Connect with us
Snyder Cut Snyder Cut

cinema

Ray Fisher diz estar coletando provas contra Joss Whedon

Ray Fisher diz: ‘Me processe por calúnia se as alegações de abuso durante as filmagens de Liga da Justiça não forem verdadeiras”.

Avatar

Published

on

O ator Ray Fisher, que deu vida ao personagem Ciborgue no filme da Liga da Justiça, voltou a falar sobre o comportamento de Joss Whedon no set de gravação do filme, e já disse que está reunindo as informações de pessoas que já trabalharam com o diretor.

“Obviamente eu tenho muito o que dizer sobre Joss Whedon, e cada uma dessas palavras é verdade. Há um processo que está sendo desenvolvido, neste momento, para descobrir tudo que aconteceu”, falou o ator. “O homem está provavelmente assustado, e ele deve estar, porque nós vamos chegar no fundo de tudo que aconteceu”.

Ray diz que está coletando as informações sobre o diretor há anos e explicou que tudo será revelado em breve.

“Me demorou 2 anos e meio para conseguir todas as informações e construir algo que é forte o suficiente para que as pessoas não possam só dispensar. Estamos no processo de fazer com que as pessoas consigam contar suas histórias de modo confidencial, para que eles não sofram retaliações.”

Tudo isso aconteceu quando Zack Snyder precisou se sair da direção do longa por problemas familiares, o que acontece é que o longa estava quase pronto e estava muito diferente da versão que foi ao cinema, o longa passou por diversas refilmagens com Whedon na direção, com isso o filme recebeu uma chuva de criticas negativas e acabou aumentando o pedido pela versão original do filme que já havia sido gravado. Desde que Joss assumiu a direção do filme ele foi nojento, abusivo, antiprofissional segundo Fisher.

SnyderCut chega em 2021 no HBO Max.

Publicitário, nerd, apaixonado pelo mundo dos games, fascinado pelo mundo do cinema. “Ou se morre como herói, ou vive-se o bastante para se tornar o vilão.”

Advertisement
Comments

cinema

Netflix | Noah Baumbach fecha novo filme com a plataforma

A relação do diretor Noah Baumbach com a Netflix fica cada vez mais forte.

Davi Alencar

Published

on

A relação do diretor Noah Baumbach com a Netflix fica cada vez mais forte. Depois do lançamento de Os Meyerowitz: Família Não se Escolhe (2017) e o avassalador História de Um Casamento (2019) a parceria parece ter ganhado um novo capítulo.

A produção de um novo longa, ainda sem título, data e nem detalhes de trama, irá começar em fevereiro do ano que vem, com a expectativa de chegar na plataforma em 2022.

Inclusive, a carreira do diretor parece ir muito bem, já que depois de gravar esse filme ele segue para dirigir o novo live action da Barbie ao lado de Greta Gerwig (Adoráveis Mulheres).

Como seu título anterior, estrelado por Adam Driver e Scarlett Johansson, História de Um Casamento foi um completo sucesso e rendeu 6 indicações ao Oscar, ele parece ter sido o escolhido para tentar criar uma tradição na temporada de prêmios.

A Netflix tem investido muito em diversos festivais e tenta melhorar a dose de premiações do ano passado, quando teve diversas indicações, mas uma baixa taxa de conversão em vitórias.

Só esse ano a plataforma trouxe e trará títulos como Destacamento Blood (Spike Lee), Mank (David Fincher) e Os 7 de Chicago (Aron Sorkin), o que comprova essa estratégia. Junto disso, com suas produções paradas durante a pandemia, a Netflix tem investido pesado na compra de filmes independentes vencedores de festivais

No final das contas, todos saem ganhando, os cineastas têm mais liberdade para produzirem o que bem entendem e os consumidores são presenteados com filmes originais!

O novo filme de Noah ainda não tem data de estreia, mas chega na plataforma por meados de 2022.

Continue Reading

cinema

Zack Snyder vs Hipocrisia

As mesmas pessoas que dizem pregar VIDAS NEGRAS IMPORTAM, parecem não se importar muito com a carreira de Ray Fisher, jovem, talentoso e negro.

Avatar

Published

on

By

Afinal, o que faz com que um grande numero de influenciadores, jornalistas e colunistas em diferentes lugares do mundo, fiquem tão chateados com o dinheiro de uma empresa privada sendo gasto de uma forma que por algum motivo eles não aprovam, a impressão que dá e que parece que 70 milhões de dólares esta saindo do bolso deles.

