Connect with us

cinema

Millennium: A Garota na Teia de Aranha “Faltou ferocidade”

Tassiana Chagas

Published

on

Em Estocolmo, a hacker profissional Lisbeth Salander (Clare Foy) vive uma vida reclusa após se tornar conhecida nas reportagens da revista “Millenium” escritas pelo jornalista Mikael Blomkvist (Sverrir Gudnason). Ela é descrita como uma anti-heroína, que ataca sem piedade homens que agridem mulheres.

Um dia, Lisbeth é contratada pelo cientista Frans Balder (Stephen Merchant) para roubar o programa de computador – “Firefall” – desenvolvido por ele em parceria com o governo norte-americano, que dá acesso a um poderoso arsenal bélico. Por considerá-lo muito perigoso, Balder quer deletá-lo e assim proteger sua vida e de seu filho. Lisbeth aceita a tarefa e consegue roubá-lo da Agência de Segurança Nacional, mas não esperava que uma perigosa sociedade secreta também estivesse interessada no programa.

A trilogia policial “Millenium” foi escrita pelo jornalista sueco Stieg Larsson, morto devido um infarto fulminante em 2004. A trilogia foi composta por: “Os Homens que Não Amavam As Mulheres”, “A Menina Que Brincava com o Fogo” e “A Rainha de Castelo do Ar”.

Em 2013, o escritor sueco David Langercrantz foi convidado pela editora a assumir a continuação da série ignorando os manuscritos deixados por Stieg com sua companheira. O quarto livro da série “A Garota na Teia de Aranha” foi publicado em 2015 e dois anos após, saiu o quinto livro “O Homem Que Buscava a Sua Sombra”.

A série foi adaptada para o cinema pela companhia sueca Yellow Bird, com a atriz Noomi Rapace no papel de Lisbeth Salander e Michael Nyqvist no papel de Mikael Blomkvist. Foi adaptada em uma versão hollywoodiana dirigida por David Fincher sob o título “A Garota com Tatuagem de Dragão”, onde Rooney Mara era Lisbeth e Daniel Craig fez Blomkvist, mas a versão hollywoodiana só fez adaptação do primeiro livro da série, antes de decidir pular direto para os volumes de Lagercrantz com “A Garota na Teia de Aranha”. Claire Foy (“The Crown”) assumiu o papel de Lisbeth, com Sverrir Gudnason como Blomkvist.

Apesar da nova versão de Fede Alvarez ser bem intencionada e Claire Foy fazer um bom trabalho em sua visão para a personagem Lisbeth, a história foi suavizada por demais para ter uma classificação indicativa mais baixa nos cinemas e ampliar a bilheteria. Enquanto o primeiro filme hollywoodiano trazia uma trama pautada na investigação policial, aqui é um filme de ação genérico focado no passado de Lisbeth Salander e sua ligação mal resolvida com o pai e a irmã.

O elenco original inteiro foi trocado com a nova direção de Fede Alvarez. Os personagens foram descaracterizados e tiveram a sua psicologia e construção mudadas: Lisbeth saiu da rebelde hacker profissional para uma quase 007 feminina. Mikael Blomkvist, descrito na sinopse original como um homem de meia idade, foi rejuvenescido, torna-se o galã da trama e se torna um observador das ações de Lisbeth. Sem contar o desperdício de tirar Vicky Krieps (“Trama Fantasma”) para gravar três cenas como coadjuvante.

Com mais de 80 milhões de cópias de livros vendidas ao redor do mundo, “A Garota na Teia de Aranha” é uma história paralela e não tem vínculo com a trilogia original. O novo autor, David Langercrantz, não soube manter as características dos primeiros livros. A nova versão do filme foi concebida como produto para ser um blockbuster seguindo os moldes de 007. Ao desenvolver o roteiro de forma burocrática, a direção insegura de Alvarez deixa visível que faltou ferocidade para apresentar uma teia de intrigas mais complexa e envolvente para o público.

Millennium: A Garota na Teia de Aranha esta em exibição nos cinemas.

Millennium: A Garota na Teia de Aranha

6.7

Roteiro

6.0/10

Direção

6.0/10

Fotografia

8.0/10

Pros

  • Roteiro inconstante

Estudante de Jornalismo. Foi na infância que se apaixonou por filmes. Acredito mais do que a sétima arte, o cinema foi feito para sonhar.

Advertisement
Comments

cinema

Jim Carrey diz que só faria O Máskara 2 com um diretor “visionário”

Jim Carrey é um dos atores mais queridos dos últimos tempos, muito disso se deve ao seu icônico papel no filme O Mascara.

Edi

Published

on

By

Jim Carrey é um dos atores mais queridos dos últimos tempos, muito disso se deve ao seu icônico papel no filme O Máskara.

Agora, mais recentemente, Jim fará icônico vilão Robotnik no novo filme do Sonic e em uma entrevista ao site ComicBook.com o ator respondeu se voltaria a fazer o papel de Stanley Ipkiss.

