Connect with us
Mylla Martins de Lima

Published

on

Não é todo mundo que se aventura nos caminhos do horror, afinal muitos não querem dar asas à imaginação no cair da noite, não é? Contudo, há quem se divirta com a situação, sentindo prazer no medo, no arrepio.

A listagem abaixo é para quem é curioso e não conhece muito sobre o mundo espiritual, para quem deseja conhecer os mestres do gênero, para quem gosta dos clássicos e também para quem quer conhecer algo novo… enfim, é para todos aqueles que tem coração forte e não se importam com aquela sombrinha que se mexe na frestinha de sua porta às três da manhã. Agora vocês estão por sua conta e risco… Boa Sorte!

1. Hellraiser

É um dos contos de Clive Barker que foi publicado pela primeira vez em 1986. Aqui no Brasil foi impresso pela DarkSide Books em uma edição linda, de capa dura e material que lembra o couro.

O livro conta a história de Frank Cotton, um homem egoísta que buscava novos tipos de prazeres carnais, pois, segundo ele, já teria experimentado todos que existiam. Ao escutar sobre a configuração dos Lemarchand, uma antiga caixa quebra-cabeça, que diziam abrir portas para uma outra dimensão no intuito dos prazeres, o homem curioso consegue o objeto e o desvenda. Para sua surpresa, em vez de lindas mulheres, o que sai da caixa são os Cenobitas, membros de uma ordem religiosa que cultua o sadomasoquismo.

2. O Exorcista

Resultado de imagem para o exorcista livro harper collins

O romance aterrorizante que deu origem ao filme que traumatiza fãs até hoje foi escrito por William Peter Blatty, com sua primeira publicação em 1971. No Brasil, será relançado este mês pela editora Harper Collins, numa edição especial de capa dura e corte de folha verde.

O livro conta a história da trajetória da possessão de Regan MacNeil, uma menina de apenas 12 anos. Há quem afirme que o romance foi baseado em outro livro chamado Exorcismo, que conta a história do primeiro ato documentado do seu início.

3. Exorcismo

Resultado de imagem para exorcismo darkside

Escrito pelo jornalista Thomas B. Allen, esta é a obra real que, ao que tudo indica, serviu de inspiração para o fenômeno cinematográfico O Exorcista. Seu lançamento no Brasil foi feito pela DarkSide Books em 2016, numa edição que merece prestígio pela capa dura, relevo na cruz e, ao abrir, surpresa! Um tabuleiro OUIJA.

A história é passada em 1949, acontecendo dessa vez com um jovem de 14 anos chamado Robert Mannhein que brincava com seu tabuleiro OUIJA dado por sua tia de presente.

4. Série Ed & Lorraine Warren

Resultado de imagem para serei ed e lorraine warren livros

A trilogia conta os casos mais horripilantes que o casal já enfrentou. É mais um caso real publicado aqui no Brasil pela editora DarkSide Books direto de seus arquivos sobrenaturais.

Gerald Brittle, autor dessa obra, teve acesso especial aos documentos oficiais do casal, os quais incluem relato de poltergeist, casas assombradas e possessões demoníacas.

5. It – A coisa

Uma das obras mais famosas do Rei Stephen King, que foi publicada em 1981 e trazida para o Brasil só em 2014 pela SUMA, selo fantástico da Companhia das Letras.

As férias de Bill, Mike, Richie, Stan, Eddie, Ben e Beverly na cidade de Derry não foram as mesmas desde aquele verão, a primeira vez que viram o medo de perto sendo obrigados a enfrentar A Coisa. Vinte e sete anos depois daquilo, Mike, único ainda na cidade, avisa que o maligno voltou e ambos precisam acabar definitivamente com isso.

6. Edgar Allan Poe: Medo clássico 1 e 2

Resultado de imagem para edgar allan poe medo clássico

A DarkSide Books traz duas edições com o melhor do Medo Clássico em capa dura e detalhes dourados. A homenagem ao mestre do horror não poderia ser mais grandiosa sem a ajuda de Marcia Heloisa, tradutora, e Ramon Rodrigues, dono das xilogravuras encontradas durante os contos.

