Connect with us

cinema

Homem de Aço 2 pode acontecer se versão de Zack Snyder para Liga da Justiça fizer sucesso, aponta rumor

Segundo youtuber, Warner também estaria pensando num segundo filme para a equipe de heróis.

Avatar

Published

on

A divulgação de que a versão de Zack Snyder para Liga da Justiça vai ser lançada na HBO Max mexeu com o mundo do cinema e do Universo DC na última semana, gerando diversas informações e, como de praxe, especulações e controvérsias.

Segundo a escritora e youtuber Grace Randolph – cujo currículo tem os roteiros das HQs Liga da Justiça Sem Limites e X-Men: Nação X – há jornalistas que trabalham para deslegitimar esta nova versão do filme, mesmo após a sua confirmação. Por meio de sua conta no Twitter, Randolph diz que pessoas que não faziam parte da história, uma vez que jamais acreditaram nela, estão hoje tentando se inserir no meio dela, mesmo que ainda tenham um “ódio irracional” sobre a produção.

Mesmo sem comprovação, Grace afirma que o contrato de atores foi estendido (ela não diz com qual parte do elenco isso foi firmado) e que a notícia de que as refilmagens não vão acontecer é mentira. Além disso, revela o projeto pode sim derivar em mais dois filmes: um novo (e inédito) filme da Liga da Justiça e a sequência de Homem de Aço

“Esta história de ‘não refazer cenas’ não é verdadeira. Disseram pra mim que os contratos do elenco foram estendido. Algumas pessoas só querem se inserir na história, uma vez que nunca acreditaram nela e trabalharam contra. O ‘Snyder Cut’ está finalmente acontecendo, mas o ódio irracional por ele não desapareceu subitamente.”

“Até o The Hollywood Reporter disse sobre a fotografia adicional. Eu ouvi de outra fonte que a WB quer que Snyder coloque coisas no para configurar um Homem de Aço 2 e Liga da Justiça 2 para que, se for um grande sucesso, eles possam avançar. 

Vamos ver se isso acontece, mas é isso que WB está pensando.”

A afirmação da youtuber vai contra o que foi divulgado anteriormente por outro grande jornalista da área de cultura pop, Umberto Gonzalez (o primeiro a dizer que o filme foi exibido para executivos da WarnerMedia no começo do ano). Na ocasião, ele disse em seu podcast que esta nova edição do filme da Liga não iria conter refilmagens e não influenciaria em outros filmes da DC no cinema, além de encerrar de vez a participação de Snyder na franquia. Nem os executivos da Warner nem o diretor comentaram até o momento sobre o assunto.

Ainda não está claro qual será a forma de como será exibida o projeto. Para finalizar a visão do diretor, o estúdio entregou cerca de US$20-30 milhões para que pudesse trazer de volta o elenco original e assim gravar novas linhas de diálogo. Além disso, a produção pode chegar tanto em uma versão de longa-metragem ou então no formato de uma minissérie em seis partes.

Afastado do filme por conta do suicídio da sua filha, Zack e sua esposa Deborah Snyder – que também produziu o longa – não chegaram a finalizar totalmente o projeto. Joss Wheldon, diretor de Vingadores e Vingadores: Era de Ultron, foi chamado pela Warner para refilmar boa parte da produção, mudando assim acontecimentos previstos no roteiro original do filme, assim como refazer cenas importantes da trama. Snyder revelou recentemente que jamais viu a versão que saiu para o cinema, sempre dando a entender que gostaria de exibir ao público a sua visão dos heróis.

Liga da Justiça recebeu críticas mistas da mídia especializada na época de seu lançamento, com destaque positivo às atuações de Gal Gadot (Mulher-Maravilha) e Ezra Miller (Flash), as sequências de ação e os efeitos visuais, enquanto que o enredo, a narrativa, o ritmo, o vilão e o excessivo uso de efeitos especiais foram recebidos de forma negativa. Arrecadando mais de US$ 657 milhões mundialmente, sendo assim o décimo quarto longa-metragem de maior bilheteria daquele ano, ficou abaixo das expectativas do estúdio (com perdas estimadas entre US$ 50 e US$ 100 milhões) e é o título de menor receita do então universo estendido da DC Comics no cinema.