“Eu não acho que em termos de sequências e coisas assim, quero dizer, este [ Sonic ] é meio certo para isso, porque ainda não desenvolvemos o personagem [Dr. Eggman] completamente”, admitiu Carrey. ” Acho que o máscara depende de um cineasta. Depende mesmo de um cineasta. Não quero fazer isso apenas para fazer. Mas só faria se fosse um visionário maluco cineasta. Claro.”

O O Máskara foi lançado originalmente nos cinemas há mais de 25 anos e fo o primeiro papel importante da co-estrela Cameron Diaz.

Ele acrescentou: “Gostaria que fosse outro filme de personagem sobre uma pessoa que lida com poder absoluto. Todo o tema O Máskara era que todos dizíamos o que faríamos se tivéssemos poder absoluto, assim como Stanley Ipkiss. Quando obtemos poder absoluto, geralmente recorremos aos esforços mais mesquinhos e isso supera nossa natureza humana de usar o poder para o bem”

O que acha de O Máskara 2?

Millennium: A Garota na Teia de Aranha

6.7

Roteiro

6.0/10

Direção

6.0/10

Fotografia

8.0/10

Pros

  • Roteiro inconstante
Continue Reading

#OMG

Crítica: Modo Avião “passa uma mensagem de auto conhecimento “

Modo avião é um filme leve, romântico, engraçado, que tem seus momentos dramáticos, mas que acima de tudo passa uma mensagem de reconexão e auto conhecimento.

Mariana Franco

Published

on

Modo avião estrelado por Larissa Manoela estreou ontem (23) no catálogo da Netflix, o Cabana já assistiu e te conta tudo que você precisa saber antes de assistir.

A trama gira em torno de Ana e seu sério vício em celular e nas redes sociais. A garota é uma famosa Digital Influenciar que trabalha para Carola, dona de uma importante e influente empresa de moda e marketing digital, na qual Ana é a garota propaganda da marca juntamente com seu namorado Gil (Eike Duarte).

Ana posta tudo e cada coisa que ela faz, fala ou come durante 24 horas, 7 dias na semana, e depois da oitava batida de carro no mês por dirigir usando o celular, Ana é obrigada pela justiça a fazer um Detox digital total. Com isso, ela é enviada para a casa de seu avô Germano (Erasmo Carlos).

Um dos grandes pontos positivos do filme é sua ambientação, onde cada aspecto contribui para uma imersão muito bem feita: cenários, trilha sonora repleta de músicas nacionais e figurino deixam bem claro quando Ana está na cidade ou na fazenda. Você mergulha na história e se sente no corpo da protagonista.

Outro ponto bem explorado são os personagens secundários, que tem um bom tempo de tela e rapidamente conseguem o carinho do público, como Pedro (André Luis Franbach) que logo de cara se sente atraído pela garota vinda da cidade grande, ao contrário de sua irmã Júlia, a qual Ana tenta diversas vezes pegar o celular. Temos também Carola (Katiuscia Canoro) que se prova uma grande vilã.

Modo avião é um filme leve, romântico, engraçado, que tem seus momentos dramáticos, mas que acima de tudo passa uma mensagem de reconexão e auto conhecimento, nesses tempos onde nos preocupamos muito com a nossa aparência perante a sociedade quando deveríamos nos preocupar com a maneira que enxergamos a nós mesmos.

Modo Avião está disponível no catálogo da Netflix.

Millennium: A Garota na Teia de Aranha

6.7

Roteiro

6.0/10

Direção

6.0/10

Fotografia

8.0/10

Pros

  • Roteiro inconstante
Continue Reading

cinema

DC e Puma criam um novo tênis inspirado no filme Aves de Rapina

Saem as primeiras imagens do novo tênis da Puma inspirado no filme Aves de Rapina.

Isadora Meneses

Published

on

Falta muito pouco para o lançamento do novo filme da DC e Warner, Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa, e as empresas estão investindo fundo na divulgação do longa.

Com isso, a DC fechou uma parceria com a empresa Puma para a criação de um novo tênis edição especial inspirados nos looks da Arlequina em seu novo filme.

Na última quinta-feira, a ilustradora responsável pelo projeto, Jen Bartel, divulgou nas redes sociais as primeiras imagens desse novo produto. Além da caixa completamente estilizada, com o desenho da Margo Robbie como Arlequina, o tênis possui um cadarço inspirado nas faixas de isolamento da polícia, detalhes holográficos, furta cor e um pingente com o desenho do famoso martelo da personagem.

Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa chega aos cinemas no dia 6 de fevereiro.

Millennium: A Garota na Teia de Aranha

6.7

Roteiro

6.0/10

Direção

6.0/10

Fotografia

8.0/10

Pros

  • Roteiro inconstante
Continue Reading

Parceiros Editorias

error: Conteúdo Protegido