REDcampea

CBLOL 21 | RED Canids brilha na final e é campeã do 2º Split

Com atuação excepcional de Grevthar, RED aplica 3×1 na RNS e é campeã.

Após 18 jogos, duas quartas de final, duas semi finais, chegamos na aguardada final do 2º split do CBLOL. Partida que definiu não apenas a campeã da temporada, como também o time que ficou com a vaga no Worlds 21. Em uma final inesperada, com dois times que não eram favoritos ao título, tivemos o confronto entre os cowboys da RENSGA e a matilha da RED Canids Kalunga.

A RENSGA, que já havia aplicado um 3×0 na LOUD nas Quartas de final, se classificou para a final após uma série espetacular onde a equipe desbancou a favorita PaiN Gaming, campeã do primeiro split, pelo placar de 3×2. Durante a fase de grupos, os cowboys precisaram superar uma início de campeonato bem ruim para se tornar a equipe com melhor campanha do segundo turno e chegar como uma grande força nessa final.

Pelo lado da Matilha, se os meninos da RED Canids chegaram aos play offs desacreditados, o time sem dúvidas se reinventou, atropelando o Flamengo eSports por 3×0, e depois ganhando fácil também da VORAX Liberty por 3×1. A equipe que ficou marcada na fase de grupos por “entregar” partidas ganhas, mostrou um amadurecimento gigantesco no mata-mata, ganhando muita força principalmente com a entrada de Grevthar no elenco.

Hoje, na grande final, tivemos uma série onde a Matilha mostrou que estava pronta para superar todas as dúvidas que existiam sobre a equipe, aplicando 2 stomps gigantescos nas 2 primeiras partidas. No terceiro jogo, a RENSGA acordou e devolveu o Stomp, aumentando a emoção. O último jogo da série foi marcada pelo equilíbrio, com os cowboys iniciando o jogo melhor, mas com um desempenho impecável de Aegis, a RED foi aos poucos virando a partida, até tomar o controle do rift de uma vez em suas mãos, e se sagrando campeã brasileira da segunda etapa.

Confira abaixo o resumo da Final:

RED Canids Kalunga 1 x 0 RENSGA

RED: Alistar – Varus – Akali – Viego – Gwen
RNS: Braum – Ashe – Ryze – Diana – Renekton
MVP da Partida: Grevthar – Akali (13/1/7)

Abrindo a grande final, o first blood veio logo em uma reunião dos dois times na bot lane, com a equipe da RED se dando melhor, garantindo abates nas mãos de Grevthar e Aegis, enquanto a RNS descontou com Damage. O jogo seguiu agitado, explodindo outra skirmsh pouco tempo depois, com Grevthar ficando 2/0/2 aos 7 min de partida. O jogo ia desandando rapidamente para o cowboys, que sofriam jogadas e abates pelo mapa sem conseguir responder. Aos 14 min, o mid da RED já estava 7/0/5.

A primeira partida ia se tornando um stomp muito rapidamente, com Grev e Aegis destruindo o time adversário em todas jogadas. A equipe da Rensga tentava garantir as migalhas que eram possíveis para manter 1% de chance no jogo. Com a equipe da Rensga buscando jogar de forma cautelosa, e a RED tomando cuidado para não dar sua famosa entregada, o jogo ficou bastante morno, contrastando com o ritmo inicial de partida. Porém aos 24 min a matilha puxou o gatilho mais uma vez, abatendo 2 jogadores e ficando com o barão na sequência.

Com o bônus, a matilha empurrou o mapa inteiro de uma vez, abrindo a base adversária com facilidade. E com Guigo vencendo um 1×3 lindamente, a equipe da RED aplicou o Ace e abriu o placar na grande final.

RED Canids Kalunga 2 x 0 RENSGA

RED: Leona – Varus – Ryze – Xin Zhao – Gwen
RNS: Trundle – Ashe – LeBlanc – Viego – Kennen
MVP da Partida: Grevthar – Ryze (6/3/10)

Na segunda partida, o jogo mais uma vez começou bom para a RED. Yuri e Croc partiram para cima de Grevthar, porém Aegis chegou ao resgate, revertendo a jogada e ajudando seu mid laner a abater Yuri. Mais uma vez a matilha ia impondo um ritmo frenético no early game. conseguindo colocar abates nas mãos de Grevthar e TitaN. A boa notícia pra Rensga era que dessa vez os cowboys conseguiam responder um pouco melhor as lutas.

