Connect with us

cinema

Nós – Um ótimo filme para se conferir no Halloween

Nós” é um ótimo filme para o Halloween e ainda passar os próximos dias pensando sobre a obra. Um suspense com diversos conceitos interessantes e reflexivos

Avatar

Published

on

ESSE ARTIGO CONTEM SPOILER. LEIA POR SUA CONTA E RISCO 😉

“Portanto assim diz o Senhor: Eis que trarei mal sobre eles, de que não poderão escapar; e clamarão a mim, mas eu não os ouvirei.” – Jeremias 11:11, essa é a passagem bíblica presente no longa do diretor Jordan Peele, Nós, um filme que se trata da vingança contra a
humanidade; um mal cuja as pessoas jamais conseguirão fugir, e quando implorarem por misericórdia, essas trevas vingativas não os atenderam.

“Nós” tem Lupita Nyong’o como Adelaide e Red protagonizando uma estoria que fala sobre como ela e seu marido, Gabe (Winston Duke) levaram seus filhos, Zora (Shahadi Wright Joseph) e Jason (Evan Alex), para passar o fim de semana na praia e descansar. Eles
começam a aproveitar o ensolarado local, mas a chegada de um grupo misterioso muda tudo e a família se torna refém de seres com aparências iguais às suas.

Assim como “Corra!”, que é a anterior obra do cineasta Jordan Peele, “Nós” também está recheado de simbolismo e uma dura crítica social. Mas vamos pelo começo…

Na minha percepção, “Nós” tem dois inícios. O primeiro é quando vemos a jovem Adelaide assistindo a um comercial na TV (que será de extrema importância no final do filme); e depois, no momento em que ela e seus pais estão no parque, mas a Adelaide se distancia
deles e termina encontrando sua cópia na casa de espelhos. O segundo é com os créditos iniciais e um close no olho de um coelho, à medida que a câmera se distancia, vários coelhos enjaulados são revelados – nesse momento já temos o nosso primeiro simbolismo.

Os coelhos, na cultura popular, representam o recomeço, ressureição, redenção; isso porque eles têm uma famosa capacidade de reprodução. No filme os coelhos retratam as sombras, as cópias dos verdadeiros – sendo assim na primeira cena, de todos aqueles coelhos que vemos, apenas três são negros. Eu acredito que os coelhos brancos representam as duplicatas e os negros, os originais. Por isso existe apenas três animais escuros no plano, porque apesar da família protagonista ser formada por quatro membros, só o pai, o filho e a filha são os originais.

Como eu disse, este é um longa cheio de signos e interpretações, então vamos destrincha-los em tópicos.

Vermelho
“O que vocês são?”
“Somos Americanos” – essa é a resposta de Red para pergunta feita por Gabe. Os EUA é uma figura relembrada durante todo o filme, e não só nas cores de vários objetos e cenários, mas também nas roupas dos doppelgangers (duplicatas), nesse caso, é especificamente o vermelho, que não só denota a violência e a cor do sangue, mas também uma das três cores da América.

O trecho seguinte foi retirado de um dos sites que foram minha fonte de pesquisa, o site “plano aberto”. O que é levantado é muito interessante para o debate sobre a obra, então achei bom trazer para vocês.

O nome original do filme (“Us”) é um acrônimo de United States. O próprio Jordan Peele brincou com o tema em seu Twitter. Isso permite interpretar o filme como uma metáfora sobre os Estados Unidos e sua histórica luta de classes, com um grupo “superior” e outro “inferior”.

Quando os pais de Adelaide a levam à psicóloga, perguntam como fazer a filha voltar a falar. A profissional responde que eles devem estimular a filha a desenhar, dançar, “qualquer coisa que nos ajude a saber a história dela” (“anything that help us to know her story”). Admitindo que “us” é “U.S.”, Peele diz nas entrelinhas que a arte para uma criança negra, independente da forma, é uma ferramenta identitária. “Qualquer coisa que ajude os Estados Unidos a saber
a história dela”.

Embaixo de Nós

Uma das primeiras informações levantadas no filme é sobre onde os doppelgangers vivem. Os tuneis embaixo de nós, além disso ser uma clara referência histórica porque faz alusão a corrida do ouro que aconteceu no século XIX, quando as pessoas cavavam túneis em busca de ouro; também é um signo para a famosa frase “uma luz no fim do túnel”, que nesse caso é a luz (esperança) para libertação e para um novo mundo.

A Arma

A arma usada pelas sombras é uma tesoura, o símbolo aqui é exatamente que uma tesoura é como duas facas ligadas, duas partes de um todo, assim como nós e nossas sombras, mas ao se juntarem, cortam. Isso pode ser visto como uma batalha sangrenta entre as duas metades, ou como “cortar a povo da superfície para que os do subterrâneo dominem”. Muitas interpretações para um simples objeto, mas essa é a graça de uma boa obra cinematográfica.

Plot Twist

A reviravolta do longa surpreende a todos. Durante vários seguimentos vemos a Adelaide atingir um lado mais selvagem e agressivo, como se estivesse se tornando uma das sombras, mas então descobrimos que ela sempre foi a duplicata, porém não se lembrava, isso porque ela era muito pequena e conforme fosse crescendo e aprendendo novas coisas, como falar e se comportar como alguém da sociedade, ela esquecia sua verdadeira origem e ficou apenas com uma vaga lembrança de ter visto ela mesma na casa de espelhos, de resto seu cérebro construiu uma nova memória para que assim se tornasse mais fácil a adaptação.

