Connect with us

HQs

Quarteto Fantástico – Mulher Invisível ganhará uma HQ solo

Avatar

Published

on

Marvel Comics anunciou oficialmente uma nova série solo da Sue Storm-Richards, a Mulher Invisível (Invisible Woman).

A minissérie, escrita pelo Mark Waid (Vingadores, Doutor Estranho) e ilustrada pelo artista Mattia De Iulis (Jessica Jones), terá apenas cinco edições e promete “levar Sue em uma jornada que desvendar os segredos de seu passado da maneira mais surpreendente! “

Também foi revelado que a história reviverá uma época em que a Mulher Invisível estava em uma missão de espionagem como agente da SHIELD.

“Waid e Iulis vão se aprofundar no que Sue Richards faz – e até mesmo quem ela é – em seu próprio tempo, além de sua famosa família.”, disse o vice-presidente Tom Brevoort.

Invisible Woman #1 está marcada para lançar em Julho nas lojas de quadrinhos americanas.

Advertisement
Comments

HQs

X-Men – Novo culto adora mutantes como deuses

Pedro Augusto

Published

on

x-men

AVISO: O texto a seguir contém spoilers para Marauders # 3, de Gerry Duggan, Michele Bandini, Elisabetta D’Amico, Federico Blee, Cory Petit do VC e Tom Muller, à venda agora.

x-men

O Universo Marvel nunca se esquivou de ideias religiosas, especialmente no que se refere aos X-Men. Abertamente, mutantes explicitamente religiosos como Noturno e a mutante Dust trouxeram questões sobre religião, bem como histórias como Gods Love, Man Kills Force abordam outras ideias sobre esse conceito.

Mas agora, em Marauders #3(algo como os Marotos) revelaram que uma nova religião parece ter se formado em torno dos X-Men e dos outros mutantes de Krakoa, o que poderia causar alguns problemas sérios em um futuro não muito distante.

x-men

A história

Depois de chegar a Nova York para realizar negócios em nome da Hellfire Corporation, Sebastian e Shinobi Shaw seguem para o centro da cidade. Depois de serem recebidos por uma barreira militar que foi construída em torno do portal Krakoa Manhattan, os Shaws são seguidos por um misterioso grupo de pessoas. Eles não fazem nada, mas ficam no seu caminho. Também usam mantos X-Men pretos e amarelos, com os capuzes desenhados. Eles até parecem ter desenhado um grande X em seus rostos. Irritados com a recusa em mudar, os Shaw trabalham juntos e os explodem. Por trás de uma árvore, outra figura se revela – e elogia os Shaws, pois ele e seus amigos foram “vistos pelos deuses”

Como Shaw mais tarde explica a seu filho durante o jantar, os cultos se formaram em todo o mundo por causa das novas mudanças que aconteceram desde que Krakoa mudou dramaticamente os mutantes no mundo todo. Este não é um território novo para os X-Men, que há muito tempo lidavam com inimigos abertamente religiosos, como o Reverendo William Stryker e os Purificadores e humanos como os U-Men, que têm uma obsessão pela ideia de mutantes.

Novos deuses

No entanto, desta vez, esses cultos humanos são diferentes, porque eles não parecem odiar os mutantes. Ao contrário do clã Akkaba que se voltou contra o Apocalipse, esses cultos veem os mutantes como o próximo passo divino na evolução e começaram a tratar os X-Men como deuses. É sempre uma surpresa inesperada, mas agradável, quando seções da humanidade se mostram dispostas a trabalhar e conviver com mutantes, mas isso parece um animal completamente diferente.

x-men

Dado o quão geográfica e culturalmente Krakoa é isolado do resto do mundo, os mutantes já se sentem um pouco mais afastados da humanidade do que jamais estiveram antes. Com uma ilha paradisíaca distante e a capacidade de voltar da morte, além de seus poderes já impressionantes, muitas das coisas que fazem de Krakoa uma experiência mais positiva para os mutantes são provavelmente as mesmas razões pelas quais as pessoas os adoram. No entanto, essa adoração pode levar alguns dos mutantes da Marvel a uma direção mais sombria. Ex-vilões como Vulcan, Exodus e Sebastian Shaw não precisam do ego adicional de serem literalmente adorados indo à tona – muito menos que tipo de efeito isso poderia ter sobre os heróis.

