Connect with us
Avatar

Published

on

Já faz algum tempo que a Riot Games está soltando pequenas informações sobre a atualização do sistema de itens do jogo, mas no último Riot PLS, vídeos onde os desenvolvedores trazem informações sobre os planejamentos para o futuro do jogo, o assunto foi o futuro do sistema de itens, trabalhando com mais detalhes suas mudanças, assim como também foi falado sobre as ações que a Riot está tomando para lidar com comportamentos não adequado dos jogadores.

Basicamente, a ideia da Riot é dar um ar novo de frescor ao sistema de Itens, atualizando a interface da loja e favorecendo que se possa fazer um número maior que o atual de adaptações na build de um campeão de acordo com a situação de cada partida. Em outros momentos, a Riot já havia comentado de ter a percepção do jogo de que independente de como o jogo começava, diversos personagens sempre buildavam igual ao fim da partida, chegando sempre ao mesmo ponto. Para atingir as mudanças desejadas, a Riot está lançando uma nova classe de itens: Os itens místicos.

A divisão de itens atuais do LoL funciona da seguinte maneira: Itens básicos, que são aqueles que não possuem pré requisitos para ser montados; Itens avançados, que são aqueles que possuem pelo menos 1 item básico que pode ser comprado como pré requisito; e Itens Lendários, que são itens formados por outros itens básicos ou avançados e que não pode mais evoluir para nenhum outro item.

Os itens Místicos deverão ser itens mais poderosos que todos as outras classes, concedendo muito status para o jogador, mas com suas próprias regras de funcionamento: Você só pode ter um item místico de cada vez na partida (dá a entender que é possível vender ele e comprar outro caso seja desejado), portanto, deve ser escolhido com cuidado qual será montado em cada jogo. Além disso, cada item místico irá ter uma “passiva mística” que fortalece os itens lendários que o jogador possuir, trazendo mais status para eles, como defesa, resistência, velocidade de movimento, etc, a mais para cada item lendário possuído.

Na imagem da nova loja, podemos ver alguns ícones novos para itens já conhecidos

Além desses novos itens, todos os itens atuais do LoL passaram por uma revisão para averiguar seu impacto no jogo, se precisam de ter pequenas ou grandes modificações em seus efeitos. A previsão é de que 1/3 dos itens permaneçam inalterados (recebendo apenas novas artes para se adequar ao estilo artístico atual do jogo), 1/3 dos itens passe por modificações, e o último 1/3 seja excluído do jogo, com o espaço dos mesmos sendo ocupados por novos itens.

O novo design da loja também busca ser mais intuitiva e auxiliar o jogador com as melhores opções de acordo com quais oponentes estão enfrentando. O sistema vai evoluir a cada patch se baseando sempre nos itens usados pelos melhores jogadores do servidor para cada campeão.

Para conferir sobre essas mudanças e sobre as ações da Riot para lidar com comportamentos não adequados, confira o vídeo completo:

Essas mudanças devem estar em breve no servidor de teste PBE, e devem chegar na pré-temporada de 2021 nos servidores oficiais.

Psicólogo formado na Unesp, Lolzeiro e Caixista, basicamente, pior combinação do mundo.

Advertisement
Comments

e-Sports

Worlds 2020 | Estreia de MAD Lions e INTZ bate recorde de audiência

O dia também marcou o recorde entre Team Liquid e MAD Lions.

Avatar

Published

on

O jogo de estreia do mundial entre MAD Lions e INTZ chegou a marca de 928 mil pessoas assistindo simultaneamente, e esse número não leva em conta as plataformas orientais. Mesmo com a derrota da INTZ o público brasileiro marcou presença.

O clássico entre MAD Lions e Team Liquid bateu o recorde de todos os anos do jogo mais assistido no primeiro dia do mundial, e também foi o jogo mais assistido do dia, que teve a taxa de 1 milhão e 141 mil espectadores.

