Connect with us

séries

O Justiceiro | Motivos pelo qual você DEVE assistir a nova série da Netflix

Beatriz Souza

Published

on

LOJA DC 4

Depois de tantos imprevistos, “O Justiceiro” finalmente terá sua estreia nesta sexta-feira, 17 de novembro, na Netflix!

Recentemente, devido aos atentados em Las Vegas, a Marvel decidiu que não apresentaria um painel da série na New York Comic Con e adiou a data de estreia. Mas já conferimos o que os aguarda nessa jornada e trouxemos os motivos pelo qual “O Justiceiro” está imperdível!

Jon Bernthal como Frank Castle / Divulgação Netflix

1. Enredo

Com três versões anteriores em 1989, 2004 e 2008, a série se destaca por não mostrar apenas o que já foi feito, onde o Justiceiro sai atirando para todo lado e só. A série tem uma trama relevante na atualidade, trazendo o debate sobre armamento da população no contexto americano, mas que pode e deve ser batido na nossa sociedade. Além disso, o enredo aborda os segredos das agencias mais importantes dos Estados Unidos e Frank Castle se vê no meio de uma conspiração que irá afetar as vidas de mais famílias além da dele.

2. Episódios

Com duração de 45 minutos a uma hora, todos os episódios são necessários e relevantes. Em nenhum episódio você vai sentir que estão enchendo linguiça, pois em cada um deles são apresentadas novas informações à trama que não vão deixar você largar a serie até ter terminado.

Ben Barnes como Billy Russo / Divulgação Netflix

3. Personagens

Nem só de enredo se faz um história, para que ele se desenvolva é preciso ter personagens e todos os que estão em O Justiceiro cumprem um papel importante. Do protagonista aos figurantes, ninguém está ali para preencher cenário. Mas 3 pesonagens se destacam e são eles o próprio Frank Castle, que evolui desde sua primeira aparição em Demolidor até o último episódio; Billy Russo (Ben Barnes), que para os que leram os quadrinhos já sabem o que esperar, mas para quem não conhece vai definitivamente surpreender; e, por último, a agente Nadine, que representa uma figura feminina de peso, sendo aquela que busca por justiça a todo momento, mas de uma forma diferente de Castle.

4. Ação

A maioria das séries precisa balancear a ação com outros elementos para que não fique pesado para a audiência.  Porém, a adaptação de um personagem que inicialmente era um vilão não poderia maneirar na dose e, com a classificação de 18 anos, “O Justiceiro” apresenta cenas incríveis de ação e surpreende o expectador até as cenas finais com o nível de violência que o personagem pede, mas não para enaltecer, e sim para incomodar.

Se depois desses motivos e da nossa crítica você não está mordendo os dedos de ansiedade para assistir, veja o trailer que está de tirar o fôlego!

LOJA DC 4
Comments