7. Lovecraft: Medo Clássico Vol.1

Resultado de imagem para lovecraft darkside

Aos adoradores do terror cósmico de H.P. Lovecraft, reconhecido como o sucessor de Edgar Allan Poe, a edição Miskatonic da DarkSide Books está incrível! Dentro do volume , além de contos, foram selecionados pelo historiador Clemente Penna, da Brown University, documentos e cartas escritos pelo autor. A obra conta com a tradução de Roman Mapa e a ilustração de Walter Pax.

8. O bebê de Rosemary

Resultado de imagem para livro o bebe de rosemary

Escrito por Ira Levin em 1969, o romance foi publicado no Brasil pela editora Amarilys. A história começa quando Rosemary e seu marido, o ator Guy, se mudam para um bairro onde aconteceram macabros incidentes ao longo da história. Tudo na vida do casal vai muito bem até a gravidez de Rosemary, que é quando seus vizinhos começam a tratá-la de maneira diferente.

9. O Iluminado

Resultado de imagem para o iluminado livro

Mais um clássico de Stephen King, seu primeiro best-seller, publicado aqui pela editora Suma. O romance de horror lançado originalmente em 1977 fala sobre Jack Torrance, um escritor aspirante e alcoólatra em recuperação que aceita o emprego de zelador no Hotel Overlook. Junto à sua esposa e seu filho Danny, o homem se muda para seu novo emprego, mas o que ele não sabe é que forças sobrenaturais que rondam o lugar estão preparadas para brincar com seu psicológico.

Doutor Sono, a sequência de O Iluminado, também foi publicado pela Suma (2014) e recentemente foi adaptado para o cinema. A estreia do filme está prevista para 8 de novembro.

10. HEX

Resultado de imagem para livro hex

Primeiro livro de Thomas Olde Heuvelt, um grande sucesso mundial. Hex veio para DarkSide Books mostrar que nem só de clássicos vive o gênero horror.

Abastecido da própria cultura holandesa, o livro conta a história do fardo dos habitantes de um pequeno vilarejo chamado Black Spring. Pequeno lugar, grandes segredos. Todos sabem que não se mexe com a bruxa. Não é à toa que seus olhos estão costurados e seus braços acorrentados.

11. 1977 – Enfield: Relatos sobrenaturais

Resultado de imagem para 1977 livro

Publicado em 2017 pela DarkSide Books, foi escrito por Guy Lyon Playfair, especialista em mediunidade.

A casa localizada no subúrbio de Londres, Green Street, n°284, desperta o medo e curiosidade a mais de 40 anos. Neste livro seguem relatos dos fenômenos paranormais que deixaram uma família em pânico. Essa é mais uma história baseada em fatos reais.

13. Medicina dos Horrores

Imagem relacionada

Contada por Lindsey Fizharris e publicada pela editora Intrínseca, o livro trata da história da cirurgia desde sua primeira aparição em XIX.

A autora transporta os leitores para anfiteatros lotados de curiosos para ver as primeiras operações, executadas sem higiene básica e em lugares abafados numa época em que era mais fácil sobreviver à guerra que à medicina.

13. O diário de Jack, o Estripador

Shirley Harrison analisa os conteúdos do diário do próprio serial killer e revela fotos das vítimas, mapas e textos em uma edição de luxo com capa dura republicada pela editora Universo dos Livros.

O Diário de Jack, o Estripador é uma investigação sobre a legitimidade tanto do diário de James Maybrick quanto o seu relógio, que foi encontrado com os dizeres “I am Jack” gravados no tampo externo.

14. O lado sombrio do Sítio

O Lado Sombrio do Sítio - André Vianco

Organizado por Felipe S. Mendes e André Vianco, o Lado sombrio do Sítio traz diversos autores brasileiros para mostrar um outro lado do mágico Sítio do Picapau Amarelo. A antologia foi lançada em agosto desse ano pela Lura Editorial e teve sessão de autógrafos na 19ª Bienal do Livro do Rio de Janeiro.

15. Bom dia, Verônica

Resultado de imagem para bom dia veronica

O livro foi republicado de capa nova contendo pela primeira vez o nome dos autores reais da obra após a revelação da identidade por trás de Andrea Killmore em plena Bienal do Livro Rio 2019. Bom dia, Verônica é mais um sucesso de edição da DarkSide Books. Ele foi escrito por Ilana Casoy e Raphael Montes.

