Connect with us

cinema

Impressões do filme “Vingadores: Era de Ultron” Por: Ana Carolina Dall’ Piaggi

Avatar

Published

on

O filme já começa com o “pé na porta” numa cena de ação megalomaníaca, para a alegria geral no cinema. A equipe número 1 de super heróis está de volta ao combate! Mas dessa vez é diferente, fica perceptível que o nível aumentou, pois a interação entre eles é muito melhor, afinal, eles já são um time estabelecido a algum tempo. Falando nisso, pra mim uma das melhores coisas do filme é justamente a química entre seus personagens, tanto nas cenas de luta, todas irretocáveis, quanto nos momentos descontraídos, as brincadeiras e piadas auto referentes são incríveis. Joss Whedon realmente acertou a mão no humor.

Relacionado: Primeira Crítica do Filme “Vingadores: Era de Ultron – SEM SPOILLER 

Relacionado: Segunda Crítica do Filme “Vingadores: Era de Ultron – COM SPOILLER 

Relacionado: Terceira Crítica do Filme “Vingadores: Era de Ultron – SEM SPOILLER 

No drama, porém, nem tanto. Os flashbacks não me tocaram, a morte dos pais dos gêmeos, Pietro e Wanda, que acabou por ser a motivação deles contra Stark, ficou exagerada. Já o fato do Gavião Arqueiro ser um pai de família me agradou, apesar de ter sido repentino e estranho no começo, isso acabou se desenvolvendo bem, assim como a questão dele ser “inútil” na equipe, como apontava parte do público. O discurso de Clint motivou Wanda a se tornar uma vingadora, respeito total. O romance entre Bruce Banner/Hulk e Natasha foi outro ponto forte, há toda uma questão “Bela e a Fera” entre os dois quando ela o acalma, e a aproximação dos dois deixa evidente o conflito de Bruce, que acaba por fugir no final do filme deixando uma brecha incrível: estaria ele indo para o espaço? Será que teremos Planeta Hulk? As possibilidades me animam.

Falando nisso, conseguiram deixar ganchos para outras produções sem exagerar na dose, louvável.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa: Ultron. O vilão que dá nome ao filme foi um pouco forçado, na minha opinião. Achei sua origem apressada e a motivação se perdeu, afinal, ele queria extinguir a humanidade ou provar que era melhor que o Homem de Ferro? Seria apenas uma rebeldia de um filho contra seu pai? De qualquer maneira, não senti muita ameaça nele, não! Quero dizer, numericamente sim, com tantos robôs na tela, mas quando ele discursava não inspirava medo.

Em contrapartida, os outros personagens apresentados me conquistaram. O Mercúrio ficou tão diferente da versão da Fox que eu o considero outra pessoa, e isso é bom. Aliás, o Aaron Taylor Johnson está diferente dele mesmo no filme, adorei o sotaque e a caracterização, assim como as piadas entre ele e o Gavião, e tenho que dizer: a cena de sua morte me emocionou. Impossível também não ficar tocado com a dor da Wanda! Elizabeth Olsen mostrou a que veio com uma atuação impecável, destaque pra sutileza dela olhando pro Visão, acho que sabemos o que vem por aí. Ah, o Visão! Creio que ele é a melhor coisa do filme, eu poderia dar mil justificativas do porquê, mas isso fica resumido em um momento: quando ele pega o martelo do Thor! O cinema simplesmente foi ao delírio nessa parte: valeu o ingresso.

Gostei do fato da destruição ter saído de NY, nada a ver terem que reconstruí-la de novo. A estratégia de tirarem a população da cidade foi genial, o que também rendeu alguns momentos comoventes.

Por fim, temos a volta da Shield, ou melhor, “do que ela deveria ser”, e um vislumbre dos Novos Vingadores sendo treinados pelo Capitão América e Viúva Negra, pura euforia!

Resumindo: se formos analisar muito encontraremos erros bobos? Sim! Porém eles são irrelevantes. Todos nós já sabemos o estilo da Marvel, que Vingadores é um filme pipoca, pra divertir. E eles enchem a tela com excelência mais uma vez. Prendem a atenção, empolgam, entregam tudo o que os fãs querem ver e um pouco mais. Dão um verdadeiro show, fazendo com que o expectador saia do cinema não menos que satisfeito e com um gostinho de quero mais e, para minha felicidade, ainda tem muito mais!”

PS: Esperava uma cena pós créditos melhor, já era sabido que o Thanos será a ameaça do terceiro filme. Mas se fosse mesmo importante colocar, que fizessem duas cenas, essa e uma outra introduzindo um novo personagem…

Advertisement
Comments

cinema

Your Name | Adaptação live-action encontra seu diretor

Longa irá adaptar o anime lançado em 2016 no Japão.

