The Oscars

Oscar tem a menor audiência da história e registra menos de 10 milhões de espectadores pela primeira vez.

O fracasso da 93ª edição do Oscar foi alarmante e registrou os piores números da história da premiação.

A 93ª edição do prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas registrou a menor audiência na história do Oscar e vem se atribuindo grande parte desse insucesso ao formato diferente que a premiação teve de adotar por conta da pandemia, embarcando em um formato muito diferente do que o público estava acostumado.

Além de uma janela de elegibilidade maior, a própria transmissão foi muito diferente de diversas maneiras. No sediamento, o clássico Dolby Theatre foi trocado pela Union Station e até mesmo a ordem de alguns prêmios foi diferente, entregando o prêmio de melhor filme antes do de melhor ator e atriz.

É claro que houveram alguns pontos altos, como Chloe Zhao se tornando a primeira mulher não branca a ganhar um Oscar de Melhor Direção e a segunda mulher a ganhar o prêmio e a inesperada vitória de Anthony Hopkins para melhor ator, desbancando o favoritismo de Chadwick Boseman pela A Voz Suprema do Blues. Todavia, por mais que tenha recebido bastante atenção online, não converteu esse interesse em números de audiência.

Segundo o Deadline, o Oscar deste ano teve 9.85 milhões de espectadores, o que é a menor visibilidade para um Oscar televisionado da história, marcando pela primeira vez um número abaixo de 10 milhões de audiência. O mais impressionante é a queda de 58% em relação ao ano passado, que teve 23.64 milhões de telas simultâneas ligadas à premiação.

Muitos fatores estão sendo atribuídos a essa decadência nos números. Normalmente a entrega de prêmios acontece entre o final de Fevereiro e o começo de Março, então uma cerimônia em Abril pode ter frustrado muita gente. Junto disso, por mais que grandes indicados estivessem presentes nos serviços de streaming, muitos cinéfilos afirmaram não ter familiaridade com os filmes.

Com um resultado tão infeliz, uma nuvem de dúvida paira no ar para a próxima edição. O 94º Oscar acontecerá dia 27 de Fevereiro de 2022 e provavelmente retornará ao seu formato clássico com números musicais, montagens e até mesmo um mestre de cerimônia. Por mais que ainda seja cedo demais para chutar qualquer indicado, alguns nomes começam a pipocar para uma possível disputa. Entre eles, In The Heights de Lin Manuel Miranda e a releitura de West Side Story de Steven Spielberg, podem ser chamarizes de audiência para o show.

Total
0
Shares
Related Posts
Total
0
Share