Connect with us
valorant valorant

eSports

Valorant | Dono de organização é acusado de assédio

“Eu pedi para ele parar, só que ele continuou e foi no meu Instagram, printou várias fotos minhas e me mandou me chamando de gostosa…”

Publicado

em

Não é de hoje que vemos denuncias e acusações de ataques dentro e fora dos mapas de Valorant, direcionado a mulheres e minorias. O jogo chegou a ser visto como uma das comunidades mais tóxicas, batendo de frente com League of Legends e CS:GO.

Nesta quarta-feira (8) o tema voltou a ser discutido. André “andre1TV” Goulart, ex-capitão da Lazio E-Sports, acusar publicamente o dono e coach de sua equipe, Matheus Romeu, por assediar uma jogadora que estava fazendo um teste para entrar pro time.

Segundo o veículo Valorant Zone, a vítima foi Isabelle “isaB” Leal, que já é conhecida na comunidade por competir Counter-Strike: Global Offensive e que confirmou todas as acusações.

Isabelle comentou que tudo começou com ele perguntando sobre disponibilidade dela de horários e começou a falar sobre si mesmo, formações e carros que ele possuía. A atleta disse que ele usou um comentário dela de gancho, e começou a chamar ela de “gostosa” e “linda” mesmo com ela pedindo para parar com aquilo, que ela não estava se sentindo bem e contou que, mesmo com o assédio escancarado, ela manteve a educação e não faltou com respeito, já que ela estava fazendo teste para o time que ele seria o coach.

“Uma hora ele perguntou o que eu tava fazendo e eu respondi que estava jogando VALORANT. Ele respondeu mandando eu sair do jogo e falando ‘gostosinho é fazer outra coisa’ porque eu tinha falado que jogar de Sage era ‘gostosinho’… foi aí que deu o gancho dele me chamar de gostosa, de linda e eu respondi que eu não era e que não era para ele falar desse jeito comigo, mas ele continuou. Eu repetia que eu não era e que não era para ele falar dessa forma, para ver se ele se tocava. Só que ele continuou e foi no meu Instagram, printou várias fotos minhas e me mandou me chamando de gostosa. Eu respondi dizendo que não me acho gostosa e que eu não queria que ele me chamasse dessa forma porque é pejorativo e eu não me sinto confortável.” disse.

Ela ainda comentou que logo que isso acabou, ela contatou o André e eles contaram para o resto da equipe e saíram da organização.

No “exposed”, andre1TV deixou vídeos e áudios da conversa dois dois e lembrou que esse é um problema recorrente, que toda mulher passa tentando alcançar os sonhos e objetivos pessoais.

Já o assediador, Matheus Romeu, chegou a mudar a bio do instagram do time para deslegitimar e ofender o atleta que o denunciou.

EcbbzI WsAUr4ur
Imagem: Reprodução

Matheus “BETÃO” não se pronunciou e apagou sua conta no Instagram e a da organização, mas antes fez um vídeo debochando da situação e dizendo que era tudo mentira e que o atleta queria mídia. “Até onde eu sei, eu não sabia que reciprocidade era assédio. Não sabia que ser reciproco era assediar alguém…” completou.

BETÃO supostamente ainda usou prints de conversas com outras meninas dizendo ser a isaB, para justificar e dizer que a conversa entre eles não foi assédio.

O jogador disse que é inocente, e provavelmente ficara só por isso mesmo. As pessoas vão esquecer e deixar pra lá. “É só mais um caso”, “é exagero”… mas e ela?

Editora de esports e jornalista do Cabana, redatora da Sakuras Esports, streamer, main Xayah e apaixonada por League.

Comments