Avatar

Published

on

E a adaptação com atores reais de Your Name (Kimi no Na wa) enfim encontrou seu diretor: segundo o Deadline, o cineasta Lee Isaac Chung (Minari) foi o escolhido pela Paramount para escrever e dirigir o longa. Chung irá trabalhar a partir de um roteiro escrito por Eric Heisserer (A Chegada).

JJ Abrams (Star Wars) será um dos produtores – por meio da sua produtora, a Bad Robot – juntamente com Genki Kawamura, que produziu a animação original. A Toho cuidará da distribuição do filme no Japão, enquanto que a Paramount será responsável em todos os outros territórios.

Nesta versão reinventada do anime, dois adolescentes descobrem que estão trocando de corpo de maneira mágica e intermitente. Quando um desastre ameaça destruir suas vidas, eles devem viajar para encontrar e salvar seus respectivos mundos. O longa animado foi lançado originalmente em 2016 e foi um dos grandes sucessos do cinema japonês na época, arrecadando US$ 303 milhões somente em seu país de origem.

Outras informações sobre a produção, como elenco ou início de gravações, não foram divulgadas até o momento. A data de lançamento do filme também não foi revelada.

O anime de Your Name está disponível na Netflix.

Continue Reading

cinema

Mulan pode ter arrecadado US$ 260 milhões com lançamento no Disney+

Dados de analistas apontam que 29% dos assinantes da plataforma adquiriram o longa.

Avatar

Published

on

Apesar das críticas recentes, algumas informações dão conta de que o Disney+ pode ter arrecadado uma bela quantia com a ida de Mulan para a plataforma via on-demand. Analistas relataram para o Yahoo! que cerca de 29% dos assinantes – no momento, por volta de 9 milhões de lares – adquiriram o longa no valor de 30 dólares. Assim, o remake poderia ter arrecadado US$ 261 milhões somente nos EUA.

Em comparação com filmes que entraram somente no circuito de cinemas tradicionais, a estratégia parece ter sido a mais acertada para a empresa: Tenet, o novo filme de Christopher Nolan, obteve US$ 29,5 milhões no mesmo período de tempo, por exemplo. Entretanto, a nova produção da Disney está com dificuldades em arrecadar uma boa bilheteria na China – um dos principais mercados para o lançamento. Na estreia em território chinês, onde os cinemas foram reabertos, o live-action somou somente US$23,2 milhões.

Roteirizado por Rick Jaffa, Amanda Silver, Elizabeth Martin e Lauren Hynek, a produção comandado pela diretora Niki Caro (Encantadora de Baleias) tem a atriz chinesa Liu Yifei na versão em carne e osso da protagonista. Jet Li (Os Mercenários) é o Imperador da China, enquanto que Donnie Yen (Rogue One) interpreta Tung – um mentor e professor da heroína – e Gong Li (Memórias de Uma Gueixa) encarna uma nova vilã feiticeira. Utkarsh Ambudkar, de A Escolha Perfeita, e Ron Yuan (Marco Polo) também estão no elenco.

Assim como no original, o épico irá mostrar a jornada da jovem destemida que se disfarça de homem para combater (no lugar de seu pai) os guerreiros vindos da Mongólia, que invadiram o norte da China. Entretanto, esta adaptação seguirá um tom mais sóbrio e ‘realista’ do que a animação, fugindo de elementos cômicos e musicais vistos neste último, o que despertou a ira de alguns fãs do desenho.

Mulan está disponível no Disney+ via on-demand.

Continue Reading

cinema

Filmagens de Batman foram retomadas no Reino Unido

Não há notícias, no entanto, de que Robert Pattinson voltou ao set.

Avatar

Published

on

Ao que tudo indica, as gravações de Batman foram retomadas no Reino, de acordo com informações obtidas pelo Deadline. As filmagens haviam sido interrompidas há 15 dias, quando Robert Pattinson – que protagoniza o longa – foi diagnosticado com o coronavírus. Não há, até o momento, notícias de que o ator se recuperou e está de volta ao set.

O novo filme, dirigido pelo cineasta Matt Reeves (Planeta dos Macacos), mostra o mascarado em seu segundo ano como vigilante e está tentando resolver uma série de assassinatos misteriosos. O elenco de Batman terá Pattinson no papel-título, Zoë Kravitz  (Big Little Lies) como a Mulher-Gato, John Turturro (de O Grande Lebowski e Transformers) como o mafioso Carmine Falcone e Paul Dano (Sangue Negro) como o vilão Charada. Jeffrey Wright, o Bernard de Westworld, será o Comissário James Gordon, Colin Farrell (Dumbo; Animais Fantásticos) como Pinguim e Andy Serkis (Pantera Negra) viverá Alfred Pennyworth, mordomo e tutor do bilionário Bruce Wayne.

Batman chega aos cinemas em 2021.

Continue Reading

Parceiros Editorias