Connect with us

cinema

Zootopia: Uma cidade inteligente.

Lorena Ávila

Published

on

LOJA DC 4

Zootopia: Essa cidade é o bicho, magicamente deu vida às fábulas de infância… Aquelas que na hora da leitura invadem a nossa imaginação, como os animais podiam ter sentimentos e pensamentos tão racionais e inteligentes quanto os nossos e, sempre nos ensinavam uma lição de moral que ficava gravada em nossas memórias. Dessa forma aprendíamos o que é o caráter, mas poucas vezes essas histórias fugiam do óbvio, nos incentivando a ter sonhos tão semelhantes à realidade na qual vivemos.

Com um roteiro simples, porém excepcional, a Disney conseguiu transformar uma animação infantil em uma grandiosa representação do mundo, encaixando sutilmente nas “fofices” do desenho, críticas à sociedade abordando questões importantíssimas do nosso cotidiano, tais como preconceitos, inclusão social, trabalho, educação, política, ambição, bullying, imigração, diversidade, caos, respeito, amizades e sonhos.

A Coelha Judy e a Raposa Nick.

Da Walt Disney Animation Studios (Operação Big Hero, Frozen, etc.), dirigido por Byron Howard e Rich Moore, com produção do nosso querido “Senhor Pixar” John Lasseter – responsável pelas produções de Wall-E, Monstros S.A, Os incríveis entre outros; a animação conta a história de Judy, uma coelhinha do campo, filha de pais agricultores, cheia de ideais e sonhos, pretende se tornar uma policial e mudar o mundo. Contudo, ela precisa enfrentar grandes desafios, preconceitos e dilemas para alcançar seus objetivos. Quando parte para Zootopia, a cidade grande onde predadores e prezas vivem em harmonia, para finalmente exercer o seu trabalho; Judy faz amizade com a raposa Nick Wilde, um malandro esperto do pedaço, juntos eles vivem grandes aventuras e ajudam a desvendar um perigoso crime.

A trama faz, através das diversas espécies e relações biológicas, uma alegoria à mentalidade social dos gêneros, diferenças étnicas e culturais, expondo julgamentos errôneos que costumamos fazer enquanto seres racionais. Traz à tona a ideia da contemporaneidade, da rotina pessoal e claramente humaniza os animais, os aproximando daquilo que somos. O conceito de como vemos e vivemos o mundo está presente do começo ao fim: leis, civilização e ética passam a ser parte da rotina de camundongos, girafas, leões, ovelhas, entre outros animais, criando assim um sistema onde os bichos passam a adotar determinados comportamentos. A palavra Zootopia é uma alusão à utopia, e o filme realmente possui tal essência. A cidade é completamente adaptável, de modo que todos conseguem conviver tranquilamente e em comunhão no meio ambiente “modernizado”.

A incrível cidade Zootopia.

Zootopia ganhou inúmeros cartazes que satirizam e fazem referências à outros filmes.

A criatividade da animação é impressionante e o seu caráter filosófico e moral é ainda mais interessante. A Jornada de Judy nos revela muito sobre a humanidade. Afinal, é preciso ter persistência, foco e valentia para ir em busca daquilo que acreditamos, procurando ser melhores a cada dia, e no meio do caminho é necessário deixar os julgamentos de lado, as pessoas podem nos surpreender e ser muito diferentes daquilo que aparentam. Lutar é uma ação constante no viver daqueles que pretendem realizar seus sonhos, e é exatamente isso que a corajosa coelha faz, com muita diversão e bom humor, ela nos mostra o quão importante é ser livre para fazer grandes escolhas e almejar sempre o melhor. Já as outras personagens dessa adorável história também nos ensinam uma porção de coisas; sendo cada um deles um símbolo das oportunidades, do sucesso, das frustrações, da educação, da simplicidade, das mudanças e dos valores. O vilão também tem um importante significado e com ele podemos compreender a importância de não nos limitarmos a rótulos, falsas concepções e aparências.

zoo

De uma forma divertida e descontraída, Zootopia nos mostra o mundo real como ele é. Expondo tanto o lado do ser, a mentalidade social, quanto o dia a dia de uma metrópole. Trata-se de uma grande metáfora de um mundo intolerante e problemático, mas que pode ser modificado com pequenos gestos de respeito, compreensão, perseverança e coragem. A mensagem é simples e objetiva, capaz de ensinar as crianças e atingir a mente dos adultos.

Além de nos provocar pensamentos profundos e incentivar uma vida com mais propósito, amor (sem romantizar), sonhos e ideais, a animação está visualmente linda, muito colorida e alegre, trazendo muitas piadas e cenas marcantes típicas de desenhos que nos cativam. Vale citar a excelente dublagem brasileira que sempre da um show de interpretações através das vozes.

É fantástico assistir um desenho na atualidade capaz de encantar e ao mesmo tempo estimular um debate tão abrangente sobre a sociedade, das diferentes percepções e dos conceitos que criamos ao longo dos anos. Zootopia vai te surpreender em muitos aspectos. O quão importante é sonhar e o quanto é essencial realizar?

Zootopia: essa cidade é o bicho, estreia dia 17 de março.

Revisado por: Bruna Vieira.

Comments