Connect with us

HQs

Motivos para ler as HQs do The Umbrella Academy

Avatar

Published

on

Muito se tem falado de The Umbrella Academy, principalmente depois da popularidade da série no Netflix. E graças a Devir, separamos alguns motivos para te motivarem a ler esse novo mundo.

Um novo mundo, uma nova história

Diferente do que estamos acostumados, esse universo não está dentro das grandes casas dos quadrinhos. Nada de luta entre marvete vs dcauta. Essa zona é segura.

Em um belo dia no ano de 1989, 43 crianças nascem misteriosamente em diferentes países. O milionário Sir Reginald Hargreeves decide então adotar sete dessas crianças (as que sobreviveram) com o propósito de treiná-las para proteger a Terra de qualquer ameaça.

Resultado de imagem para the umbrella academy hq

Esse background é diferente do que estamos acostumados. Não tem nenhuma explicação eminente para isso ter acontecido, nenhum raio gama, nenhuma mutação no gene X, nada.

Cada criança tem um codinome, uma numeração por assim dizer. E cada um deles tem um poder especifico e muito pessoal. Sim, temos aqui o herói com super-força, mas te deixaria animado se eu falasse que ele está em um corpo de um gorila e vigia o espaço?

Violência gráfica

Talvez você esteja cansado das mesmas cenas de luta que vemos diariamente nos quadrinhos de heróis. Muita porrada, mas pouco visual. The Umbrella Academy veio para modificar a ideia de que os heróis não matam – e mostrar que crianças sabem fazer um estrago-, então se prepare para cabeças explodirem. Literalmente.

Imagem relacionada
“Eu posso cuidar de mim mesmo.”

Criadores

Os criadores dessa história são o Gerard Way, mais conhecido pela sua banda My Chemical Romance, e Gabriel Bá, quadrinista brasileiro conhecido por trabalhos na DC Comics.

Resultado de imagem para gerard way gabriel ba

Diferente do que várias pessoas esperam, Gerard Way não foi nem um pouco leve na sua criação. A história beirando a nonsense, com uma pitadinha de Patrulha do Destino e X-Men, ainda faz uma história única e imersiva em seu mundo. Aliás, Gerard Way atualmente não só escreve as HQs da Patrulha do Destino, como supervisiona o selo Young Animal da DC Comics.

Tramas secundárias

Pode parecer como uma história feita para a ação, mas vale a pena também olhar a bagagem que cada personagem leva consigo. A HQ é repleta de mortes inesperadas, debate sobre o que é moralmente certo ou errado quando se tem poderes, vícios e suas válvulas de escape. Seria mais fácil dizer que existem questões reais disfarçadas no meio dessa história megalomaníaca.

Resultado de imagem para the umbrella academy devir

Edição da Devir

A editora responsável por trazer as edições da HQ para o Brasil foi a Devir. As edições “Suíte do Apocalipse” e “Dallas” são repletas de bônus. Nela podemos ver o roteiro original das histórias, o processo de criação tanto do Way como do Bá, assim como os designers e ideias descartadas.

Imagem relacionada
Capa da primeira e segunda edição.

A qualidade do material também é de cair o queixo. Não peca nem nos trocadilhos da tradução, nem na edição da arte.

Resultado de imagem para the umbrella academy devir

Gostou dos motivos? Se interessou pela leitura? Você pode encontrar mais informações sobre Suíte do Apocalipse, clicando aqui. E sobre Dallas, clicando aqui.

Advertisement
Comments

HQs

Tom King sugere que colaboradores ganhem título de criadores

Avatar

Published

on

Tom King, famoso escritor do Batman, publicou em seu Twitter dizendo acreditar que o título de criador deveria ir além de Bob Kane e Bill Finger e incluir os artistas que ajudaram a definir o personagem.

Nesta Bat-Semana, A TNT estava incentivando opinião controversas que o público tem sobre o Batman. Nesse meio tempo, o escritor nomeou Denny O’Neil, Neal Adams, Steve Englehart, Marshall Rogers e Frank Miller como os cinco artistas que ele acrescentaria aos criadores do Batman.

O’Neil/Adams, Englehart/Rogers e Frank Miller deveriam ser creditados como criadores do Batman. Neste momento, suas contribuições em quem é o Batman são igual ou até ultrapassam Kane/Finger.

No início dos anos 70, Denny O’Neil e Neal Adams trabalharam juntos em várias histórias do Batman. Foi durante esse período, que foi tomada a decisão de trazer uma abordagem mais sombria; o que estava faltando no personagem desde a série de TV Batman dos anos 1960.

A versão de Adams do traje, com a capa longa e as barbatanas em suas luvas, tornou-se o design definitivo de Batman pelas próximas décadas.

A participação de Steve Englehart e Marshall Rogers foi -até então- breve, mas o que era o adeus de Englehart aos quadrinhos, se tornou uma história que influenciou o filme do Batman de 1989 .

O Cavaleiro das Trevas Ressurge de Frank Miller foi um enorme sucesso em 1986 e se tornou uma influência sobre todas as histórias posteriores do Batman, incluindo na trilogia de Nolan.

Imagem relacionada

O Batman Ano Um , do Miller e do artista David Mazzuchelli, reiniciou o personagem pós-crise em Terras Infinitas.

Continue Reading

HQs

Prévia de Doomsday Clock #12 é revelada

Avatar

Published

on

DC Comics publicou tweets mostrando a prévia da última edição de Doomsday Clock, com arte de Gary Frank e Brad Anderson.

No primeiro tweet vemos a volta do Rorschach – presumivelmente Reggie Long, o segundo Rorschach – que foi visto na última edição escapando do Arkham Asylum.

No segundo mostra o Batman descendo dos céus com, parece ser, o Batplane.

E o terceiro tweet já temos o Superman e o Doutor Manhattan se encontrando.

Esperado confronto entre Superman e Dr. Manhattan
Capa da última edição

Doomsday Clock #12 estará à venda em 18 de dezembro nas lojas nos Estados Unidos. Até o momento desta matéria, não há datas para publicação no Brasil.


Continue Reading

HQs

JOKER: KILLER SMILE #2 de Jeff Lemire chega em dezembro

Pedro Augusto

Published

on

killing smile

O sorriso cheio de dentes do Coringa ganha o nome desta série neste primeiro olhar de Joker: Killer Smile # 2 de 18 de dezembro – junto com um olhar bônus na nova capa de Killer Smile # 3.

killing smile
killing smile
killing smile
killing smile
killing smile

.

JOKER: SORRISO DO ASSASSINO # 2
escrito por JEFF LEMIRE
arte e capa por ANDREA SORRENTINO
capa variante por JEFF LEMIRE
Ben Arnell prometeu uma coisa à esposa e ao filho: mesmo que ele gaste seus dias tentando chegar ao fundo da loucura do Coringa, ele nunca traria essa loucura para casa. Não importa a escuridão do trabalho, ele nunca permitiria que a loucura do Coringa destruísse sua família.
E nisso, ele falhou

A equipe criativa de Gideon Falls, vencedora de Eisner, lança em alta velocidade sua crônica crítica da influência destrutiva do Coringa, com uma questão que transforma toda a história em sua cabeça, com conseqüências desastrosas para o Dr. Arnell!

Continue Reading

Parceiros Editorias

error: Conteúdo Protegido