Connect with us

cinema

Projeto Flórida é o paraíso a um passo de distância

Filipe Dias

Published

on

LOJA DC 4

A primeira coisa que eu queria ter feito ao sair da sessão de Projeto Flórida, novo filme de Sean Baker foi: Pessoal, corram para próxima sessão do filme, vocês não irão se arrepender.

O filme conta a história de algumas pessoas que vivem em um Motel barato, na beira de uma estrada em Orlando, Flórida, chamado Magic Castle e um segundo prédio chamado Future Land, os nomes dos prédios refletem a promessa do sonho e de possibilidades que existem quando se é vizinho da Terra encantada de Disneylândia, mas essas atrações são ignoradas, e se alguém que chega ali, normalmente é por engano.

Dessas pessoas a que mais se destaca é Moonee, uma garotinha de apenas seis anos, que vive com sua mãe Halley, em um dos quartos aparteados do Magic Castle.  Moonee e as outras crianças são aquelas típicas pestinhas que não tem limites, vivem apontando aos arredores. Moonee apronta, fala palavrões e não respeita os adultos. é uma criança inteligente e esperta que desde cedo já tem algumas artimanhas para conseguir o que quer, principalmente sorvetes. Enquanto sua jovem mãe tenta, da maneira que ela acredita ser a melhor, cuidar da filha.

Moonee conhece Jancey, que mora no prédio vizinho, o Future Land.  Logo se tornam amigas e Jancey entra para turma de bagunceiros. As três crianças que compõem o elenco principal são ótimas, e nos fazem rir com algumas de suas intervenções. O filme nos coloca no ponto de vista dessas crianças. Nos faz refletir sobre locais e pessoas que ignoramos, mas também nos faz resgatar, no fundo da memória, nossas próprias interversões infantis.

Essas crianças, muitas vezes, que passem dos limites, mas são crianças má educadas? podemos julgar? Quem disse que é fácil ser uma mãe jovem, que não tem maturidade suficiente para cuidar de si própria, que se esforça para que cuidar da filha sozinha. Uma mãe que não sabe como equilibrar o que a mente de uma criança está preparada parar absorver. Quais os limites que devemos impor para nossos filhos?  Ou devemos trata-las como adultas? Devemos ou não deixar as crianças com celulares e Tablets?   Com o passar o tempo fica cada vez mais difícil de se descobrir isso.

Enquanto as crianças aprontam, os adultos vão tentando sobreviverem da maneira que podem. Se as crianças ali raramente são penalizadas por seus atos, os adultos estão sempre em ponto de explodir. Seja na tensão do trabalho, ou pela falta dele, ou de como garantir o dinheiro do aluguel e comida. E ás vezes essas atitudes podem trazer consequências desagradáveis.

O Magic Castle é gerenciado por Bobby (interpretado por Willem Dafoe, que concorre ao Oscar de Melhor ator Coadjuvante) seu trabalho é manter a ordem no Motel. Ele limpa, pinta as paredes com cores mais atraentes, conserta equipamentos com defeito, faz promessas de consertar outras pendencias e sofre muita cobrança dos moradores. Além de lidar diariamente com os conflitos que ocorrem no Motel. Ele tenta, conversa e briga quando necessário, mas é uma boa pessoa que protege os moradores, e principalmente as crianças dos perigos que circulam o prédio. Dafoe está muito confortável neste personagem, temos empatia por ele.

As personagens femininas que moram no hotel, são todas mães solteiras ou avós cuidando das netas, e assim como Halley, se esforçam para sobreviverem mais um dia e depois mais um e outro. Fica difícil assim conseguir melhorar um pouco as condições.  Para os moradores desses prédios a Disneylândia, está logo ali no fim de uma estrada, mas para elas esse caminho pode ser muito mais longo e difícil de alcançar.  Mas, ás vezes, o único escape, pode ser um “castelo Mágico” apreciado do pinto de vista de uma criança.

Projeto Florida não teve muitos recursos para ser feito, mas o diretor e a produção conseguiram provar, mais uma vez, que não é preciso rios de dinheiro para se contar uma boa história. Basta uma equipe talentosa e dedicada e pronto, temos um grande filme.

O roteiro é simples, mas de uma originalidade incrível. Cada detalhe de uma ação leva a sua consequência, por mais sutil que seja. A fotografia é belíssima e o elenco é uma descoberta a parte. As crianças realmente estão convincentes em seus personagens, elas realmente nos fazem crer que viveram ali desde que nasceram. (Cadê a categoria de Melhor Atriz\ator mirim? Já está na hora de incluir ela na lista) Portanto, reservem já seu ingresso e assista essa obra prima, que já esta na minha lista de melhores filmes de 2018. Aproveitem e se preparam, elas irão fazer você rir e chorar.

Projeto Flórida

8

Direção

8.0/10

Roteiro

9.0/10

Fotografia

7.0/10
Comments