Connect with us

Tempo

Quem você quer ser daqui para frente?

Carla Rocha

Published

on

LOJA DC 4

A gente tem mania de olhar pro nosso passado e ver apenas as coisas ruins, ficando presos em tudo aquilo que não aconteceu, presos nas coisas que não deram certo. Presos naquilo que gostaríamos que tivesse acontecido. Esse apego àquilo que não foi só faz com que nos sintamos cada vez mais incapazes por não termos conseguido. O que, de uma forma ou de outra, acaba dificultando e até mesmo impedindo de seguirmos em frente. É preciso ter em mente que a vida tem seus próprios meios e muitas vezes nos leva por caminhos que jamais imaginamos.

Para poder seguir, a gente precisa deixar tudo de ruim que aconteceu no lugar onde deve ficar, ou seja, no passado. Pegar uma caneta imaginária e fazer uma lista de tudo o que não deu certo e tudo o que é preciso esquecer. Depois é preciso queimar tudo de uma vez, até que virem apenas um amontoado de cinzas. E a vida é isso, um ciclo onde um se fecha e outro recomeça. São chegadas e partidas, muitas vezes dolorosas, porém necessárias. Não é tão fácil assim se livrar de um passado triste. Afinal, foi ele quem te trouxe até aqui, foram as experiências do passado, sejam elas boas ou ruins. Elas fazem parte de quem você é.

É preciso ter fé e confiança em si mesmo para saber que o futuro pode sim reservar belas surpresas, quem sabe até melhores do que as deixadas para trás. E não estou falando de relacionamentos, pois não temos a obrigação de ser felizes apenas se estivermos com alguém. Seguir sozinho também é uma escolha. É preciso saber separar o joio do trigo e deixar apenas as partes boas. As lembranças sempre ficam, não há como fugir, mas os seus efeitos só vão deixar de te prejudicar quando e se você quiser. Então escolha, a decisão é só sua! Quem você quer ser daqui para frente?

Carla Rocha
Futura jornalista e escritora de gaveta que usa seus textos para fugir um pouco desse mundo louco. Música, cultura, cinema e relacionamentos. Quer saber mais? Segue no twitter @cacaurocks
Comments