Ano passado a primeira partida teve um pico de 713 mil espectadores simultâneos, o que significa que de um ano para o outro o mundial teve um aumento de mais de 200 mil pessoas assistindo, número esse que não era registrado desde 2017.

O próximo jogo da INTZ será dia 28 de setembro as 07:00 horas da manhã

Continue Reading

e-Sports

Worlds 2020 | Unicorns of Love supera PSG e V3, R7 da a volta por cima

Não da pra dizer que o Mundial é um campeonato previsível. Por aqui, é tudo com muita emoção.

Alexia Menezes

Published

on

unicorns of love

O segundo dia do Mundial de 2020 pegou fogo neste sábado (26). Com mais uma derrota para a equipe brasileira e uma virada extraordinária da equipe Rainbow7 que perdeu o primeiro jogo do dia mas mostrou que ainda está na luta obliterando a LGD Gaming. Confira o que rolou:

1º Jogo: V3 1-0 Rainbow7

O primeiro jogo do dia foi entre a R7 que já estava um pouco abalada com a derrota de ontem, e a V3 Esports soube aproveitar para fazer com que seu jogo fechasse da forma mais rápida possível. E não tiveram problemas para isso, a V3 limpou os objetivos e manteve toda a pressão em cima do inimigo com o Raina e seu Sett absurdo, levando a vitória para sua estreia no Mundial.

2º Jogo: Papara SuperMassive 1-0 INTZ

O segundo jogo do dia deixou o gosto amargo para a INTZ. Com erro acima de erro, o time turco não teve nenhuma dificuldade para fechar sua vitória para cima dos intrépidos. Você pode ler mais sobre como foi o jogo da INTZ aqui.

3º Jogo: Unicorns of Love 1-0 V3

No terceiro jogo do dia, o time europeu estreou com uma vitória em cima da V3 em um atropelo. Com o Nomanz e seu Kassadin, a UoL não deixou espaço para a equipe inimiga crescer. Vencendo teamfights absurdas e abusando dos erros da V3, os unicórnios construíram sua vitória com um placar de 30 a 10, em pouco mais de 28 minutos.

4º Jogo: Rainbow7 1-0 LGD Gaming

O quarto jogo foi surpreendente. O early era todo da equipe chinesa, ganhando trocas e conquistando espaço no mapa e objetivos. Mas alguns erros fizeram com que a LGD ficasse vulnerável tempo suficiente para que a R7 virasse as lutas e tomarem os objetivos para si. De forma inesperada, ainda mais depois das derrotas de ontem contra a PSG e de hoje contra a V3, Aloned deu um show com sua Orianna e mostrou que eles ainda estão procurando espaço dentro do grupo, concluindo o jogo com sua primeira vitória da campanha.

5º Jogo: Unicorns of Love 1-0 PSG Talon

Mais uma vez o time europeu deu um show e levou a vitória para a conta. No quinto jogo,a Unicorns of Love mostrou para a PSG que estava até agora com saldo positivo na estreia do Worlds, que não veio para brincar. Com lutas bem encaixadas e com o Hecarin absurdo do Ahahacik, que levou o MVP da partida, roubando todos os objetivos e garantindo um jogo tranquilo para seu time, a PSG não fez nada a não ser assistir ao jogo e tentar segurar o máximo possível.

6º Jogo: Papara SuperMassive 1-0 MAD Lions

O sexto jogo do dia começa com um early equilibrado, as duas equipes seguem de forma metódica, sem tentar grandes jogadas e esperando sempre um engage do caçador. Objetivos fechados, a SUP acelerou o jogo, rotando o mapa e abusando do espaço que construíram nas rotas e alguns erros custaram o mid game da MAD, que foi o estopim para que a equipe turca levasse sua segunda vitória no dia.

7º Jogo: Team Liquid x Legacy Esports

O último jogo do dia começou bom para a TL, que teve um early positivo graças ao Broxah que já estava 3/0 em menos de 10 minutos de jogo, além do objetivo e nível na frente da Legacy. Em 28 minutos de jogo, a Liquid já o jogo em suas mãos, com um placar de 16 a 1 contra a LGC, eles fizeram uma última luta sem muita dificuldade e fecharam com a vitória.

