  • What We Do in the Shadows – “Ghosts”
  • What We Do in the Shadows – “On The Run”
Melhor ator em série de comédia
  • Anthony Anderson – “Black-ish”
  • Ted Danson – “The good place”
  • Michael Douglas – The Kominsky Method”
  • Eugene Levy – “Schitt’s Creek”
  • Don Cheadle – “Black Monday”
  • Ramy Yousseff – “Ramy”
Melhor atriz em série de comédia
  • Christina Applegate – “Dead to me”
  • Linda Cardellini – “Dead to me”
  • Rachel Brosnahan – “The Marvelous Mrs. Maisel”
  • Tracee Ellis Ross – “Black-ish”
  • Issa Rae – “Insecure”
  • Catherine O’hara – “Schitt’s Creek”
Continue Reading

Parceiros Editorias