Connect with us

cinema

Peter Jackson explica porque não pode haver outro filme de Tolkien

Edi

Published

on

À medida que se aproxima o momento de dizer adeus para O Hobbit, os fãs cada vez mais se perguntam se outro filme poderia estar a caminho.

Durante a estréia de O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos em Londres no início desta semana, Ian McKellen deu a entender que a jornada de Bilbo Baggins ‘pode não ser a última vez que veremos da Terra Média na tela. “Eu nunca vou dizer que é o fim de nada”, disse ele.

Os fãs têm esperança de que Jackson poderia adaptar de J.R.R. Tolkien “O Silmarillion”, mas de acordo com os comentários do diretor em uma conferência de imprensa ontem, isso não pode acontecer – ainda.

“É uma coisa legal. A propriedade Tolkien detém os escritos de Tolkien – O Hobbit e O Senhor dos Anéis foram vendidos pelo Professor Tolkien [no] final dos anos 60… para produzir filmes “, disse ele.

“Mas eles são as duas únicas obras que foram vendidas. Assim, sem a cooperação da família Tolkien, não pode haver mais filmes. “

É claro que é completamente possível que a família Tolkien poderia vender os direitos do filme para outras histórias criadas pelo autor, mas a partir de agora as chances de isso acontecer parecem ser pequenas.

Com Warner Bros. olhando para estender suas franquias mais populares – Animais Fantásticos como um exemplo recente – temos a certeza que está querendo saber como respirar mais vida na Terra Média. Isso pode incluir o encontro com a família Tolkien e pedir os direitos adicionais da história.

 

Comments

cinema

Liga da Justiça – Joss Whedon mudou roteiro para por mais piadas

Enquanto os fãs estão desesperados por mais detalhes sobre o corte de Zack Snyder no filme da DC, a Liga da Justiça de Joss Whedon foi revelado pelo jornal NYT.

Edi

Published

on

By

Enquanto os fãs estão desesperados por mais detalhes sobre o corte de Zack Snyder no filme da DC, a Liga da Justiça de Joss Whedon foi revelado pelo jornal NYT.

Após a recente enxurrada de notícias sobre o corte da Liga da Justiça de Zack Snyder, detalhes sobre a abordagem de Joss Whedon ao roteiro do filme de DC vieram à tona online. 

Depois que Zack Snyder deixou a Liga da Justiça devido a uma tragédia familiar, a Warner Bros. procurou o diretor Joss Whedon para finalizar o projeto. Inicialmente, isso começou com um roteiro reescrito, com alguns personagens recebendo papéis destacados para ajudar a criar familiaridade com os filmes anteriores, enquanto outros foram cortados completamente.

Depois de exibir o roteiro de Snyder da Liga da Justiça para um pequeno grupo de cineastas, incluindo a roteirista de “Straight Outta Compton” Andrea Berloff, de “Mulher Maravilha” Allan Heinberg e o diretor de “Os Vingadores” Joss Whedon, a Warner Bros contratou Whedon para liderar uma rodada substancial de refilmagens que incluíram quase 80 novas páginas de script.

Esta versão deu muito mais ação a Gadot, Amy Adams e Diane Lane, subtramas foram significativamente removidas envolvendo Flash e Cyborg (um interesse amoroso de Miller interpretado por Kiersey Clemons, foi totalmente cortado) e acrescentou mais piadas ao filme.

O estúdio esperava que Whedon pudesse trazer para “Liga da Justiça” o mesmo toque leve que elevou “Os Vingadores” para US $ 1,5 bilhão nas bilheterias, mas Whedon acabou frustrado por problemas significativos de produção, incluindo o ator principal, Cavill, que ocupado filmando “Missão Impossível” e cujos o bigode daquele filme tiveram que ser apagados na pós-produção.

No final, tudo foi em vão: o corte Whedon da “Liga da Justiça” foi lançado em novembro de 2017 com críticas ruins e um total de bilheteria que ficou bem abaixo de “Batman v Superman” e “Homem de Aço”.

Continue Reading

cinema

Funko Pop! anuncia novas figuras baseadas na animação Mulan

É figura pra fã nenhum botar defeito!

Daiane de Mário

Published

on

A Funko acaba de anunciar uma nova leva de figuras pop baseadas na animação Mulan de 1998, essa nova coleção pode fazer parte de uma aquecimento para o que a Funko tem reservado para a versão live action de Mulan que chega aos cinemas em março de 2020.

A nova onda de figuras possui uma linha Premium que inclui a Mulan montada em seu amado cavalo Khan e um Mushu de 10 polegadas (ambos são obrigatórios em qualquer coleção :P), já as figuras regulares incluem Mulan disfarçada de Ping, Mushu com seu gongo e Li Shang. As pré-encomendas de todas as figuras estão disponíveis aqui com o envio previsto para fevereiro.

Mulan estreia em março de 2020 nos cinemas.

Continue Reading

cinema

Coringa | Sites chamam The Hollywood Reporter de “mentiroso”

A jornalista Tatiana Siegel, do THR, disse no Twitter que não vai voltar atrás sobre a informação publicada por ela.

Edi

Published

on

By

As notícias sobre a sequencia do filme Coringa vieram inicialmente do site The Hollywood Reporter, porém dois grandes sites de cinema dos EUA chamaram o site de promover click baits “noticias falsas baseadas em fatos que aconteceram” para promover o conteúdo.

O Deadline alega que o THR – que uma semana após a abertura do Coringa, Phillips se encontrou com Toby Emmerich, chefe da Warner Bros para apresentar um portfólio de histórias de origem de personagens da DC, o Deadline afirma que a historia é tão falsa quanto as histórias anteriores de Martin Scorsese sobre a direção do primeiro filme Coringa.

Scorsese originalmente seria um produtor, mas desistiu por causa de sua agenda lotada. Várias fontes disseram que não houve uma reunião entre Phillips e Emmerich no dia 7 de outubro, e que Phillips não quer supervisionar outros filmes de personagens da DC. O que ele falou em entrevistas é que, quando Coringa estava no início, houve discussões sobre uma iniciativa da DC Black. 

Em vez disso, ele se concentrou no Coringa. Isso foi há muito tempo atrás. Phillips tem um histórico de ser seletivo: depois que The Hangover começou a bater recordes em filmes classificados como R, ele não procurou transformar sua empresa em uma fábrica de comédia.

O site The Wrap afirma que ouvindo outra fonte, confirma a informação do Deadline, que não houve reunião e que Phillips não apresentou planos para outras histórias de origem de vilões da DC. Outro indivíduo diz que qualquer conversa é preliminar, na melhor das hipóteses, sem nada concreto.

A jornalista Tatiana Siegel, do THR disse no Twitter que não vai voltar atrás nas suas informações publicadas por ela no site.

Segundo estes sites o site The Hollywood Reporter inventou a noticia como bait clique, termo para pescar pessoas, mas com conteúdo geralmente falso.

Coringa segue sem sequencia definida e Phillips não sera o arquiteto de filmes da DC Comics.

Continue Reading

Parceiros Editorias

error: Conteúdo Protegido