Se a RED estava apenas um pouco na frente, a situação melhorou muito aos 20 min, com o nascimento do barão. A matilha começou o objetivo, e os cowboys tentaram contestar, porém os canídeos não apenas garantiram o barão como também uma série de abates, fazendo a vantagem de ouro disparar para 8k de vantagem. Com o bônus a RED Canids foi abrindo a base adversária com extrema facilidade, derrubando dois inibidores.

Com o segundo barão não teve mais jeito, os jogadores da RED avançaram como um carreto, limpando a base adversária e abrindo 2×0 na série com outro stomp.

RENSGA 1 x 2 RED Canids Kalunga

RNS: Leona – Ezreal – Jayce – Lee Sin – Mordekaiser
RED: Braum – Tristana – Twisted Fate – Viego – Renekton
MVP da Partida: Croc – Lee Sin (8/0/9)

Na terceira partida foi a vez dos cowboys começaram melhor, vencendo o 2×2 na bot lane, com Trigo e Damage pegando um abate cada um em cima de TitaN e JoJo. O early game era frenético, com as duas equipes criando lutas, pegando abates, e a dupla Yuri e Croc finalmente entrando na série. Nessa partia era a equipe da RED que via suas tentativas de ofensiva serem frustradas pela chegada do time adversário, que ia abrindo cada vez mais vantagem.

Para se manter no jogo, a matilha ia buscando neutralizados, mas os mesmo eram poucos, principalmente num mapa dominado pela Rensga. E os cowboys seguiram se impondo e aproveitando os vacilos da RED, garantindo também com facilidade o barão na casa dos 22 minutos, e colocando a vantagem de ouro em quase 8k.

A equipe da RED tentou responder com uma armadilha em flanco, mas com uma jogada completamente torta e descoordenada, tudo deu completamente errado e a equipe sofreu um Ace facilmente, vendo a RNS avançar sobre sua base na sequência, e vencer sua primeira partida na série, devolvendo os stomps.

RED Canids Kalunga 3 x 1 RENSGA

RED: Leona – Ezreal – Kled – Diana – Viego
RNS: Thresh – Varus – Sylas – Nidalee – Renekton
MVP da Partida: Aegis – Diana (6/0/8)

Dessa vez, foi Croc quem ficou com o firstblood, gankando GUIGO e conseguindo o abate fácil. A situação do topo da matilha foi ficando mais complicada, com ele sendo solado tanto por KiaRi como por Yuri em duas jogadas diferentes. Assim, a RED Canids, ia apostando no crescimento de TitaN, e o jogo ia tendo o early game mais equilibrado da série.

Encaixando uma boa luta, conquistando o ace e um triple kill nas mão de GUIGO, a RED finalmente tomou a frente na partida, mesmo com a vantagem sendo pequena, começando também a controlar o mapa. Com uma nova teamfight explodindo, a matilha começou a abrir cada vez mais vantagem vencendo a mesma. Com pickoff em cima de Trigo, a RED partiu imediatamente para o barão, ficando com o objetivo.

Com o bônus, a equipe abriu dois inibidores só na base da pressão. Em um novo push, a equipe derrubou o último inibidor, e a Rensga se viu obrigada a lutar. Os canídeos apenas não deram chances, vencendo a luta, derrubando o nexus, e fechando a série.

Assim, JoJo, TitaN, Grevthar, Avenger, Aegis e GUIGO passam de uma equipe desacreditada e considerada imatura, para a campeã da 2ª etapa do CBLOL, indo da beleza do Rio de Janeiro, para a gelada Islândia, representando o Brasil no Worlds 2021.

REDcampea3

RED Canids Kalunga vence RENSGA por 3×1 e é a campeã do 2º split do CBLOL.

Total
1
Shares
Related Posts
Total
1
Share