Connect with us

Colunistas

Vingadores: Ultimato era tudo o que eu queria da DC nos cinemas

Custe o que custar.

Edi

Published

on

Talvez você tenha entrado aqui só pelo titulo, talvez você tenha visto essa postagem compartilhada por algum nerd influenciador (Youtuber ou que tem site que ama nosso trabalhoso, rs), mas o que vou escrever abaixo requer um pouco de maturidade, sendo assim vamos prosseguir.

Guerra Infinita foi o maior filme de heróis já feito de todos os tempos, não so pela complexidade do roteiro que uniu diversas divisões separadas do Universo Marvel como também pela grandiosidade da produção. Porém, o filme fez uma coisa um tanto quanto quase inédita, uniu fãs da Marvel e da DC em uma única produção.

O tom dado a Guerra Infinita e seu desfecho apocalíptico fizeram com que fãs da editora rival, DC, resolvessem apoiar o estilo da produção que foi de vez abandonado com Aquaman e agora Shazam que devem ser filmes mais vivos e menos Darks. A Marvel vem na direção oposta, meio que quase que dizendo a DC “agora que vocês estão indo eu to é voltando…”. Com Guerra Infinita e Ultimato, a Marvel abraça o estilo dramático e a DC agora esta voltando com seus filmes mais coloridos do que nunca.

E uma das partes mais importantes, o impacto que Guerra Infinita gerou nas pessoas foi impar, me lembro que quando fizemos um sessão do filme no Cinesystem Américas no Rio de Janeiro uma menina apertou minha mão na hora que o Homem-Aranha começava a sumir, mas vocês podem dizer “ah, mas a Marvel vai trazer todos eles depois”, ok mas ainda não trouxe e metade dos heróis apresentados nos filmes estão mortos até segunda ordem.

A cena da Gamora sendo arrastada pelo Thanos, a mesma tentando fugir das garras do pai que até mesmo, nem a ela poupou, provoca arrepios mas o final dessa cena com a frase “o que custou…” e ele responde “tudo” fazem de Guerra Infinita um dos maiores, se nao o maior filme de super-heróis da historia do cinema.

Hoje a DC caminha em uma eterna fase 1 (na verdade, nao se sabe se a Warner hoje trabalha com um plano para o DCEU, logo nem podemos afirmar se eles devem continuar com um universo compartilhado) enquanto a Marvel já pensa o que vai fazer daqui a 10 anos.

Claro, que eu gosto muito da DC, mas temos que concorda que ela não parece a DC que gostamos de ver nos cinemas, algo mais sombrio e mais dark e feito acima de tudo com excelência, em Guerra Infinita eu senti isso na Marvel e só pelos trailers parece que séra o ritmo do Ultimato.

Vingadores: Ultimato estreia no Brasil dia 25 de abril.

Comments