Connect with us

Livros

Resenha, Crítica, Degola de : 50 tons de cinza (livro)

Bryan Philip Avelar

Published

on

LOJA DC 4

Titulo : Cinquenta tons de cinza
Autora : E. L. James
Editora : Intrínseca

50 Tons de cinza conta a estória nada normal (nem divertida, envolvente ou qualquer coisa positiva que possa caber como elogio a um livro) de Anastasia, uma jovem mulher que conhece o Sr. Grey (por isso o cinza, pegou, pegou?) durante uma entrevista para ajudar a sua colega de quarto. O mesmo sente atração por ela e começa a persegui-la até que eles engatam num relacionamento “quase amoroso”. O dito diferencial? Ele curte dominação.

Fui aconselhado por um amigo certa vez a não atrair xiitas com opiniões francas demais. Mas em certos casos não existe muito o que fazer a respeito, então vamos aos fatos do livro que não podem ser ditos de modo simpático (pode conter spoilers leves) :

1 – Li 50 tons de cinza para fazer o programa do nosso canal do youtube, não podia ter feito escolha pior.

2- O livro é uma fanfic de crepúsculo.

3- A autora me soou bem machista e abusiva com mulheres com baixa auto-estima.

4- Os personagens são enfadonhos e genéricos (o que talvez tenha feito um monte de gente se identificar com eles).

5- A leitura é fraca, penosa e nem um pouco fluida.

6- A protagonista não tem qualidades reais (e aparentemente tem labirintite).

7- O tema de dominação e BDSM é extremamente mal explorado (tanto é que a maioria dos leitores que são adeptos da pratica criticaram e muito o livro).

8- O nome da fanfic antes de se tornar 50 tons de cinza era “Mestres do universo”.

9- No caso desse livro pode-se aplicar a expressão porno para vovôs como descrição ( o que deve explicar porque vendeu tanto no Reino Unido, a rainha deve ter comprado vários).

10- Eu realmente queria ter escolhido outro tema, foi divertido falar sobre, mas o fato de ter que ler o 50 tons não compensou.

E é isso pessoal, espero de verdade que quem vá ver o filme tenha uma experiência melhor do que a que eu tive com o livro. Porque de verdade, tem tudo pra dar certo, a história é tão fraca que provavelmente a roteirista fez mágica.

Quanto ao livro : Leia por sua conta e risco.

LOJA DC 4
Comments