Connect with us

HQs

História do Doomsday Clock é reescrita em nova HQ da Mulher Maravilha

Avatar

Published

on

A matéria contém spoiler da HQ Mulher Maravilha #750

Como anunciado anteriormente, a Mulher Maravilha é agora o primeiro super-herói da primeira geração, na linha do tempo revisada do Universo DC.

Durante a Feira Mundial de 1939, em Nova York, a Mulher Maravilha salvou o presidente dos EUA, Franklin Delano Roosevelt, de um assassino. A estréia da heroína foi a inspiração que levou Alan Scott a usar seu anel para se tornar o primeiro Lanterna Verde e formar a Sociedade da Justiça. O problema é que essa versão dos eventos bate de frente com os acontecimentos em Doomsday Clock.

Primeiramente, em Doomsday Clock, o Superman é estabelecido como o primeiro super-herói em 1938. Porém, as inúmeras redefinições da linha do tempo fizeram com que a chegada do Superman à Terra fosse um pouco mais tarde.

Ainda assim, mesmo sem o Super-Homem, Alan Scott se tornou o Lanterna Verde em 1940 e formou a Sociedade da Justiça com outros heróis da primeira geração como Flash de Jay Garrick. Já em Doomsday Clock, o Doutor Manhattan impede Scott de encontrar seu Lanterna Verde, eliminando assim a primeira geração de heróis da DC, estabelecendo que o herói é uma figura crucial para unir o grupo.

Na décima edição do Doomsday Clock, a Sociedade da Justiça tira uma foto do grupo em sua primeira reunião em 1940, no qual Alan Scott afirma que todos os membros da equipe estão presentes, onde não está a Mulher Maravilha.

Com a redefinição de que a Mulher Maravilha estreia em 1939 (Mulher Maravilha #750), a heroína deveria estar na foto que foi tirada, já que ela, por ser a inspiração do Alan Scott e outros heróis, teria sido convidada a participar da equipe.

Espera-se que nas próximas edições seja esclarecido essa diferença de cronologia na linha do tempo.

Mulher Maravinha #751 tem data de lançamento marcada para o dia 12 de fevereiro.

Advertisement
Comments

HQs

Superman: Villains terá ressurreição dos personagens principais

Avatar

Published

on

A prévia da HQ Superman: Villains #1 revelou que os pais adotivos de Clark Kent estão vivos.

Em os Novos 52, Jonathan e Martha Kent (pais adotivos do Clark) teriam morrido em um acidente de carro quando seu filho ainda estava no ensino médio. Houveram indicações de que os eventos do Doomsday Clock teria mudado os acontecimentos, mas apenas em Superman: Villans foi confirmado que ambos realmente estavam vivos.

A prévia foi concedida ao site CBR, onde podemos observar Clark conversando com seus pais após a revelação da sua identidade. As imagens podem ser vistas abaixo.

Capa do Bryan Hitch.

A equipe criativa da HQ é composta pelos escritores Brian Michael Bendis, Matt Fraction, Greg Rucka, Jody Houser e os artistas Steve Lieber, Mike Perkins, Bryan Hitch, Eduardo Pansica.

Superman: Villains #1 tem data de lançamento marcada para o dia 3 de março.

Continue Reading

HQs

Dan DiDio deixa a DC Comics

Avatar

Published

on

By

O co-editor de longa data da DC Dan DiDio foi “removido” de sua posição e não está mais na empresa, relata o ComicBook.

É o fim de uma era na DC Comics, já que o co-editor de longa data Dan DiDio não está mais na editora de super-heróis. 

DiDio era mais conhecido por supervisionar várias iniciativas que aumentaram a consciência da marca, com histórias e títulos como Infinite Crisis , 52, o relançamento do New 52 e DC Rebirth , além de outras histórias como Before Watchmen e Doomsday Clock

DiDio atuou como co-editor ao lado do artista Jim Lee na última década, sendo ungido como uma das figuras da DC Comics pela então presidente Diane Nelson.

A editora teve várias iniciativas ridicularizadas pelos fãs nos últimos anos, incluindo o fechamento da impressão de publicação da Vertigo, em vez de alinhar a marca ao novo DC Black Label. 

Recentemente, ele ressaltou que houve problemas com a distribuição desses quadrinhos, embora prometesse melhorar o cronograma de publicação.

Continue Reading

HQs

John Constantine encontra seu substituto na preview de Hellblazer

Avatar

Published

on

hellblazer

Com a primeira trama de Simon Spurrier como o escritor de John Constantine: Hellblazer, tendo concluído recentemente a edição # 3, a DC Comics lançou uma prévia oficial da próxima história do título do Universo Sandman – “Scrubbing Up” – que começa no final de fevereiro na edição # 4

John Constantine: Hellblazer # 4 vê o artista Matías Bergara se juntar ao livro, substituindo Aaron Campbell. A edição apresenta Tommy Willowtree, um mago de rua que guarda a Inglaterra de ameaças místicas na ausência de Constantino, inaugurando uma nova era de paz em Londres usando magia branca. Tommy é descrito como “um cavalheiro, um estudioso, um acólito vegan de vida limpa”. Em outras palavras, ele é tudo o que Constantine não é. Naturalmente, nosso velho amigo Johnny não suporta o cara – menos ainda quando ele é forçado a se juntar a ele. Esta aventura em duas partes, estrelada por Constantine e Willowtree, terminará em John Constantine: Hellblazer # 5, em março.

“O segundo arco será um pouco mais cômico (eu amo que, sob os auspícios do horror, é possível girar em tantas direções), sendo um participante de duas partes chamado” Scrubbing Up “, desenhado por meu velho irmão Coda, Matías Bergara, “Spurrier disse em uma entrevista ao The Hollywood Reporter. “Espere corvos do mal, descolados realizando trocadilhos e John ficando mais bêbado do que você já viu antes. Diversão.”

Escrito por Simon Spurrier e ilustrado por Matías Bergara com cores de Jordie Bellaire, John Constantine: Hellblazer # 4 estará à venda no dia 26 de fevereiro pela DC Comics. A capa de John Paul Leon, bem como várias páginas de prévia com a arte sem letras de Beraga e Bellaire, podem ser encontradas abaixo.

hellblazer
John Constantine
John Constantine
John Constantine
John Constantine
John Constantine
John Constantine
John Constantine

fonte: cbr

Continue Reading

Parceiros Editorias