Connect with us

Livros

Especial Dia dos Pais | Conheça 8 grandes pais do universo dos livros

Bárbara Allen

Published

on

LOJA DC 4

Ontem já publicamos uma matéria especial ao Dia dos Pais apresentando pais que usaram seus filhos como inspirações para as suas histórias. E hoje, dando continuidade a essa singela homenagem, vamos falar de alguns pais do mundo literário que marcaram e tiveram um papel fundamental na vida dos seus filhos.

Dr. Covey – Para todos os garotos que já amei

Nossa lista começa com o Dr. Covey, mais conhecido como o Pai de Lara Jean, da trilogia Para todos os garotos que já amei. Dr. Covey não é um pai tão presente na vida das três filhas por conta da sua profissão de médico, e por isso a vida dele se divide em estar com as meninas e nos seus plantões. O que é muito legal no personagem é ele criar com todo amor e carinho as três meninas sozinho, já que a mãe faleceu quando a mais nova era um bebê ainda. Mesmo não sendo tão presente na vida das filhas, ele faz de tudo para dar a melhor criação, sempre está disposto a agradá-las e principalmente, mesmo não tendo ligação com a cultura coreana como as meninas tem, ele se propõe em sempre trazer algo dessa cultura para que as jovens nunca percam a ligação com o lado materno. Então, Dr. Covey é aquele pai que merece um prêmio.

Otto Frank – Diário de Anne Frank

Outro pai que podemos citar aqui é Otto Frank. Esse é um pai real que lutou desesperadamente para proteger sua esposa e suas filhas dos nazistas durante a Segunda Guerra. Para quem ainda não associou o nome à pessoa, Otto Frank foi pai de Anne Frank, e foi ele quem correu para realizar um dos últimos desejos de sua filha, que era publicar seu diário relatando tudo o que passou e sentiu enquanto estavam escondidas no Anexo Secreto. Resultado disso, hoje temos um dos livros mais vendidos mundialmente. Nos relatos de Anne, o pai sempre era visto como carinhoso, amoroso e nobre.

John Tucker – A Conquista

Vamos colocar também nessa nossa lista um pai mais jovem, que vê sua vida de ponta a cabeça depois de uma gravidez indesejada. O nome dele é John Tucker, do livro A Conquista, da série Amores Improváveis. Tucker é aquele jogador de hóquei amigo dos populares, mas de todos é o mais calmo. Quando descobre que sua namorada está grávida, um milhão de coisas passam em sua cabeça e ele vê todo o seu futuro planejado indo para uma outra direção. Mas o legal do personagem é que mesmo com esse desespero ele incorporou o papel de pai e passa a se empenhar para ser o melhor pai do mundo para a filha e está sempre presente durante todos os momentos.

Mas não existe apenas o pai biológico. Assim como na vida real, no mundo da literatura também temos muitos personagens que não são pais, mas que assumiram essa função e fizeram um bom trabalho.

Pa Salt – As setes irmãs

Pa Salt é um bom exemplo de pai adotivo que foi maravilhoso para seis meninas. Em As setes irmãs, de Lucinda Riley, o veleiro Pa Salt é um homem muito rico que resolve adotar seis meninas de diversos lugares do mundo. Tudo é lindo, mas ele acaba falecendo logo no início e deixa para as filhas pistas para que descubram suas verdadeiras histórias. Mesmo não sendo um personagem vivo, Pa Salt é sempre lembrado com carinho pelas meninas, que ressaltam ao longo da história a importância dele na vida delas.

Conde de Myrridin – Cartas para uma falsa dama

O Conde de Myrridin passa sua vida inteira acreditando que Francesca é sua filha legitima. Mesmo depois de descobrir toda a verdade, que ela não é sua filha, em nenhum momento pensa em renega-la e deixa-la desamparada. Claro, ela perderia o direito real, mas o conde faz questão de deixar castelos e propriedades para a jovem, e em seu leito de morte é ela quem ele mais deseja ver. Pai biológico ou não, ele foi aquele pai que criou e amou a sua filha independentemente do que aconteceria depois e nunca a deixou de amar.

Callum Royal – Princesa de papel

Callum Royal, de Princesa de papel, resolve ajudar a jovem Ella Harper a sair de uma vida bem complicada após a morte da mãe. Callum era o melhor amigo do pai de Ella, homem que a menina nunca conheceu, e quando a vê sozinha perdida no mundo, oferece um lar junto dele e dos seus cinco filhos. O personagem assume a responsabilidade de pai com a jovem e enfrenta até os próprios filhos, que não gostam nada da ideia de terem que dividir as coisas com ela. A questão aqui é que Callum, como melhor amigo do pai de Ella, se vê na disposição de ajudá-la a ter uma vida melhor. E se ele pode dar a ela essa vida, por que não dar?

Severo Snape – Harry Potter

E para encerrar a nossa listinha, trago dois personagens do mundo de Harry Potter. Um deles muitos podem não concordar, mas temos que ser realistas e concordar que o que ele fez nem mesmo alguns parentes mais próximos teriam a coragem de fazer. Sim, estou falando dele, Severo Snape. Mesmo sendo visto como um dos grandes vilões na vida de Harry, Snape exerce uma função muito importante na vida do garoto desde o início, principalmente depois da morte dos seus pais. Snape sempre defendeu Harry e o protegeu das armadilhas que surgiam, observando e agindo secretamente, trabalhando nos bastidores da vida do jovem. E o mais lindo é ele se sacrificar para salvar Harry, mesmo sabendo que o garoto nutria um certo ódio por ele.

Sirius Black – Harry Potter

Agora para fechar, o papel de melhor paizão/padrinho fica com Sirius Black, o maior exemplo que não precisa ser pai para ter que cuidar, se preocupar e ter carinho e afeto por alguém. Sirius, mesmo com todos seus problemas, quando se aproxima de Harry começa a ser tão presente na vida do menino que até o deixa mais seguro e confiante de seguir o seu destino. Na história fica claro o quanto Sirius é importante na vida do Harry, pois é através dele que ele passa a conhecer mais os pais, sente uma ligação maior com o seu passado e, principalmente, se sente amado.

Depois dessa listinha podemos perceber que não importa se é pai biológico, tio, amigo, desconhecido. Aqui o importante é o amor de quem está sempre perto e faz questão de estar presente em todos os momentos, seja na alegria ou na tristeza! Estes foram personagens que transformaram vidas. Alguns até podem ser fictícios, mas nem por isso são menos importantes na construção de nossos princípios e valores, pois, de uma forma ou de outra, nos inspiramos neles para enfrentar a vida em sociedade.

Nós, do Cabana do Leitor, desejamos a todos os papais, sejam eles nerds ou não, um ótimo dia dos pais. Crianças e adultos, todos os dias são importantes para seus pais, não só hoje ou no próximo dia dos pais, não se esqueçam disso.

LOJA DC 4
Comments