Connect with us

cinema

Resenha do filme “50 Tons de Cinza” ( E não é que o negocio até que é bom?)

Avatar

Published

on

Isso mesmo, 50 tons de cinza conseguiu em muitos (infinitos) aspectos superar as expectativas, aparentemente a diretora foi a escolha certa e com certeza soube fazer o melhor possível com o que tinha na mão (que não era exatamente muita coisa ).

Claro que o filme tem seus erros. A mãe da protagonista parece ser bem mais jovem que a mesma (menos na cena em que ela está deitada de pijama na cama, eu e minha miopia achamos que era uma criança). A querida Kate apesar de desempenhar muito bem seu curto papel durante o filme parecia uma senhora beirando a casa dos 45, não uma formanda da universidade que devia ter seus 23 anos.

Alguns pontos do roteiro foram desnecessários e tiveram o intuito obvio de remeter quem assistia a saga Crepúsculo, a mais obvia de todas foi a cena do carro no qual o fotógrafo conversa com ela na saída da “faculdade” (parece uma escola, e remete automaticamente a cena que o Edward salva a bela de ser atropelada). E claro, temos o que não chega a ser um erro, porém incomodou mais que todo o resto junto: Anastasia Steele parece uma retardada mordendo a boca, ou sensualizando com o lápis a cada 5 minutos. Coisa que felizmente foi corrigida no decorrer do filme.

Mas mesmo com tudo isso o filme é bom? Sim.

Tudo que o filme tem de ruim acontece no começo, o meio/ final tem tudo pra ser um filme ótimo, a cenografia é perfeita, o filtro geral do filme está fantástico, o figurino está ótimo, os atores melhoram (e isso é muito aparente ) e ver as coisas por um âmbito que não seja o da Anastasia (como no livro) deixa a historia imensamente mais interessante.

Mesmo odiando o livro sou obrigado a confessar: Cinquenta tons de cinza (que fique claro que é o filme) deixou um gostinho de quero mais.

Economista de humanas com 22 anos, bissexual, fã de Romancistas que desenvolvem heróis, cinéfilo de carteirinha e arqueiro nas horas vagas. (Gonna save the world).

Advertisement
Comments

cinema

Live-action de Borderlands terá Cate Blanchett como Lilith

Atriz de Thor Ragnarok se une com diretor de O Mistério do Relógio na Parede.

Avatar

Published

on

Agora é oficial: Cate Blanchett, de Thor Ragnarok, foi confirmada como a siren Lilith na adaptação cinematográfica do game Borderlands. A produção irá reunir mais uma a atriz com o diretor Eli Roth, que trabalharam juntos em O Mistério do Relógio na Parede.

Empolgado, Roth falou com o site Variety sobre a adição de Blanchett à produção:

“Acredito que não há nada que ela não possa fazer: do drama à comédia e agora ação, Cate faz cada cena cantar. Trabalhar com ela é um sonho de diretor virando realidade. Sei que, juntos, vamos criar outra personagem icônica para a carreira bem-sucedida dela.”

Na história, a personagem Lilith é uma das poucas mulheres da galáxia pertencentes a uma classe de “sereias” com poderes especiais, como a manipulação do tempo-espaço. No primeiro jogo, lançado em 2009, ela era uma das quatro personagens jogáveis. Entretanto, nos outros títulos da saga, a personagem voltou a aparecer, mas como não-jogável.

Com direção de Roth, a adaptação contará com roteiro de Craig Mazin, criador da minissérie Chernobyl e com produção de Avi Arad, responsável pelos primeiros filmes do Homem-Aranha.

Borderlands não tem data de lançamento previsto.

Continue Reading

cinema

Warner Bros. supostamente estaria planejando filme com Arlequina

Daiane de Mário

Published

on

Desde que estreou no Esquadrão Suicida de 2016, a versão de Margot Robbie da nossa querida Arlequina cativou e encantou o público em todos os lugares. Entre seu papel em Aves de Rapina em fevereiro, e sua aparição no Esquadrão Suicida, os fãs estão vendo a Harley evoluir na tela de várias maneiras impressionantes – e parece que isso está longe de ver o seu fim!

De acordo com um novo relatório da DCEU Mythic, a Warner Bros. iniciou “conversas ” sobre qual será o próximo projeto das telonas para Harley Quinn, de Robbie. Embora não haja indicação do que esse filme poderia ser, os fãs da DC certamente especularão sobre ser potencialmente um filme de Gotham City Sirens, adaptando a equipe que conta com Arlequina, Hera Venenosa e Mulher-Gato dos quadrinhos para as telonas.

Embora a bilheteria de Aves de Rapinha tenha sido interrompida devido à pandemia do COVID-19, não há como negar que o filme teve uma base de fãs bastante apaixonada, especialmente após o seu lançamento no Video on Demand em março. Com isso em mente – e especialmente com os rumores de que as coisas poderiam culminar em um filme crossover Birds of Prey / Gotham City Sirens – essa atualização em torno do futuro da Harley é certamente promissora.

Dirigido por Cathy Yan e escrito por Christina Hudson, Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa é estrelado por Margot Robbie, Mary Elizabeth Winstead, Jurnee Smollett-Bell, Rosie Perez, Chris Messina, Ella Jay Basco e Ewan McGregor.

Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa já está disponível em HD digital.

Continue Reading

cinema

Sonic: O Filme 2 é oficialmente anunciado!

Daiane de Mário

Published

on

O ouriço azul favorito de todos voltará para as telonas! Sonic: o Filme foi um sucesso entre fãs, críticos e crianças sendo um grande sucesso das bilheterias, então nada menos óbvio que uma sequência fosse anunciada em breve. A notícia foi confirmada por um relatório da Variety, e parece provável que os atores Ben Schwartz, Jim Carrey e James Marsden retornem para outra aventura, ainda segundo a Variety, Neal H. Moritz, Toby Ascher e Toru Nakahara estão produzindo a continuação ainda sem título, com Hajime Satomi, Haruki Satomi e Tim Miller produzindo.

Sonic chegou aos cinemas em fevereiro, com lançamento digital em março, depois que os cinemas foram fechados devido à nova pandemia de coronavírus. O filme é estrelado por Ben Schwartz como a voz do ouriço homônimo, James Marsden como Tom Wachowski, um policial que faz amizade com Sonic, e Jim Carrey como Dr. Robotnik, o vilão e cientista clássico da franquia.

Ainda não há previsão de lançamento.

Continue Reading

Parceiros Editorias