Connect with us

Colunistas

O verdadeiro diretor do Universo DC é o presidente da Warner

Edi

Published

on

LOJA DC 4

*Este é um artigo de opinião pessoal do autor da postagem, não representa a opinião do Cabana do Leitor.

Esqueçam Snygod, ou Geoff mito… Esqueçam estes nomes, quem esta levando o Universo DC rumo ao desconhecido (não sei aonde isso vai dar) é o presidente da Warner Kevin Tsujihara. 

Ontem o WSJ destacou que foi o presidente da Warner Kevin Tsujihara que então determinou que o tempo de duração da Liga da Justiça deveria ser de 2 horas, é o filme de heróis mais curto do ano, é um dos mais curtos dos últimos anos, ignorando de que filme bom não depende do tempo de execução do mesmo, mas como este entretém e envolve o público em sua historia, o executivo simplesmente joga as cartas dentro do estúdio.

Alan F. Horn que era o presidente da Warner de 1999 a 2011 (hoje na mesma função que Kevin ocupa mas na Disney)  entendia diferente, grandes filmes que foram produzidos na WB na sua gestão tiveram grande desempenho de público e critica e não tinham problemas com tempo de execução, na verdade se formos pegar um exemplo de uma franquia como Piratas do Caribe: No Fim do Mundo tem 2h e 49m e o filme arrecadou quase 1B, não preciso nem dizer que o orçamento do filme foi de 300 milhões também assim como foi dito sobre o orçamento da Liga.

Aqui não é uma questão de manda quem pode obedece quem tem juízo, é justamente uma pratica que vem acabando com os filmes da DC, a própria mão da cúpula da Warner, muita gente implica com o Geoff Jhons ou com o Snyder, mas não percebem que o problema esta encima. Depois que Kevin Tsujihara assumiu o comando da WB, o estúdio não é mais o mesmo, não tem mais aquele show de franquias fortes, não exibe mais tanta exuberância, antes a logo da WB em qualquer filme era sinônimo de qualidade, hoje você não consegue saber se o filme é assinado pelo diretor ou pelo presidente do conselho da WB. Meu problema não é o tempo de execução do filme, o meu problema é que um executivo que somente deveria investir nas obras, se tornar o editor chefe dos filmes que ele deveria apenas lançar e não editar.

Batman vs Superman e Esquadrão Suicida são dois filmes que deram muito errado por conta da mão do presidente da Warner. Nunca saberemos se os 30 minutos adicionais do filme dariam a critica uma nova percepção sobre o filme, e jamais saberemos como seria a versão do Esquadrão Suicida do Ayer… Mulher-Maravilha é um ponto fora da curva, mas mesmo assim notamos uma mudança de roteiro, nada de historia complicadas… Aqui temos um roteiro simples.

Quem sai perdendo são os fãs, sejam da Marvel e da DC pois o que poderia ser um pouco diferente da Marvel Estúdios, tenta beber cada vez mais da mesma fonte e no fim só teremos mais do mesmo.

Edi on FacebookEdi on InstagramEdi on Twitter
Edi
Produtor, escritor nas horas vagas, administrador, editor e fundador do site CDL.
Comments