Liga da Justiça: Snyder Cut chega em 2021 na HBO Max.

Advertisement
Comments

cinema

Prévia de Esquadrão Suicida 2 será revelada no DC Fandome

James Gunn anunciou em seu Twitter que uma prévia será revelada no evento da DC ainda esse mês.

Avatar

Published

on

Esquadrão Suicida

O diretor James Gunn confirmou que uma prévia de The Suicide Squad ganhará uma prévia no evento DC Fandome, que acontece dia 22 de agosto e trará diversas novidades da DC. Através de seu Twitter o diretor disse que a feira será emocionante.

James ainda confirmou que o longa não teve qualquer interferência da Warner, ou seja, é um filme 100% dele, o que não vimos em Liga da Justiça e em diversos outros filmes da DC, no qual a Warner sempre se metia e acabava deixando os filmes piores, isso segundo alguns diretores.

O novo longa usará alguns personagens do primeiro filme, que foi dirigido por David Ayer, mas não terá tantas conexões com o primeiro filme que foi um verdadeiro fiasco. O novo Esquadrão Suicida deve se inspirar nas HQs do grupo na década de 1980, escritas por Jon Ostrander e Kim Yale.

The Suicide Squad deve chegar em 6 de agosto de 2021, já o evento DC Fandome acontece dia 22 e promete trazer novidades de The Batman, WW 84, a versão Snyder Cut de Liga da Justiça e muito mais.

Continue Reading

cinema

Nova comédia da Netflix Missão Pijamas ganha trailer

Comédia original da Netflix ganha trailer.

Avatar

Published

on

Nova comédia original da Netflix ganhou um trailer na manhã desta quarta-feira (5) e traz Joe Manganiello e Malin Akerman. O longa será uma mistura de ação com muita comedia, é o que podemos esperar pelo menos.

Dois irmãos descobrem que sua mãe super protetora é uma ladra altamente treinada que foi convocada para um último trabalho arriscado. Então eles decidem partir em uma missão noturna para salvá-la. 

Missão Pijamas chega dia 21 de agosto na plataforma de streaming Netflix.

Continue Reading

cinema

Disney+ chega à América Latina em novembro, incluindo o Brasil

Executivo revelou mais detalhes do lançamento da plataforma.

Avatar

Published

on

Depois de meses de rumores, a Disney enfim revelou quando o Disney+ – seu serviço de streaming – chegará à América Latina, incluindo o território brasileiro.

De acordo com a LABS, em reunião que detalha os ganhos da empresa durante o ano fiscal, o executivo Bob Chapek – CEO da empresa – confirmou que a plataforma será lançada no continente sul-americano em novembro de 2020.

Em menos de um ano de disponibilidade, a Disney+ alcançou o impressionante número de 57,5 milhões de usuários – somente 2,5 milhões a menos que o objetivo traçado pelo estúdio para 2024.

Apesar dos desafios impostos pela pandemia, seguimos crescendo com o incrível sucesso da Disney+“, disse Chapek. “O alcance mundial de nosso portfólio de serviços ‘direto ao consumidor’ agora passa dos 100 milhões (contando assinantes da Hulu e da ESPN+), uma marca significativa e comprovação da nossa estratégia DTC, que vemos como o futuro do crescimento da empresa“.

A plataforma, além de contar com diversos conteúdos clássicos da história da Disney, conta em seu catálogo com títulos originais como as séries The MandalorianO Falcão e o Soldado InvernalWandaVision e longas como A Dama e O Vagabundo e Noelle, além de se tornar uma alternativa para lançamentos afetados pelo COVID-19, como Artemis Fowl e Mulan.

Continue Reading

Parceiros Editorias