Connect with us

HQs

Motivos para ler as HQs do The Umbrella Academy

Avatar

Published

on

Muito se tem falado de The Umbrella Academy, principalmente depois da popularidade da série no Netflix. E graças a Devir, separamos alguns motivos para te motivarem a ler esse novo mundo.

Um novo mundo, uma nova história

Diferente do que estamos acostumados, esse universo não está dentro das grandes casas dos quadrinhos. Nada de luta entre marvete vs dcauta. Essa zona é segura.

Em um belo dia no ano de 1989, 43 crianças nascem misteriosamente em diferentes países. O milionário Sir Reginald Hargreeves decide então adotar sete dessas crianças (as que sobreviveram) com o propósito de treiná-las para proteger a Terra de qualquer ameaça.

Resultado de imagem para the umbrella academy hq

Esse background é diferente do que estamos acostumados. Não tem nenhuma explicação eminente para isso ter acontecido, nenhum raio gama, nenhuma mutação no gene X, nada.

Cada criança tem um codinome, uma numeração por assim dizer. E cada um deles tem um poder especifico e muito pessoal. Sim, temos aqui o herói com super-força, mas te deixaria animado se eu falasse que ele está em um corpo de um gorila e vigia o espaço?

Violência gráfica

Talvez você esteja cansado das mesmas cenas de luta que vemos diariamente nos quadrinhos de heróis. Muita porrada, mas pouco visual. The Umbrella Academy veio para modificar a ideia de que os heróis não matam – e mostrar que crianças sabem fazer um estrago-, então se prepare para cabeças explodirem. Literalmente.

Imagem relacionada
“Eu posso cuidar de mim mesmo.”

Criadores

Os criadores dessa história são o Gerard Way, mais conhecido pela sua banda My Chemical Romance, e Gabriel Bá, quadrinista brasileiro conhecido por trabalhos na DC Comics.

Resultado de imagem para gerard way gabriel ba

Diferente do que várias pessoas esperam, Gerard Way não foi nem um pouco leve na sua criação. A história beirando a nonsense, com uma pitadinha de Patrulha do Destino e X-Men, ainda faz uma história única e imersiva em seu mundo. Aliás, Gerard Way atualmente não só escreve as HQs da Patrulha do Destino, como supervisiona o selo Young Animal da DC Comics.

Tramas secundárias

Pode parecer como uma história feita para a ação, mas vale a pena também olhar a bagagem que cada personagem leva consigo. A HQ é repleta de mortes inesperadas, debate sobre o que é moralmente certo ou errado quando se tem poderes, vícios e suas válvulas de escape. Seria mais fácil dizer que existem questões reais disfarçadas no meio dessa história megalomaníaca.

Resultado de imagem para the umbrella academy devir

Edição da Devir

A editora responsável por trazer as edições da HQ para o Brasil foi a Devir. As edições “Suíte do Apocalipse” e “Dallas” são repletas de bônus. Nela podemos ver o roteiro original das histórias, o processo de criação tanto do Way como do Bá, assim como os designers e ideias descartadas.

Imagem relacionada
Capa da primeira e segunda edição.

A qualidade do material também é de cair o queixo. Não peca nem nos trocadilhos da tradução, nem na edição da arte.

Resultado de imagem para the umbrella academy devir

Gostou dos motivos? Se interessou pela leitura? Você pode encontrar mais informações sobre Suíte do Apocalipse, clicando aqui. E sobre Dallas, clicando aqui.

Advertisement
Comments

HQs

Macaco Louco aparece no quadrinho do Quarteto Fantástico

Aviso: Esta matéria contém spoilers.

Avatar

Published

on

Ontem (08/07), o quadrinho Empyre: Fantastic Four teve sua primeira edição (edição #0) lançada e o vilão das Meninas Superpoderosas, o Macaco Louco, fez uma rápida aparição no universo.

No quadrinho, o Quarteto Fantástico fica preso em um planeta rochoso, após ficar sem combustível. Depois de enviar um pedido de socorro, o grupo acaba fazendo um acordo com um alienígena para que O Coisa participe de uma luta de gladiadores no planeta Florkanna Six.

Enquanto isso, os filhos de Sue e Reed, Franklin e Valeria Richards, são deixados no comando da embarcação e, por serem crianças, os dois saem do local e entram em um cassino (após mentir a idade deles). Antes de levar à falência o lugar inteiro (por meio de trapaças), as crianças entram em um jogo de pôquer.

Eis que vemos um chimpanzé falante jogando, com as mesmas características do Macaco Louco: Ele tem o capacete, a armadura e a capa. Entretanto, ele não foi mencionado no quadrinho, como o personagem em questão.

A pergunta que fica é: Será que as Meninas Poderosas existem no Universo Marvel ou seria apenas uma aparição em homenagem ao desenho?

Empyre: Fantastic Four #0 já está à venda pelo site da Marvel Comics. A equipe criativa da edição contou com Dan Slott, RB Silva, Sean Izaakse e Marte Gracia. Até o momento, não há tradução em português.

Continue Reading

HQs

Empyre #1 promete uma grande mudança para um Vingador

Marvel Comics revela a prévia de Empyre #1.

Jacqueline Cristina

Published

on

Há quem diga que uma das grandes diferenças entre Jennifer Walters (She-Hulk) e seu primo Bruce Banner (Hulk), foi a de ela manter a capacidade de pensar e se comunicar claramente, enquanto o herói perdeu essas habilidades após um confronto com os Celestes. Entretanto, nas últimas histórias de Os Vingadores é possível ver que as capacidades de comunicação da heroína retrocederam, se equiparando assim a de Banner.

Apesar deste fato, a situação de She-Hulk pode mudar em Empyre #1. Confira abaixo uma prévia divulgada pela Marvel Comics da edição, que conta com Al Ewing, Dan Slott, Valerio Schiti e Marte Gracia em que mostra a heroína sofrendo uma transformação e tanto.

Empyre #1 chegará as lojas físicas e digitais dos EUA, no dia 15 de Julho.

Continue Reading

HQs

Darkside Books lança Prêmio Machado durante quarentena

Editora vai distribuir R$ 100 mil em prêmios aos vencedores.

Avatar

Published

on

A editora Darkside Books divulgou o 1º Prêmio Machado Darkside de Literatura, Quadrinhos e Outras narrativas nesta quarta-feira (8) em seu próprio site. O intuito do prêmio é reconhecer o esforço dos escritores, dos pensadores e dos criadores de conteúdo que estão trabalhando em plena pandemia do Covid-19.

“Mesmo no silêncio e no distanciamento desta quarentena, estamos juntos, prontos para ouvir e sonhar com cada mente que busca o conhecimento, o novo olhar e a transformação“, explicou a editora.

O prêmio vai selecionar textos, quadrinhos e até projetos em desenvolvimento, contanto que sejam histórias originais e inéditas. As categorias são Romance/Contos, Quadrinhos, Não Ficção, Outras narrativas e Desenvolvimento de projeto.

O vencedor de cada categoria será contemplado com um contrato de edição de R$ 20.000, totalizando R$ 100 mil.

A inscrição deverá ser feita através do site da editora a contar da data de hoje até à meia-noite do dia 29 de setembro. O resultado será divulgado no dia 13 de novembro de 2020.

Para mais detalhes acesse o site oficial da editora.

Continue Reading

Parceiros Editorias