Com os resultados dos jogos de hoje, as tabelas ficaram assim:

GRUPO ATimeJogosVitóriasDerrotas
1Legacy211
2Team Liquid220
3MAD Lions312
4SuperMassive220
5INTZ303
GRUPO BTimeJogosVitóriasDerrotas
1PSG Talon321
2Unicorns of Love220
3V3211
4LGD202
5Rainbow7212

A INTZ agora enfrenta a Team Liquid na segunda-feira às 7h e precisa vencer para não sair negativa da campanha. Os jogos do Worlds continuam amanhã, às 5h.

Continue Reading

e-Sports

Worlds 2020 | INTZ é atropelada pela SuperMassive e amarga outra derrota

INTZ comete muitos erros básicos e amarga derrota contra Turcos

Avatar

Published

on

Após sofrer dois reveses na estreia, a INTZ enfrentou a Papara Supermassive no segundo dia da fase de entrada do Mundial.

No primeiro dia a equipe intrépida não demonstrou partidas ruins, na verdade, em ambos os jogos a equipe demonstrou bastante força e convenceu que poderia ter vencido os jogos, porém erros pontuais e críticos custaram caro e complicaram a situação brasileira.

A Supermassive, tradicional rival turca dos brasileiros, não havia jogado ainda no Worlds, e teve a sua estreia contra o time brasileiro, sendo a única equipe do grupo que ainda não havia jogado. Confira a baixo como foi esse jogo:

6:00H – INTZ X Papara Supermassive: Vitória da Papara Supermassive

MVP da partida: Armut – Shen (10/0/6)

A partida começou veloz, com a Supermassive garantindo o first blood bastante cedo em gank forte de KaKAO com seu Hecarim em cima do Renekton de Tay. Shini, que estava de Nidalee, não deixou barato e em sequência gankou a Lulu mid de Bolulu para garantir uma kill para a equipe brasileira também.
A INTZ, como foi característico nos seus jogos até agora, garantiu um bom controle de mapa no início e conquistou o primeiro dragão. Pouco tempo depois, a equipe brasileira também conquistou o primeiro arauto, mas na sequência foi cercada pelos adversários e tentou apenas fugir, mas acabou perdendo três membros no processo.
O jogo parecia tranquilo, porém perto dos 11 min de jogo a INTZ tentou um dive com os 5 jogadores em cima do Shen de Armut, dando completamente errado e o topo da Supermassive saindo com 2 abates, estando já 5/0 na partida. A jogada desastrosa ainda resultou em dar espaço para os Turcos fazerem o dragão.
O começo ruim de partida custou caro, e a INTZ não só perdia espaço de mapa como não conseguia realizar pick offs devido a grande quantidade de recursos defensivos da Supermassive. Ainda assim, a equipe brasileira conseguiu buscar recursos no mapa e o segundo arauto.
Na primeira grande luta do jogo, se viu o que se esperava devido as composições. O dano da INTZ era completamente anulado pelo combo de Shen, Lulu e Senna, fazendo com que a Supermassive saísse com 2 abates sem praticamente perder vida e a alma das nuvens na sequência.
A supermassive atropelava a INTZ sempre que queria, e dessa forma, quando quis, garantiu o Barão, o Stomp e o jogo.

Enquanto no primeiro dia tivemos boas apresentações acompanhadas de erros específicos e individuais, nesse jogo o que vimos foi a INTZ como time muito abaixo do que se espera de uma equipe no mundial, sofrendo um Stomp que a complica demais na tabela. Agora só resta a partida contra a Team Liquid, sendo provavelmente um jogo difícil, que a INTZ vai precisar ir até além de seu 100% para conseguir a vitória e sonhar com uma tentativa de classificação.

A INTZ agora enfrenta a Team Liquid às 7 horas do dia 28.

Continue Reading

Parceiros Editorias