Connect with us

Games

GAMES | Maior remoção de jogos da Steam no ano

A Valve, empresa responsável pela plataforma digital de games Steam, excluiu 173 games “falsos” da plataforma. Os jogos eram desenvolvidos e publicados por um estúdio chamado Silicon Echo, que vendia games de baixa qualidade, feitos com programas pré-instalados na plataforma, como a Unity, necessitando de pouca mão de obra.

LOJA DC 4

Na Steam, essa prática é conhecida como “asset flip”, que acaba sendo um jeito mais rápido e sem custos de conseguir (ou “farmar”, como se diz) Cartas Colecionáveis que podem ser vendidas e compradas por dinheiro de verdade. No começo do ano, a empresa já havia dito que reconsideraria o sistema de troca de Cartas por causa desses jogos “falsos”.

O Youtuber SidAlpha descobriu que os mesmos responsáveis pelo Silicon Echo também estavam vendendo jogos pelo nome de Zonitron Productions nos últimos três meses. Os títulos desses dois “estúdios” representam 10% de todos os games lançados na Steam de julho a agosto, somando 86 jogos publicados nesse tempo. Além disso, ao publicar diversos games em uma única aplicação os estúdios conseguiam contornar a taxa de US$ 100 para cada game publicado individualmente.

Resultado de imagem para maior remoção de jogos da steam
As Cartas Colecionáveis são obtidas em games jogados pela Steam e além disso elas podem ser trocadas por insígnias que aumentam o nível de experiência do jogador, além de oferecer outros atributos. Desse jeito, se alguém quisesse subir de nível rapidamente podia comprar os pacotes de games da Silicion Echo por um preço baixo, ganhar muitas cartas, e vendê-las a outros jogadores, assim recuperando o dinheiro com mínimo esforço. Esse esquema acabava sendo favorável tanto para os “comerciantes” quanto para o estúdio, logo que os desenvolvedores também ganham uma porcentagem com a venda das cartas.

Já não é de hoje que acontece esse tipo de situação na plataforma, mas está é a maior remoção realizada este ano. Nenhum jogo publicado pelo estúdio Silicon Echo se encontra disponível para compra, mas os jogadores que tiverem adquirido algum destes jogos, ainda poderão jogá-lo, mas o sistema de cartas desses títulos foi barrado.

Editora de Games e E-Sport do site, jornalista, amante das causas minoritárias, participante ativa do movimento negro brasileiro e do feminismo. Para sugestões de pauta enviar para: anaschuchd@hotmail.com

Continue Reading
Click to comment

Conheça nossa comunidade no G+