Enquanto viver em um mundo onde eles são adorados por alguns, em vez de odiados e temidos por muitos, é uma atualização para os X-Men, as atitudes do culto a respeito da superioridade mutante são suspeitamente próximas das crenças similares de longa data de Magneto. Essas são águas perigosas para os mutantes pisarem, e cultos como esses podem representar um problema sério a ser explorado à medida que a nova era dos X-Men continua.

fonte: cbr

Continue Reading

HQs

Bolsonaro aparece em nova HQ do Batman

Avatar

Published

on

Nova HQ do Batman, de Frank Miller e Rafael Grampá, lançou hoje mesmo nas lojas norte-americanas e foi o suficiente para mexer com a internet. O motivo é que o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, aparece.

Em Dark Knight Returns: The Golden Child (ou Cavaleiro das Trevas Ressurge: A Criança de Ouro), Gotham está passando por um momento com grandes manifestações contra o Trump acontecendo, o que repercutiu na mídia.

Quando mostrados as notícias dos acontecimentos, um “tweet” do Bolsonaro (ou melhor, JM. Bozo) aparece com a seguinte frase: “Se dependesse de mim, todo cidadão teria uma arma em casa”.

O enredo conta com a Batwoman, que conduz manifestações contra o Coringa, que está fazendo campanha para a reeleição do Governador (também conhecido como Donald Trump).

Não é a primeira vez que o Brasil é citado, de alguma forma, nas HQs dos heróis. Em X-Men, o Brasil está assinalado como um dos países que estavam caçando ativamente os mutantes. Entretanto, até o momento, o atual presidente não expôs nenhuma reação sobre a notícia.

Continue Reading

HQs

Tom King sugere que colaboradores ganhem título de criadores

Avatar

Published

on

Tom King, famoso escritor do Batman, publicou em seu Twitter dizendo acreditar que o título de criador deveria ir além de Bob Kane e Bill Finger e incluir os artistas que ajudaram a definir o personagem.

Nesta Bat-Semana, A TNT estava incentivando opinião controversas que o público tem sobre o Batman. Nesse meio tempo, o escritor nomeou Denny O’Neil, Neal Adams, Steve Englehart, Marshall Rogers e Frank Miller como os cinco artistas que ele acrescentaria aos criadores do Batman.

O’Neil/Adams, Englehart/Rogers e Frank Miller deveriam ser creditados como criadores do Batman. Neste momento, suas contribuições em quem é o Batman são igual ou até ultrapassam Kane/Finger.

No início dos anos 70, Denny O’Neil e Neal Adams trabalharam juntos em várias histórias do Batman. Foi durante esse período, que foi tomada a decisão de trazer uma abordagem mais sombria; o que estava faltando no personagem desde a série de TV Batman dos anos 1960.

A versão de Adams do traje, com a capa longa e as barbatanas em suas luvas, tornou-se o design definitivo de Batman pelas próximas décadas.

A participação de Steve Englehart e Marshall Rogers foi -até então- breve, mas o que era o adeus de Englehart aos quadrinhos, se tornou uma história que influenciou o filme do Batman de 1989 .

O Cavaleiro das Trevas Ressurge de Frank Miller foi um enorme sucesso em 1986 e se tornou uma influência sobre todas as histórias posteriores do Batman, incluindo na trilogia de Nolan.

Imagem relacionada

O Batman Ano Um , do Miller e do artista David Mazzuchelli, reiniciou o personagem pós-crise em Terras Infinitas.

Continue Reading
error: Conteúdo Protegido