A história gira em torno de Verônica Torres, que é escrivã da polícia, mas que acaba enveredando uma investigação no que era para ser um dia comum. Contudo ele muda de figura devido a dois acontecimentos inesperados. Primeiro o suicídio presenciado por ela e em seguida a ligação de uma mulher implorando pela vida. Verônica agarra os dois casos, mas a investigação começa a sair de seu controle e a deixa cara a cara com o pior lado do homem.

Advertisement
Comments

Resenha

João e Maria

Livro: o prestigiado Neil Gaiman e o incrível Lorenzo Mattotti se encontram para recontar um clássico.

Mylla Martins de Lima

Published

on

Capa Cabana do Leitor

João e Maria é uma adaptação de um dos contos dos Irmãos Grimm feita por Neil Gaiman e ilustrada por Lorenzo Mattotti. O livro foi trazido para o Brasil através da editora Intrínseca em 2015.

Embora todos conheçam a história, revisitá-la vale muito a pena, pois um olhar menos infantil acaba tornando tudo mais chocante. As ilustrações de Lorenzo fazem com que essa experiência seja ainda mais tensa, enquanto a escrita de Gaiman apresenta toques pessoais muito sutis.

Não houve mudanças extremas durante a narrativa e o clássico só ganhou olhares mais maduros, sem interferir na personalidade dos personagens. O foco é na crueldade dos pais e da ”bruxa”, que sofre uma repaginada e é apresentada em uma versão mais realista, sem muita fantasia e misticismo, como uma senhora canibal e exploradora. Reler desse ponto de vista é realmente perturbador.

“As crianças dormiam em montes de feno. Os pais, em uma cama antiga que pertencera à avó do lenhador. João acordou no meio da noite com uma dor aguda e vazia na barriga, mas não disse nada, porque sabia que tinha pouca coisa para comer. Ele manteve os olhos fechados e tentou voltar a dormir. Quando dormia, não sentia fome”

Um lenhador e sua esposa com dois filhos vivem em uma cabana muito próxima à floresta. Apesar do estilo de vida humilde, sem qualquer tipo de luxo e muito trabalho braçal do homem, a comida nunca faltou. Foi quando a guerra se instaurou no local que veio a escassez, e com ela, a fome.

João foi quem ouviu os planos da mãe de ”esquecê-los” na floresta, pois seria mais fácil sobreviver dois que quatro. Essa é uma das cenas enfatizadas por Gaiman. Apesar de contestar de primeira, o pai logo se cala, mostrando-se submisso à loucura da mulher, levando seus filhos para um ”passeio” assim que acordaram.

”Somos quatro — disse a mãe. — Quatro bocas para alimentar. Se continuarmos assim, vamos todos morrer. Sem as bocas a mais, eu e você teremos chance.

[…] — Se você não comer —  respondeu a mulher — , não vai conseguir brandir o machado. E, se não conseguir cortar uma árvore ou levar lenha para a cidade, todos morreremos de fome. É melhor morrerem dois do que quatro. É só questão de matemática, uma questão de lógica”

O final desse conto todos já devem saber, mas o desenrolar dela pelas palavras de Gaiman é realmente impressionante, destacando as horas de medo e descrença, como é o caso da argumentação tão fria da mãe que convence seu marido a sacrificar seus filhos em troca de sua própria sobrevivência.

Nas últimas páginas do livro, uma contextualização do conto ao longo do tempo é feita. É muito interessante a causa de sua transformação! A crueldade não se restringe à ficção, já que no medievo, durante a Grande Fome, famílias simples como a do livro, costumavam abandonar seus filhos ou pior, alimentarem-se da carne deles. A prática de canibalismo era muito comum nesse período.

Essa edição é muito bonita e sua ilustração a torna ainda mais incrível, dando um clima medonho ao que já faz parte de um cenário de horror, mas que a mente inocente infantil não entendia.

Um presente aos fãs de Gaiman e um convite para aqueles que não conhecem o autor.

Continue Reading

HQs

Resenha | Aprendendo a cair

Uma belíssima grafic novel comovente e com diálogos sem filtro.

