Connect with us

cinema

Impressões do filme “Vingadores: Era de Ultron” Por: Ana Carolina Dall’ Piaggi

Ana Carolina Dall' Piaggi

Published

on

LOJA DC 4

O filme já começa com o “pé na porta” numa cena de ação megalomaníaca, para a alegria geral no cinema. A equipe número 1 de super heróis está de volta ao combate! Mas dessa vez é diferente, fica perceptível que o nível aumentou, pois a interação entre eles é muito melhor, afinal, eles já são um time estabelecido a algum tempo. Falando nisso, pra mim uma das melhores coisas do filme é justamente a química entre seus personagens, tanto nas cenas de luta, todas irretocáveis, quanto nos momentos descontraídos, as brincadeiras e piadas auto referentes são incríveis. Joss Whedon realmente acertou a mão no humor.

Relacionado: Primeira Crítica do Filme “Vingadores: Era de Ultron – SEM SPOILLER 

Relacionado: Segunda Crítica do Filme “Vingadores: Era de Ultron – COM SPOILLER 

Relacionado: Terceira Crítica do Filme “Vingadores: Era de Ultron – SEM SPOILLER 

No drama, porém, nem tanto. Os flashbacks não me tocaram, a morte dos pais dos gêmeos, Pietro e Wanda, que acabou por ser a motivação deles contra Stark, ficou exagerada. Já o fato do Gavião Arqueiro ser um pai de família me agradou, apesar de ter sido repentino e estranho no começo, isso acabou se desenvolvendo bem, assim como a questão dele ser “inútil” na equipe, como apontava parte do público. O discurso de Clint motivou Wanda a se tornar uma vingadora, respeito total. O romance entre Bruce Banner/Hulk e Natasha foi outro ponto forte, há toda uma questão “Bela e a Fera” entre os dois quando ela o acalma, e a aproximação dos dois deixa evidente o conflito de Bruce, que acaba por fugir no final do filme deixando uma brecha incrível: estaria ele indo para o espaço? Será que teremos Planeta Hulk? As possibilidades me animam.

Falando nisso, conseguiram deixar ganchos para outras produções sem exagerar na dose, louvável.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa: Ultron. O vilão que dá nome ao filme foi um pouco forçado, na minha opinião. Achei sua origem apressada e a motivação se perdeu, afinal, ele queria extinguir a humanidade ou provar que era melhor que o Homem de Ferro? Seria apenas uma rebeldia de um filho contra seu pai? De qualquer maneira, não senti muita ameaça nele, não! Quero dizer, numericamente sim, com tantos robôs na tela, mas quando ele discursava não inspirava medo.

Em contrapartida, os outros personagens apresentados me conquistaram. O Mercúrio ficou tão diferente da versão da Fox que eu o considero outra pessoa, e isso é bom. Aliás, o Aaron Taylor Johnson está diferente dele mesmo no filme, adorei o sotaque e a caracterização, assim como as piadas entre ele e o Gavião, e tenho que dizer: a cena de sua morte me emocionou. Impossível também não ficar tocado com a dor da Wanda! Elizabeth Olsen mostrou a que veio com uma atuação impecável, destaque pra sutileza dela olhando pro Visão, acho que sabemos o que vem por aí. Ah, o Visão! Creio que ele é a melhor coisa do filme, eu poderia dar mil justificativas do porquê, mas isso fica resumido em um momento: quando ele pega o martelo do Thor! O cinema simplesmente foi ao delírio nessa parte: valeu o ingresso.

Gostei do fato da destruição ter saído de NY, nada a ver terem que reconstruí-la de novo. A estratégia de tirarem a população da cidade foi genial, o que também rendeu alguns momentos comoventes.

Por fim, temos a volta da Shield, ou melhor, “do que ela deveria ser”, e um vislumbre dos Novos Vingadores sendo treinados pelo Capitão América e Viúva Negra, pura euforia!

Resumindo: se formos analisar muito encontraremos erros bobos? Sim! Porém eles são irrelevantes. Todos nós já sabemos o estilo da Marvel, que Vingadores é um filme pipoca, pra divertir. E eles enchem a tela com excelência mais uma vez. Prendem a atenção, empolgam, entregam tudo o que os fãs querem ver e um pouco mais. Dão um verdadeiro show, fazendo com que o expectador saia do cinema não menos que satisfeito e com um gostinho de quero mais e, para minha felicidade, ainda tem muito mais!”

PS: Esperava uma cena pós créditos melhor, já era sabido que o Thanos será a ameaça do terceiro filme. Mas se fosse mesmo importante colocar, que fizessem duas cenas, essa e uma outra introduzindo um novo personagem…

LOJA DC 4
Comments