Connect with us

Livros

Dica para o dia dos pais | 4 livros feitos de pai para os filhos

Como amanhã, dia 13/08, é dia dos pais. Nós fizemos uma lista (pequena) de autores que escreveram livros especialmente para seus filhos, seja para incentivá-los, educá-los ou simplesmente diverti-los. Para alguns, escrever é uma forma de passar uma mensagem para outras pessoas, neste caso, esses autores escreveram seus livros destinados a alguém específico, mas que, consequentemente, os livros se tornaram conhecidos mundialmente.

LOJA DC 4

Rick Riordan – Percy Jackson e os Olimpianos

O filho do autor Rick Riordan, – Haley Riordan -, foi diagnosticado com dislexia (pessoa com dificuldade para ler) e, o tio Rick, como gosto de chamá-lo, percebeu que a única matéria que seu filho mais velho, até então com 9 anos, gostava na escola, era mitologia grega e, assim, resolveu criar uma história para atrair a atenção do filho a leitura. Foi por causa de Haley que Percy Jackson surgiu e se tornou uma referência para muitas crianças. Acho que o autor não imaginava o que o futuro lhe proporcionaria, não é mesmo?

William P. Young – A Cabana

O autor escreveu o manuscrito para entregar de natal para os filhos. O autor não tinha pretensão de publicar a história. Era apenas um presente que ele iria dar aos filhos, a pedido da mulher, mas seus filhos não se interessaram muito pela história. Entretanto, ele havia feito 15 cópias do manuscrito e entregou para familiares e amigos. E essas 15 cópias se transformaram em muito mais. Dá para acreditar?

Ethan Hawke de Boyhood – Rules for a kinght (Não foi lançado no Brasil)

O ator escreveu um livro para inspirar os filhos, chamado Rules for a kinght – Algo como Regras de um cavaleiro -, que tem lições de honestidade, perdão, coragem e orgulho. O ator que tem 4 filhos, diz que a ideia do livro partiu de um desejo seu de fazer com que seus ensinamentos não se perdessem com o tempo.

Luiz Fernando Vianna – Meu menino vadio

O jornalista Luiz Fernando Vianna fez o livro sobre seu filho autista, no livro, ele mostra a realidade na criação e educação de uma criança até a vida adulta, de um autista, mas ele não fez esse livro com a pretensão de ajudar outras pessoas com filhos autistas. Luiz Fernando queria apenas deixar um registro para a irmã mais nova de Henrique. Ele queria que a irmã entendesse o irmão. O livro é como um manual para que ela aprenda a lidar com seu irmão autista.

Esse é um post especial, pois queremos mostrar o quanto somos orgulhosos de nossos pais, que tudo o que fazem para nós, seja escrever um livro, ou jogar bola, ou até mesmo brincar de boneca apenas para nos alegrar, sempre nos inspiram. Nós somos o reflexo de vocês.

Escritora e devoradora de livros seja ficção, comédia, fantasia e muitos outros gêneros, o importante é a história prender sua atenção.

Conheça nossa comunidade no G+