Mylla Martins de Lima

Published

on

A editora Nemo acaba de lançar mais uma HQ emocionante contada do ponto de vista de um jovem com necessidades especiais. Escrita pelo alemão Mikael Ross, esse quadrinho é tão profundo quanto a história por trás dele.

Aprendendo a cair tem sua origem no aniversário de 150 anos da Fundação Evangélica Neuerkerode, que gere uma cidade pequena composta por cidadãos que, em sua maioria, sofrem de algum tipo de transtorno mental. O mais interessante em meio a toda essa novidade é que essas pessoas, mesmo com suas peculiaridades, possuem uma vida como de qualquer outra, com seus empregos, lazeres e afazeres.

O quadrinho foi encomendado para Mikael em comemoração a essa data tão especial, e o mesmo levou muito a sério, morando durante um certo período no local para entender a vida dessas pessoas e o cotidiano de cerca de 800 habitantes. Feita sua pesquisa de campo, a história levou mais dois anos e meio para ser finalizada e terminar nessa edição incrível, com uma história tão cativante, que deixa o leitor morrendo de vontade de viajar para conhecer as personalidades tão fofas e engraçadas mencionadas na narrativa.

A grafic novel foi lançada na Alemanha em 2018, e um ano após sua publicação, a mesma foi a vencedora do maior prêmio de quadrinhos local, o Maz und Moritz, entregue durante a Mostra Internacional de Quadrinhos de Erlangen, feita a cada dois anos.

A história de Aprendendo a cair é contada pela perspectiva de Noel, um menino que ama AC/DC e sonha em tocar guitarra. Com a morte repentina de sua mãe, e sem seus familiares por perto, sua vida sofre uma grande mudança e ele acaba tendo de ir para longe de Berlim, morar em Neuerkerode.

Nesse centro de cuidados, o menino conhece outras pessoas como ele e, mesmo sendo a primeira vez que Noel fica longe de sua mãe, ele se diverte, faz amizade e até se apaixona… por ser tudo muito novo, cada dia da vida do menino é muito intensa! As suas descobertas são contadas em poucas páginas, fazendo os capítulos ficarem bem curtos e facilitando a degustação do público.

A arte dessa obra é apaixonante! A edição é toda colorida, feita com muito carinho e capricho, como tudo da editora. As ilustrações têm traços muito particulares, usando marcadores e lápis de cor para dar textura na finalização. Não poderia ter ficado melhor ou combinado mais com os personagens e o tom como o autor quis narrar a trama.

Aprendendo a cair é uma história de superação, que diverte, encanta com personalidades inesquecíveis e humor bem leve e aquece o coração de quem lê. A HQ arranca sorrisos de forma bem natural e por quadros bem simples.

Os diálogos engraçados de Noel e seus amigos juntos à arte maravilhosa tornam essa HQ incrível. Ela merece um espacinho na estante de cada um.

Continue Reading

Livros

Novo livro de J. K. Rowling coloca travesti como serial killer

No Twitter a reação foi imediata, a tag #RIPJKROWLING está em alta logo apos a divulgação da critica do livro no site inglês The Telegraph.

Avatar

Published

on

By

Uma crítica publicada no site The Telegraph coloca mais fogo na situação já delicada que a autora de sucesso J. K. Rowling está vivendo com os defensores de direitos humanos de pessoas vulneráveis, principalmente da comunidade LGBT, mais especificamente com transsexuais.

O livro Troubled Blood, que faz parte da série policial escrita pela escritora, é a quinta parte da série de J. K. Rowling que continua a narrar a prolongada relação entre Cormoran Strike e Robin Ellacott.

O cerne do livro é a investigação de um caso arquivado: o desaparecimento da garota de programa Margot Bamborough em 1974, considerada uma vítima de Dennis Creed, um serial killer travesti. O crítico do site ainda questiona sobre a ideia que a autora teve ao determinar que uma pessoa trans seria o vilão da sua historia.

Pergunta-se o que os críticos da posição de Rowling sobre questões trans farão de um livro cuja moral parece ser: nunca confie em um homem de vestido

No Twitter a reação foi imediata, a tag #RIPJKROWLING esta no em alta logo após a divulgação da crítica do livro no site inglês The Telegraph.

Troubled Blood não tem ainda uma data para ser lançado no Brasil.

Continue Reading

Parceiros Editorias