Tanto a Adelaide quanto a Red se esqueceram de quem realmente eram. Dessa vez o significado nas entrelinhas é tão obvio que se torna um parágrafo inteiro. As duas partes de um todo sofreram um tipo de lavagem cerebral da sociedade, aprendendo novos costumes, se adaptando a um novo estilo de vida, e deixando de ser quem realmente era para se tornar o que a sociedade espera que ela fosse, pondo uma máscara em seu rosto e a colocando em uma peça de teatro, onde ela finge ser quem não é até se acostumar com a ideia e adotar essa nova identidade.

“Nós” é um ótimo filme para o Halloween e ainda passar os próximos dias pensando sobre a obra. Um suspense com diversos conceitos interessantes e reflexivos, apesar de ter seus problemas, como um humor fora de hora, ainda é um filmaço para se assistir e pensar sobre
como “nós somos os nossos maiores inimigos”.

Designer gráfico e de Web; estudante de jornalismo; Podcaster; Crítico e Redator Cinematográfico

Advertisement
Comments

cinema

Jornalista desmente luta entre Muher-Maravilha e Aquaman no filme do Flash

Avatar

Published

on

By

No início deste ano, o diretor Andy Muschietti confirmou que o filme de Flash de Ezra Miller adaptará a história clássica do Flashpoint, mas observou que será uma versão diferente do que os leitores de quadrinhos esperam. 

Muitos especularam que o filme de Flash de Ezra Miller será usado pela Warner Bros. para redefinir o DC Extended Universe e um novo boato da YouTuber Grace Randolph afirma que o estúdio quer que o passeio solo contenha um confronto entre Mulher Maravilha e Aquaman para “acabar com a Liga da Justiça“.

O conceito de uma batalha entre a Mulher Maravilha e o Aquaman não é inconcebível, especialmente considerando o filme de animação intitulado Liga da Justiça: O Paradoxo do Ponto de Ignição apresentou uma guerra entre as nações de Atlântida e da Amazôna. 

No entanto, Umberto Gonzalez, da Heroic Hollywood, postou uma mensagem no Twitter informando aos fãs que, dentro de fontes ditas, há “verdade zero” ao boato de uma luta entre Mulher Maravilha e Aquaman em The Flash de Ezra Miller.

Flash deve estrear nos cinemas em 2022.

Continue Reading

cinema

Zombies 2 | sequência do original do Disney Channel estreia em março

Avatar

Published

on

O novo filme original do Disney Channel Zombies 2 chega a América Latina na sexta-feira, 13 de março, e o canal prepara uma programação especial. Antes da transmissão do filme, o Disney Channel irá emitir uma série de curtas de Zombies 2Descendentes 3 (Carscendants) e sneak peek da segunda temporada de Disney Bia, que estreia em 16 de março no canal. Os fãs podem saber mais das surpresas do novo filme no trailer que foi ao ar na noite de ontem:

Zombies 2 retoma a história da líder de torcida Addison e o jogador zumbi de futebol americano Zed, apresentada no primeiro filme. Zed e Addison estão se preparando para o grande baile de formatura em Seabrook High. Mas, quando um grupo de lobisomens adolescentes liderados por Willa, Wyatt e Wynter chega em busca de uma antiga fonte de vida enterrada em algum lugar em Seabrook, o conselho da cidade se assusta e restaura as leis anti-monstro, separando Zed e Addison novamente.

Zombies 2 – Estreia dia 13 de março às 20h45

Continue Reading

cinema

Margot Robbie aprende roller derby para Aves de Rapina

Avatar

Published

on

Em Aves de Rapina (Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa), filme da Warner Bros. Pictures, Arlequina sofre com o término com o Coringa e busca formas de dar a volta por cima, como iniciar a prática do Roller Derby – um esporte agressivo, ágil, violento… perfeito para a personagem, mas que exigiu muito empenho da atriz Margot Robbie.

Para dar um tom mais autêntico às cenas, a atriz precisou aprender algumas técnicas menos refinadas e mais sujas da patinação em aulas com equipes reais de Roller Derby, que incluíam atletas da Angel City Derby, a principal liga de Roller Derby de pista plana de Los Angeles (e a equipe #6 do mundo), e do LA Derby Dolls, a principal liga de Roller Derby de Los Angeles.

“Não foi tão doloroso quanto patinar no gelo, mas foi difícil. Aprender mais sobre a comunidade de Roller Derby e as suas práticas foi tão adequado para o nosso filme, porque trata-se de várias mulheres que se unem, se sentem diferentes, que talvez não se sintam adequadas de uma maneira tradicional, mas elas encontraram este esporte que amam tanto. O senso de comunidade e amizade é tão intenso, e elas são muito fortes. Isto representava tudo o que estávamos fazendo no filme, então eu fiquei grata por elas fazerem parte dele”, afirma Margot

Aves de Rapina está em exibição nos cinemas.

Continue Reading

Parceiros Editorias