Connect with us

Colunistas

Teoria sobre Vingadores 4 | Seria Thanos a resposta para tudo?

Edson Melo

Published

on

LOJA DC 4

Atenção, o texto a seguir contém spoilers de Vingadores: Guerra Infinita.

Guerra Infinita foi um acerto da Marvel; a química entre os personagens flui de forma natural, a construção do vilão é boa e o filme contém o clímax necessário para fomentar grandes expectativas para a continuação.

No entanto, é difícil acreditar que aquele final seja algo definitivo para o universo cinematográfico, e por isso, teorias começaram a se formar a respeito de como os personagens que “morreram” serão trazidos de volta.

Critica: 1 – Vingadores: Guerra Infinita 

Critica: 2 – Vingadores: Guerra Infinita 

Critica: 3 – Vingadores: Guerra Infinita 

Viagem no tempo, joia da realidade, joia da alma e Capitã Marvel são grandes pontos dessas teorias, e apesar de eu não negar que tais elementos possam fazer parte do próximo filme dos Vingadores, venho trazer um novo objeto importante a ser discutido para resolução de tudo: Thanos!

 Se você assistiu Guerra Infinita, você claramente entende que esse filme é sobre Thanos. Ele tem suas motivações, sua filosofia, mas além disso tudo: Thanos tem sentimentos! E esses sentimentos podem ser a chave fundamental para fazer o vilão mudar de lado nos 48 do segundo tempo.

O personagem sempre teve problemas relacionado a seus sentimentos. Nos quadrinhos, era cegamente “apaixonado”, ou melhor dizendo “obcecado”, pela morte. Tentando agradá-la e ser correspondido. E apesar da morte não ter uma figura personificada no filme, a quem Thanos possa amar, a existência de sentimentos no vilão roxo ainda é algo presente. Podendo no final mostrar que talvez a busca por um objeto de consolo transforme-se em algo maior que a filosofia do suposto equilíbrio.

Dr. Estranho já havia dito, só há um final que eles sairiam vencedores. Dado o fato que o mago supremo não impediu a reação do Senhor das Estrelas em atacar Thanos, deu a joia do tempo sem pestanejar e aceitou a sua morte… esse é o final que ele viu.

Um final onde Thanos têm o poder em suas mãos, e aprende que isso tudo não é suficiente. Em conversa final com a representação de Gamora criança, Thanos emocionalmente diz que aquilo o custou tudo. E não seria essa cena uma brecha suficiente para começarmos a considerar que Thanos irá passar a questionar seu feito?

Porque a resposta para tudo é que nada teria sido suficiente. Thanos buscou a vida toda um equilíbrio, e quando supostamente conseguiu, algo faltará nele. A maneira que Stephen Strange viu que eles ganhavam poderia se referir ao fato de que era deixando o próprio vilão perceber que as coisas deram errado. Porque mesmo se eles conseguissem tirar a manopla, destruir uma joia e qualquer coisa do tipo, isso nunca pararia Thanos; Sempre incentivaria mais o seu ódio e sua busca. Enquanto entregando a joia do tempo a ele, Dr. Estranho garantiu que o vilão teria o que queria, mas o seu fator sentimental pós-conquista não seria o mesmo.

A trama de Vingadores 4 pode sim adaptar várias informações que já foram pontos de especulações por parte da mídia, como uma suposta viagem no tempo por parte de heróis sobreviventes. Todavia, é importante também considerar os sentimentos de Thanos, que é um objeto de importante foco nesse último filme, e que pode ser sim, uma grande resposta para o final de tudo.

Como todos os elementos se desenrolarão, é algo imprevisível. Contudo, é de extrema importância pontuar essa significante construção de Thanos, que pode continuar a nos surpreender na sequência que será lançada no próximo ano.

Edson Melo
Estudante, viciado em séries e caçador de memórias.
"Não fui o que os outros foram.
Não vi o que os outros viram.
Mas por isso, o que amei,
amei sozinho."
-Edgar Allan Poe
Comments