Connect with us

cinema

“Muito CGI mas pouca utilidade” Malévola

Edi

Published

on

LOJA DC 4

21057123_20131112192017072

Maleficent

Dirigido: Robert Stromberg

Com: Angelina Jolie, Elle Fanning, Sharlto Copley

Gênero: Fantasia

Nacionalidade: EUA

 

 

Malévola vai seduzi-lo com a nostalgia da Bela Adormecida, mas o que ainda assim é incrivelmente distorcido.

Em um nível intelectual, Malévola é um filme ofensivo. Ele não tem fé em sua bilheteria e ele nem sequer tenta esconder isso. Isso começa com uma narração que nos diz que podemos lembrar da historia da Bela Adormecida, mas que estamos errados. Não muito tempo depois disso, a narração horrível continua. Desta vez, ele está expressando exatamente o que o diretor Robert Stromberg tinha a intenção de retratar. Ele realmente fez o visual igualar a sua intenção soberba, mas a narração mostra que ele não tem fé que seu público vai conseguir entende-lá.

Malévola muda a perspectiva da historia da Bela Adormecida. Infelizmente essa ideia não é bem executada. Malévola não só muda a perspectiva da história, mas muitos elementos da história em si. No vácuo, isso ainda não seria ruim. Se Malévola estava simplesmente tentando ser uma adaptação da A Bela Adormecida que existia independente da animação de 1959, o filme teria se saído mais genuíno. Mas a narração é implacável em assegurar que esta é exatamente a mesma história, quando não é. Malévola é nada mais do que a nostalgia em manipulação desonesta.

Muitas das mudanças que são feitas, não fazem muito sentido.  Suas ações andam entre o bem e o mal mas sem muito nexo. Qualquer coisa que possa nós surpreender passam despercebidas ao público.

Mais uma vez, isso é algo que poderia, teoricamente, fazer mais sentido. Mas como como os Star Wars que se seguiram não contribuíram para o caráter de Darth Vader, Malévola não mostra por que contar a sua historia seria necessário. Ela é uma vilã tão mal resolvida, pura e fascinante, porque ela é apenas má. Não há realmente nada de bom sobre ela. Ela é temida por todos, não há nada de bom para nenhuma de suas ações e ela nem sequer ganhar muito por ser assim; ela é aparentemente apenas dessa forma por diversão. Se não fosse a Bela Adormecida, Malévola não seria tão interessante.

malevola-novo-trailer-musica-lana-del-rey1-922x620

Como muitos blockbusters atuais, Malévola é cheia de CGI. É engraçado que esta seja considerada a versão live action da adaptação anteriormente animada do conto clássico. Apesar de agora podermos misturar os humanos e a animação mais facilmente do que como na época de Space Jam e Uma Cilada Para Roger Rabbit , Malévola não é uma boa animação. Para alguns o filme é bem feito, mas há momentos em que parece horrível.

Seria fácil reescrever o filme completamente, mas o desempenho de Angelina Jolie faz com que alguma coisa aconteça. Ela é absolutamente surpreendente no papel principal e faz o filme ser assistível. A melhor cena do filme é a recriação da cena da maldição da Bela Adormecida. Se o resto do filme seguisse o tom da cena, o que se mostrou mais predominantemente em trailers e spots de TV, o filme teria sido muito melhor e a experiência mais comovente.

Edi on FacebookEdi on InstagramEdi on Twitter
Edi
Produtor, escritor nas horas vagas, administrador, editor e fundador do site CDL.
Comments