Esses milhões é o custo para que a sonhada pelos fãs e a não desejada por outros, Snyder Cut Liga da Justiça, seja finalizada, diretor original do longa, filme que está com o nome até o momento de Zack Snyder’s Justice League. Parece até que voltamos no tempo e estamos vendo a mídia criticar o cara por tudo e a todo o momento.

O editor do site Cinema Com Rapadura chegou a destacar que inicialmente o filme foi criticado (no seu teaser liberado pela HBO Max) pelos CGI estranho, e agora que estas coisas serão finalizadas (pois grande parte do orçamento seria para isso) as pessoas também reclamam.

Parece que existe uma galera que se incomoda até de lembrar que o Snyder existe. O mais problemático destas situações é que ser contra essa ideia torna as pessoas meio hipócritas. Um dos maiores prejudicados pela intervenção de Joss Whedon no filme foi o ator Ray Fisher (Cyborg).

Seu personagem que seria originalmente o coração do longa foi reduzido a um herói com problemas na armadura, perdeu seu arco, suas falas e sua possibilidade de crescer em Hollywood. Ray Fisher é negro, e durante os protestos contra a morte de pessoas negras promovidas pela policia nos EUA o ator chegou a agradecer no seu twitter a possibilidade de Zack o ter chamado para discutir aspectos do seu personagem com um dos roteiristas originais do filme. Joss Whedon, que substituiu Zack Snyder na direção do filme após o suicídio da sua filha, quase ou destruiu a carreira de Ray Fisher. As pessoas quando atacam Zack acham que a Liga da Justiça apenas tem haver com ele e com seu trabalho, quando outras barbaridades também foram cometidas contra outras pessoas.

As mesmas pessoas que dizem pregar VIDAS NEGRAS IMPORTAM, parecem não se importar muito com a carreira de Ray Fisher, jovem, talentoso e negro. Ora, será que importa muito gastar mais um pouco para ajudar fãs (que arrecadaram inclusive doações), salvar carreira de um ator negro, salvar trabalhos de outros atores em outras situações? Vale, ainda mais se varias pessoas que odeiam o Zack Snyder se lembrarem que o dinheiro não vai sair do bolso delas mas de uma empresa privada, e um plus, se elas lembrarem que o filme não foi feito para elas, a exemplo, eu não pedi o reboot Pretty Little Liars, não vi a série, mas com certeza deve ter tido gente que pediu e gostaria de ver, sendo assim, o que ganho comemorando uma noticia ruim ou não sobre ela? Nada.

Alias, vamos especificar, se eu for um influenciador e cresci ou vivo de criticar coisas que não gosto e um jovem de internet sem coisas pra fazer, talvez isso me traga uns seguidores.

Continue Reading

cinema

Zack Snyder’s Justice League | Henry Cavill diz que não participará de refilmagens

O passe está caro pro Hanry Cavill.

Davi Alencar

Published

on

Nesta última quarta-feira (23) foi anunciado que o novo corte da Liga da Justiça de Zack Snyder iria ter um cronograma de uma semana de filmagens em outubro para complementar o projeto. Ben Affleck retornaria como Batman, Gal Gadot como Mulher-Maravilha, Ray Fisher como Ciborgue e, até então, Henry Cavill como Superman.

No entanto, em uma entrevista concedida para o Collider pouco antes da notícia vir à tona, Cavill disse que não participaria de nenhum gravação da minissérie.

“Não vou gravar nenhum material adicional não. Apenas material que já foi feito antes. Não sei como as coisas vão ser, se adaptar pela nova duração do filme, mudar na pós-produção ou aplicar qualquer lição aprendida com a reação dos fãs desde o lançamento do filme. Mas eu só estarei assistindo a festa de fora.”

Muitos poderiam argumentar que como a entrevista foi concedida antes do anúncio as coisas ainda poderiam mudar. Infelizmente isso soa um pouco improvável.

O ator está em Londres trabalhando na segunda temporada de The Witcher, o que tornaria uma possível para Los Angeles (onde será gravado o material adicional) muito dificultosa. Os protocolos de segurança do Reino Unido exigem que as pessoas que chegam no país fiquem ao menos 14 dias de quarentena, então não haveria como ele participar do Snyder’s Cut sem prejudicar muito o cronograma da série.

O tão aguardado corte do diretor está sendo produzido pela HBO Max e será liberado em 4 partes de aproximadamente uma hora. Com trailer já divulgado, podemos aguardar severas mudanças quanto a versão lançada nos cinemas (inclusive o próprio Cavill com um figurino preto alternativo).

Zack Snyder’s Justice League chega no streaming em algum momento de 2021.

Continue Reading

Parceiros Editorias