Connect with us

Colunistas

Hollywood está sendo salva pela nostalgia

Você já reparou na quantidade de remakes e revivals que têm surgido atualmente?

Ana Carolina Barth

Published

on

Você já reparou na quantidade de remakes e revivals que têm surgido atualmente? 

Pode parecer que Hollywood está com uma crise de criatividade e sim, pode ser isso, mas lhe faço uma pergunta: como você se sente quando um filme ou uma série, que costumava a assistir, volta?

Para discutirmos isto, precisamos, primeiramente, definir o que é nostalgia.

Ao procurarmos o verbete “nostalgia” no dicionário Michaelis, encontramos a seguinte definição: “melancolia ou tristeza profunda causada em pessoa exilada ou longe de sua terra natal” ou “sentimento ligeiro de tristeza sentido por alguém, pela lembrança de eventos ou experiências vividas no passado; saudades ou tristeza por algo ou alguém que já não existe mais ou que já não possuímos mais”.

Quando a noção de nostalgia surgiu, ela era considerada uma doença atribuída aos soldados que iam lutar em guerras e sentiam falta de sua casa. Eles sentiam náusea, dor de cabeça, ansiedade, uma grande fadiga e outros sintomas horríveis. Em 1688, o médico Johannes Hofer definia nostalgia como uma doença.

Anos depois, começaram os estudos que questionavam se a nostalgia realmente era uma doença, hipótese que foi refutada quando se descobriu que, na verdade não era um sentimento de saudades de um local, mas sim de um tempo. Ou seja, os soldados sentiam falta de quando não estavam na guerra felizes com suas famílias.

A nostalgia é um sentimento que atinge a todos, pois sabemos que não podemos voltar para determinado tempo no passado.

Após apresentar o que seria nostalgia, quero convidá-los para uma reflexão: será que Hollywood descobriu uma nova forma de vender filmes e/ou séries e essa forma seria atingindo nossos sentimentos nostálgicos?

A volta de ‘Arquivo X’, uma continuação de ‘Blade Runner’, a nova trilogia de ‘Star Wars’, uma série com o personagem Picard, de ‘Star Trek’, a continuação de ‘Top Gun’, o revival de ‘Gilmore Girls’, a série do filme ‘Wet Hot American Summer’ e muitos outros exemplos. Todos demonstram a aposta na nostalgia em diversos gêneros de filmes ou séries.

Agora, existe outro ponto a ser discutido: existem séries como ‘Stranger Things’ que apelam pela nostalgia de quem viveu os anos 80. É muito comum encontrarmos pessoas falando que quando assistiram à série, lembraram de suas juventudes e como se comportavam quando eram crianças ou adolescentes.

De certa forma, acredito que, sim, Hollywood pode estar passando por uma crise de falta de criatividade, mas percebeu que enquanto estiver assim, pode apostar pesado no sentimento que descobriram que vende: a saudades do passado. E como vivemos em um mundo capitalista, sabemos que – enquanto a fonte não secar – irão continuar, pois ao apostar na nostalgia é uma garantia de que sua produção dará certo (não 100%, mas tem grandes chances!).

Então, acredito que os remakes, os revivals, os spin-offs e os filmes e séries, que retratam certa época considerada como “um banho de nostalgia”, talvez façam parte dessa nova estratégia de Hollywood. Seja a história se passando em uma época considerada “boa” (obviamente criar um produto em que o personagem seja um soldado de guerra em 1940 não é apostar numa época agradável) ou trazendo de volta algo que já foi muito amado e que, com certeza, ainda tem fãs para continuar amando.

Você pode voltar para o passado em um cinema perto de você!

Jornalista, estudante de produção editorial, amante de ficção científica, futura escritora e redatora no portal Geek & Feminist. Colunista da Cabana do Leitor.