oscars 2014

Os indicados ao Oscar 2021

Surpresas em categorias importantes, representatividade e dominância absoluta das empresas de streaming

A academia anunciou hoje (15 de março) os indicados ao Oscar de 2021, a edição de número 93.

Mank” foi o filme com mais indicações na lista, com 10 chances de levar a estatueta para casa.  Entre os indicados a melhor ator e atriz, não houve muita surpresa em relação às outras premiações que vinham acontecendo.

Dentre as indicadas a melhor atriz coadjuvante, o inesperado foi a presença de Maria Bakalova por sua atuação na continuação de “Borat”. A grande surpresa na categoria de melhor direção foi a presença de Thomas Vinterberg por “Druk – Mais uma rodada”, que tomou o lugar de Aaron Sorkin por “Os 7 de Chicago”.   

Esse ano marca o momento dos streamings. A Netflix foi o estúdio que liderou por mais um ano nas indicações, tendo ao todo 35 delas, que vão desde melhor filme a melhor curta-metragem de animação. A Amazon Studios também não ficou para trás, conseguindo múltiplas indicações em quase todas as categorias. A Disney Plus também tirou uma casquinha com “Soul” na categoria de melhor filme de animação – e a Pixar ainda conseguiu duas indicações na mesma categoria, sendo também indicada com “Dois Irmãos”. 

A lista de todos os indicados:


Melhor Filme

“Meu pai” (“The Father”)

‘”Judas e o messias negro” “Judas and the Black Messiah”

“Mank”

“Minari”

“Nomadland”

“Bela vingança” (“Promising Young Woman”)

“O som do silêncio” (“Sound of Metal”)

“Os 7 de Chicago” (“The Trial of the Chicago 7”)


Melhor Direção

Lee Isaac Chung, “Minari”

Emerald Fennell, “Bela Vingança”

David Fincher, “Mank”

Chloé Zhao, “Nomadland”

Thomas Vinterberg, “Druk – Mais Uma Rodada”


Melhor Ator

Riz Ahmed, “O Som do Silêncio”

Chadwick Boseman, “A voz suprema do blues”

Anthony Hopkins, “Meu Pai”

Gary Oldman, “Mank”

Steven Yeun, “Minari”


Melhor Atriz

Viola Davis, “A voz suprema do blues”

Vanessa Kirby, “Pieces of a Woman”

Frances McDormand, “Nomadland”

Carey Mulligan, “Bela Vingança”

Andra Day, “Estados Unidos Vs Billie Holiday”


Melhor Ator Coadjuvante

Sacha Baron Cohen, “Os 7 de Chicago”

Daniel Kaluuya, “Judas e o Messias Negro”

Leslie Odom Jr., “Uma noite em Miami”

Paul Raci, “O Som do Silêncio”

Lakeith Stanfield, “Judas e o Messias Negro”


Melhor Atriz Coadjuvante

Maria Bakalova, “Borat: fita de cinema seguinte”

Glenn Close, “Era uma vez um sonho”

Olivia Colman, “Meu Pai”

Amanda Seyfried, “Mank”

Yuh-Jung Youn, “Minari”


Melhor roteiro original

“Judas e o Messias Negro”

“Minari”

“Bela Vingança”

“O Som do Silêncio”

“Os 7 de Chicago”


Melhor roteiro original

“Borat: fita de cinema seguinte”

“Meu Pai”

“Nomadland”

“Uma noite em Miami”

“O tigre branco”


Melhor Animação

“Dois irmãos: Uma jornada fantástica”

“A caminho da lua”

“Shaun, o Carneiro: O Filme – A fazenda contra-ataca”

“Soul”

“Wolfwalkers”


Melhor design de produção

“Meu Pai”

“Mank”

“A voz suprema do blues”

“Relatos do mundo”

“Tenet”


Melhor Figurino

“Emma”

“A voz suprema do blues”

“Mank”

“Mulan”

“Pinóquio”


Melhor Fotografia

“Judas e o Messias Negro”

“Mank”

“Relatos do mundo”

“Nomadland”

“Os 7 de Chicago”


Melhor Edição

“Meu Pai”

“Nomadland”

“Bela Vingança”

“O Som do Silêncio”

“Os 7 de Chicago”


Maquiagem e cabelo

“Emma”

“Era uma vez um sonho”

“A voz suprema do Blues”

“Mank”

“Pinóquio”


Melhor Som

“Greyhound: Na mira do inimigo”

“Mank”

“Relatos do mundo”

“Soul”

“O som do silêncio”


Efeitos Visuais

“Problemas monstruosos”

“O céu da meia-noite”

“Mulan”

“O grande Ivan”

“Tenet”


Melhor trilha sonora

“Da 5 Bloods: Irmãos de Armas”

“Mank”

“Minari”

“Relatos do mundo”

“Soul”


Melhor canção original

“Fight for you” (“Judas e o messias negro”)

“Io sì” (“Rosa e Momo”)

“Speak now” (“Uma noite em Miami”)

‘Hear my voice’ (“Os 7 de Chicago”)

“Husa’vik” (“A saga de Sigrit e Lars”)


Melhor documentário

“Collective”

“Crip Camp”

“The Mole Agent”

“My Octopus Teacher”

“Time”


Melhor filme internacional

“Druk – Mais uma rodada” (Dinamarca)

“Shaonian de ni” (Hong Kong)

“Collective” (Romênia)

“The man who sold his skin” (Tunísia)

“Quo vadis, Aida?” (Bósnia e Herzegovina)


Melhor curta de animação

“Burrow”

“Genius Loci”

“Se Algo Acontecer… Te Amo”

“Opera”

“Yes-People”


Melhor documentário de curta-metragem

“Colette”

“A Concerto Is a Conversation”

“Do Not Split”

“Hunger Ward”

“A Love Song for Latasha”


Melhor curta-metragem em live action

“Feeling Through”

“The Letter Room”

“The Present”

“Two Distant Strangers”

“White Eye”

A premiação vai acontecer no dia 25 de abril – e que comecem as apostas.   

Total
1
Shares
Related Posts
Total
1
Share